Tuberculose ganglionar cervical: um relato de caso / Cervical ganglion tuberculosis: a case report

Camila de Sousa Wanderley, Flávia Talita de Sousa Wanderley, Alice Almeida Braga, Clélia de Alencar Xavier Mota, Matheus José de Lima Rique, Michael Jackson Xavier da Silva, Cibele Cerqueira Brito, Amanda Justino Costa

Abstract


A tuberculose (TB) é uma das doenças infeciosas documentadas que há mais tempo acompanha o Homem, causada por bactérias pertencentes ao complexo Mycobacterium tuberculosis. Segundo a Organização Mundial de Saúde, milhões de pessoas são infectadas pelo M. tuberculosis a cada ano e, nos países subdesenvolvidos, entre 30% e 60% dos adultos estão infectados, revelando-se ainda hoje um problema de saúde pública. A tuberculose ganglionar difere da tuberculose pulmonar. As manifestações clínicas são inúmeras, assim, o diagnóstico torna-se um desafio constante, dependendo principalmente da suspeição clínica. O diagnóstico é muitas vezes complexo e tardio, o que aumenta a sua morbi mortalidade. Este artigo relata um caso de tuberculose ganglionar, fornecendo uma revisão da literatura baseada na evidência científica acerca da epidemiologia, patogênese, infeção, manifestações clínicas, diagnóstico assim como o seu tratamento.


Keywords


Tuberculose, tuberculose extrapulmonar, tuberculose ganglionar, Mycobacterium tuberculosis, caso clínico.

References


Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Vigilância em saúde: dengue, esquistossomose, hanseníase, malária, tracoma e tuberculose: cadernos de atenção básica. 2ªed. Brasília; 2008

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Manual de Recomendações para o Controle da Tuberculose no Brasil - Brasília: Ministério da Saúde, 2018.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Programa Nacional de Controle de Tuberculose. Brasília: Ministério da Saúde. Disponível em: http://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/41757-brasil-e-um-dos-paises-de-alta-carga-de-tb-com-melhores-indicadores-relacionados-a-incidencia-diz-oms

BROOKS GF, et al. Microbiologia médica de Jawetz, Melnick e Adelberg. 26ª edição. Porto Alegre: AMGH, 2014.

COLL F, MCNEERNEY R, GUERRA-ASSUNSSÃO, GLYNN JR, PERDIGÃO J, VIVEIROS M, PORTUGAL I, PAIN A, MARTIN N, CLARCK TG. A robust SNP barcode for typing Mycobacterium tuberculosiscomplexstrains. Nat Commun. 5,481, 2014.

CONDE, M.; FITERMAN, J.; LIMA, M. Tuberculose. Rio de Janeiro: GEN/Guanabara Koogan, 2011.

DATASUS. Ministério da Saúde. SVS.

GABRIEL VILLELA KOZAKEVICH; ROSEMERI MAURICI DA SILVA .TUBERCULOSE: REVISÃO DE LITERATURA. Florianopolis-SC,2015.

JODY E. PHELAN, FRANCESC COLL, INDRABERGVAL, RICHARD M. ANTHONY, ROB WARRN, SAMANTHA L. SSAMPSON, NICOLLAS C. GEY VAN PITTIUS, JUDITH R. GLYNN, AMELIA C. CRAMPIN , AdDRIANA ALVES , THEOLIS BARBOSA BESSA, SUASSUNA CAMPINO, KEERTHANDHEDA,LOUISGRANDJEAN, RUMINA HASAN,ZAHRAHASAN, AANABELA MIRANDA, DAVID MOORE, STEFAN PANAIOTOY, JOAO PERDIGAO, ISABEL PORTUGAL, PATRICIA SHEEN, erivelton de OLIVEIRA SOUSA , ELIZABETH M. STREINCHER, PAUL D. VAN HELDER, miguel viveiros, Martin L. HIBBERD, ARNABPAIN, RUTH MCNERNEY TAANE G. CLARK. Recombination in pe/ppe genes contributestogeneticvariationin Mycobacterium tuberculosis lineages. BMC Genomics 17, 2016 ;151).

LIMA, CANDICE DE OLIVEIRA. Análise associativa entre a incidência de tuberculose e variáveis climáticas na cidade de Campina Grande e João Pessoa–Paraíba. 2017.

LOPES, Agnaldo José et al. Tuberculose extrapulmonar: aspectos clínicos e de imagem,2006.

NENO, MIGUEL; ROCHA, CLAUDIA; SARGENTO, DORA e SILVA, GLÓRIA.Tuberculose ganglionar: desafio diagnóstico. Arq Med [online]. 2014, vol.28, n.1, pp.02-04. ISSN 2183-2447

Revista Baiana de Saúde Pública, v.37, n.3, p.661-671 jul./set. 2013

SBPT, Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia; Comissão de Tuberculose. III Diretrizes para tuberculose da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia. Jornal Brasileiro de Pneumologia: Publicaça̋o Oficial da Sociedade Brasileira de Pneumologia, v. 35, n. 10, p. 1018–1048, 2009.

TB CARE I. International standards for tuberculosis care, Edition 3. The Lancet infectious diseases, 12 jul. 2015.

VeERONESI R, FOCACCIA R. Tratado de Infectologia. Quarta Edição. Rio de Janeiro: Atheneu; 2010.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-264

Refbacks

  • There are currently no refbacks.