Ansiedade em alunos de pré-vestibular da cidade de Aracaju / Anxiety in pre college admission test students in the city of Aracaju

Olyvia da Costa Spontan e Carvalho, Caio Matheus Inácio de Melo, Rafael Macedo Batista Martins, Catharine Mattos Mello, Felipe Neiva Guimarães Bomfim, Roberta Machado Pimentel Rebello de Matt, Déborah Mônica Machado Pimentel

Abstract


Introdução: Diante da alta prevalência de jovens que tentam a entrada em universidades no Brasil e a ainda falha descrição dessa população dentro de um contexto de doenças psiquiátricas que podem acometê-la, este artigo busca evidenciar a prevalência de transtornos de ansiedade em vestibulandos de escolas particulares na cidade de Aracaju, e aumentar o conhecimento sobre tal tema, a fim de ajudar no traçado de medidas preventivas de tais transtornos. Objetivo: Identificar a presença de ansiedade na população de alunos de cursos preparatórios para vestibular na cidade de Aracaju e seus fatores sociais associados. Métodos: Trata-se de um estudo transversal, de caráter descritivo, exploratório com abordagem quantitativa. Os dados foram coletados em duas escolas particulares e dois cursos pré-vestibular particulares na cidade de Aracaju-SE no período de 09/06/2020 a 07/08/2020. O estudo atendeu a todos os critérios éticos da Resolução 466/12, houve aprovação do pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Tiradentes, Aracaju, Sergipe e foi assinado um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE). Resultados: A amostra, composta de alunos de pré-vestibular entre 18 e 35 anos, mostrou maior prevalência e gravidade de ansiedade em alunas mulheres. Mostrou também que a ansiedade está muito presente nos alunos que já trocaram a escolha do curso e que se relaciona à interferência dos estudos na relação com amigos e nos relacionamentos amorosos, além da pressão familiar pelo resultado e uma vida social satisfatória de maneira geral. Conclusão: Conclui-se que a população vestibulandos participante deste estudo possui grandes índices de ansiedade e que aspectos da vida social influenciam também nessa fase.


Keywords


Teste de Admissão Acadêmica, Ansiedade, Estudantes.

References


AGRESTI, Alan. Categorical data analysis. John Wiley & Sons, 2003.

ALTEMUS, Margaret. Sex differences in depression and anxiety disorders: potential biological determinants. Hormones and behavior, v. 50, n. 4, p. 534-538, 2006.

AVILA, D.; TAVARES, Geruza. Vestibular: fatores geradores de ansiedade na cena da prova. Revista Brasileira de Orientação Profissional, v. 4, n. 1-2, p. 105-116, 2003.

APA. Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM - IV-TR), 4ª ed. 2000.

CONOVER, William Jay. Practical nonparametric statistics. John Wiley & Sons, 1998.

COSTA, Camilla Oleiro da et al. Prevalência de ansiedade e fatores associados em adultos. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, v. 68, n. 2, p. 92-100, 2019.

CRAMER, Victoria; TORGERSEN, Svenn; KRINGLEN, Einar. Quality of life and anxiety disorders: a population study. The Journal of nervous and mental disease, v. 193, n. 3, p. 196-202, 2005.

DUNSMOOR, Joseph E.; PAZ, Rony. Fear generalization and anxiety: behavioral and neural mechanisms. Biological psychiatry, v. 78, n. 5, p. 336-343, 2015.

FAGUNDES, Paula Resende; DE AQUINO, Magno Geraldo; DE PAULA, Alessandro Vinicius. Pré-vestibulandos: percepção do estresse em jovens formandos do ensino médio. Akrópolis-Revista de Ciências Humanas da UNIPAR, v. 18, n. 1, 2010.

G1. 2020. In: Enem 2020 tem 6,1 milhões de inscritos, afirma Inep. Disponível em: https://g1.globo.com/educacao/enem/2020/noticia/2020/05/28/enem-2020-tem-61-milhoes-de-inscritos-afirma-inep.ghtml. Acesso em: 10 de maio de 2021.

GALLO, Erika Alejandra Giraldo et al. Gender differences in the effects of childhood maltreatment on adult depression and anxiety: a systematic review and meta-analysis. Child abuse & neglect, v. 79, p. 107-114, 2018.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. Editora Atlas SA, 2008.

GILLIES, Glenda E.; MCARTHUR, Simon. Estrogen actions in the brain and the basis for differential action in men and women: a case for sex-specific medicines. Pharmacological reviews, v. 62, n. 2, p. 155-198, 2010.

GONZAGA, Luiz Ricardo Vieira; LIPP, Marilda Emmanuel Novaes. Relação entre escolha profissional, vocação e nível de estresse em estudantes do ensino médio. Psicologia Argumento, v. 32, n. 78, 2017.

HUTZ, Claudio Simon; BARDAGIR, Marúcia Patta. Indecisão profissional, ansiedade e depressão na adolescência: a influência dos estilos parentais. Psico-USF, v. 11, n. 1, p. 65-73, 2006.

LINS, Max Felippe Neri; VIANA, Marcelo Tavares. Vestibular e as repercussões associadas à ansiedade dos candidatos. 2016.

MCKNIGHT, Patrick E. et al. Anxiety symptoms and functional impairment: A systematic review of the correlation between the two measures. Clinical psychology review, v. 45, p. 115-130, 2016.

NEIVA, Kathia Maria Costa et al. Um estudo sobre a maturidade para a escolha profissional de alunos do ensino médio. Revista Brasileira de Orientação Profissional, v. 6, n. 1, p. 1-14, 2005.

PHOSALY, Linda; OLYMPIA, Daniel; GOLDMAN, Sarah. Educational and psychological risk factors for South Korean children and adolescents. International Journal of School & Educational Psychology, v. 7, n. 2, p. 113-122, 2019.

STEER, Robert A.; BECK, Aaron T. Beck Anxiety Inventory. 1993.

SARIS, I. M. J. et al. Social functioning in patients with depressive and anxiety disorders. Acta Psychiatrica Scandinavica, v. 136, n. 4, p. 352-361, 2017.

SCHÖNHOFEN, Frederico de Lima et al. Transtorno de ansiedade generalizada entre estudantes de cursos de pré-vestibular. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, n. AHEAD, 2020.

MERIKANGAS, Kathleen Ries et al. Lifetime prevalence of mental disorders in US adolescents: results from the National Comorbidity Survey Replication–Adolescent Supplement (NCS-A). Journal of the American Academy of Child & Adolescent Psychiatry, v. 49, n. 10, p. 980-989, 2010.

WHO. Depression and other common mental disorders: Global health estimates. 2017.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-220

Refbacks

  • There are currently no refbacks.