O desafio para enfermeiro em atendimento no contexto intra-hospitalar: crianças portadoras de TEA / The challenge for nurses in care in the intrahospital context: children with ASD

Nanci Gisele Pimenta, Rosana Maria Faria Vador, Fabíola Vieira Cunha, Fátima Aparecida Ferreira Barbosa

Abstract


O autismo, conhecido também como TEA (Transtorno do Espectro Autista), é um distúrbio de desenvolvimento que tem como consequência (no paciente) o déficit na comunicação oral, ou seja, isso tem como o efeito direto a dificuldade de integração social do indivíduo com a sociedade onde ele está inserido. Esse indivíduo costuma, de forma geral, apresentar padrões restritivos e repetitivos de comportamento causados pelo autismo e isso leva a uma distorção da realidade em sua mente, que por muitas vezes torna o paciente semi-incomunicável ou incomunicável com o mundo real. O objetivo deste trabalho de conclusão de curso é compreender os aspectos mais relevantes em crianças autistas e a partir de análises comportamentais padronizadas,compreender as dificuldades enfrentadas por enfermeiros na identificação desses pacientes e por consequência, criar mecanismos que proporcionem ao profissional de enfermagem a condição necessária para a realização de um melhor acolhimento intra-hospitalar para essas crianças portadores de TEA. Concluiu-se com base neste estudo que o principal motivo para as dificuldades encontradas no atendimento de um autista é a escassez de projetos científicos voltados a orientar os profissionais de saúde que atuam diretamente com esses indivíduos e que é possível observar a existência de pouco investimento para o atendimento específico deste indivíduo no sistema hospitalar brasileiro.


Keywords


Autismo em crianças, Enfermagem, Pediatria voltada a autistas

References


Anjos, M. F. S. Ações de enfermagem no acompanhamento de pacientes com transtorno de espectro autista [Artigo]. Brasília: Centro Universitário do Planalto Central Aparecido dos Santos; 2019. Disponível em: https://dspace.uniceplac.edu.br/bitstream/123456789/314/1/Maria_Fatima%20Anjos_0007142.pdf. Acesso em: 22/02/2021.

Amorim, S. A síndrome de Asperger e o Autismo de Alta Performance [on-line]. In: Artigos – Clínica Vita. Atualização em 24 de agosto de 2019 15:42. Disponível em: https://vitaclinica.com.br/blog-da-vita/a-sindrome-de-asperger-e-o-autismo-de-alta-performance/. Acesso em: 28/04/2021.

Artiaga, G. D.; Figueira, P. R. O ENFERMEIRO NO AUXÍLIO DO DIAGNÓSTICO AO AUTISMO INFANTIL: Uma revisão sistemática [Trabalho de Conclusão de Curso]. Porto Velho: Centro Universitário São Lucas; 2018.

Almeida, S. S. A.; Mazete, B. P. G. S.; Brito, A. R.; Vasconcelos, M. M. Transtorno do Espectro Austista. Residência Pediátrica 2018;8 (supl 1):72-78. Disponível em: https://cdn.publisher.gn1.link/residenciapediatrica.com.br/pdf/v8s1a12.pdf. Acesso em: 23/02/2021.

BRASIL. Conselho Nacional de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente (BR). Resolução nº 41, 13 de outubro de 1995. Dispõe sobre os direitos da criança hospitalizada. Diário Oficial da Republica Federativa do Brasil 1995 17 out; Seção I:163.

Braga, P. G; Santos, S. Q. M.; Buytendorp, A. A. B. M. Cartilha transtorno do espectro autista [recurso eletrônico]. Campo Grande, MS: Secretaria de Estado de Educação do Mato Grosso do Sul – SED/MS, 2019. 28 p. 13,5 MB; e-Book – PDF.

BRASIL. Linha de cuidado para a atenção às pessoas com transtornos do espectro do autismo e suas famílias na Rede de Atenção Psicossocial do Sistema Único de Saúde / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Especializada e Temática. – Brasília: Ministério da Saúde, 2015. 156 p.

Cavalcante, A. S.; Alves, N. A.; Almeida, A. B. A assistência do enfermeiro à pessoa portadora de autismo: uma revisão integrativa (RI). Simpósio de TCC e Seminário de IC , 2016 / 2º. Disponível em: http://nippromove.hospedagemdesites.ws/anais_simposio/arquivos_up/documentos/artigos/afb8f6610160496bbd59be6f52910637.pdf. Acesso em: 02/04.2021.

Costa, T. E. M.; Rodrigues, S. S.; Silva, B. V.; Vasconcelos, M. G. F. Cuidado de enfermagem no manejo de crianças com transtorno do espectro autista. XXII ENFERMAIO. ISSN: 24465348. II Mostra do Internato em Enfermagem. 23, 24 e 25 de 2018.

Costa, T. E. M.; Rodrigues, S. S.; Silva, B. V.; Vasconcelos, M. G. F. Cuidado de enfermagem no manejo de crianças com transtorno do espectro autista. XXII ENFERMAIO. ISSN: 24465348. II Mostra do Internato em Enfermagem. 23, 24 e 25 de 2018.

Folha Boa Vista. Famílias relatam dificuldades no atendimento a crianças autistas [In: Folha Web]. Editora Boa Vista LTDA – Roraima. Publicado 16/07/2018, às 01:09h. Disponível em: https://folhabv.com.br/noticia/CIDADES/Capital/Familias-relatam-dificuldades-no-atendimento-a-criancas-autistas/42008. Acesso em: 23/02/2021.

Filha, L. S. Uma caracterização de atividades de livros didáticos do 6º ano relacionados a números e operações para alunos com transtorno do espectro autista (TEA). São Cristóvão: Universidade Federal de Sergipe; 2019.

Fundação Educacional Manoel Guedes – FEMG. Enfermagem Pediatria. Curso de Habilitação Profissional de Técnico em Enfermagem – Módulo III. Tatuí: Escola Técnica “Dr. Gualter Nunes”; 2018. Disponível em: https://irp-cdn.multiscreensite.com/64d4fda7/files/uploaded/Apostila_TE-17-18-ModIII-Enfermagem%20Pedi%C3%A1trica.pdf. Acesso em: 01/05/2021.

Kerches, D. Hiperfoco no Ausismo [artigo on-line]. In: Blor Deborah Kerches – Neuropediatra. 16/10/2019. Disponível em: https://dradeborahkerches.com.br/hiperfoco-no-autismo/#:~:text=Hiperfoco%20pode%20ser%20definido%20como,em%20outras%20condi%C3%A7%C3%B5es%20como%20TDAH. Acesso em: 28/04/2021.

Mapelli, L. D; Barbieri, M. C.; Castro, G. V. D. Z. B.; Bonelli, M. A.; Wernet, M.; Dupas, G. Criança com transtorno do espectro autista: cuidado na perspectiva familiar. Escola Anna Nery 22(4) 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ean/v22n4/pt_1414-8145-ean-22-04-e20180116.pdf. Acesso em: 01/04.2021.

Ministério da Saúde. Linha de cuidado para a atenção às pessoas com transtornos do espectro do autismo e suas famílias na Rede de Atenção Psicossocial do Sistema Único de Saúde / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Especializada e Temática. – Brasília: Ministério da Saúde, 2015. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/linha_cuidado_atencao_pessoas_transtorno.pdf. Acesso em: 24/02/2021.

Ministério da Saúde. Linha de cuidado para a atenção às pessoas com transtornos do espectro do autismo e suas famílias na Rede de Atenção Psicossocial do Sistema Único de Saúde / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Especializada e Temática. – Brasília: Ministério da Saúde, 2015. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/linha_cuidado_atencao_pessoas_transtorno.pdf. Acesso em: 24/02/2021.

Oliveira, A. C. A.; Morais, R. C. M.; Franzoi, M. A. H. Percepções e desafios da equipe de enfermagem frente à hospitalização de crianças com transtornos autísticos. Revista baiana de enfermagem (2019); 33:e28300. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/28300/20007. Acesso em: 27/03/2021.

Pimenta, P. R. Clínica e Escolarização dos Alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 44, n. 1, e84859, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/edreal/v44n1/2175-6236-edreal-44-01-e84859.pdf. Acesso em: 11/11/2020.

Redação. Os estranhos hábitos alimentares que podem ser sinais de autismo [matéria on-line]. In: Veja: a história agora – Saúde. Atualizado em 10 jul 2019, 17h10 - Publicado em 10 jul 2019, 17h08. Disponível em: https://veja.abril.com.br/saude/os-estranhos-habitos-alimentares-que-podem-ser-sinais-de-autismo/. Acesso em: 29/04/2021.

Rede de Atenção Psicossocial. Espectro Austista (Transtornos Invasivos ou Globais de Desenvolvimento). Protocolo clínico e de acolhimento. Protocolo do Sistema Único de Saúde do Estado de Santa Catarina, 2015.

Rocha, C. C.; Souza, S. M. V.; Costa, A. F.; Portes, J. R. M. O perfil da população infantil com suspeita de diagnóstico de transtorno do espectro autista atendida por um Centro Especializado em Reabilitação de uma cidade do Sul do Brasil. Physis: Revista de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 29(4), e290412, 2019.

Silva, C. C. N. Os limites do meu conhecimento são os limites do meu mundo [internet]. In: IP Comunica. Psico. USP. Portal de Divulgação Científica do IPUSP. Publicado em 04/07/2019. Disponível em: https://sites.usp.br/psicousp/os-limites-do-meu-conhecimento-sao-os-limites-do-meu-mundo/. Acesso em: 05/03/2021.

Siqueira, C. C.; Ferreira, E. O.; Cavalheiro, F. R.; Silveira, J. A. A.; Bittencourt, R. G.; Santos, M. F. R. O cérebro autista: A biologia da mente e sua implicação no comprometimento social. Revista Transformar. Nº 8 (2016). Disponível em: http://www.fsj.edu.br/transformar/index.php/transformar/article/view/64/60. Acesso em: 04/03/2021.

Souza, A. M. B. S.; Souza, C. S. Produções científicas sobre os cuidados de enfermagem ás crianças com transtorno do espectro autista (TEA). Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ano 02, Vol. 01. pp 387-406, Abril de 2017. ISSN:2448-0959

Sociedade Brasileira de Pediatria. Manual de Orientação – Transtorno do Espectro do Autismo. Departamento Científico de Pediatria do Desenvolvimento e Comportamento. Nº 05, Abril de 2019. Disponível em: https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/21775c-MO_-_Transtorno_do_Espectro_do_Autismo.pdf. Acesso em: 11/11/2020.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-225

Refbacks

  • There are currently no refbacks.