Doação de sangue pela população LGBT+ no Brasil: Direito Concedido por Lei / Blood donation by the LGBT+ population in Brazil: Right Granted by Law

Antonio Sérgio Mathias, Fernanda Klein Gomes, Carolina Fernanda Sgobetta, Patrícia Monteiro Ribeiro

Abstract


O Brasil é um país no qual estimula-se a doação de sangue através dos veículos midiáticos, mas até a revogação da restrição de doação de sangue por homens homossexuais instituída pela Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) em 2020, era discriminatório quando se tratava de doadores homossexuais, em específico, homens que mantivessem relações sexuais com outros homens, uma vez que se tem como base uma sociedade perpetuada por um machismo estrutural, que prega a masculinidade como algo que não pode ser frágil ou sensível e associa-se a homossexualidade como sinônimo de patologias diversas, como por exemplo, grande parte das infecções sexualmente transmissíveis. A metodologia utilizada para realizar o estudo foi a revisão narrativa, ressaltando a mudança ocorrida. O objetivo do presente estudo foi analisar, através de levantamento bibliográfico, as dificuldades vivenciadas por homossexuais perante a doação de sangue em período anterior a revogação ocorrida, e destacar o novo posicionamento a ser adotado pelos hemocentros com referência a doadores LGBT+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e outros).


Keywords


“Doadores de Sangue”, “Minorias Sexuais e de Gênero”, “Legislação”, “Âmbito da Prática”.

References


Agência Nacional de Vigilância Sanitária –Anvisa (Brasil). Portaria nº158, de 4 de fevereiro de 2016. Redefine o regulamento técnico de procedimentos hemoterápicos [internet]. Brasília : Diário Oficial da União; 2016 Fev 4 [citado 2020 Nov 7]. Disponível em:https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2016/prt0158_04_02_2016.html.

Santos RCS, Schor N. AS PRIMEIRAS RESPOSTAS À EPIDEMIA DE AIDS NO BRASIL: INFLUÊNCIAS DOS CONCEITOS DE GÊNERO, MASCULINIDADE E DOS MOVIMENTOS SOCIAIS [internet]. [Acesso em: 20 out. 2020]. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/psicorevista/article/view/24228

Souza Júnior EVd et al. Proibição de doação sanguínea por pessoas homoafetivas: estudo bioético [internet]. Brasília; 2020. [Acesso em: 07 out. 2020]. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-80422020000100089

Lavor A. Mesmo sangue, mesma regra[Internet]. Fiocruz. 2018 Jun 1 [acesso em 2020 out 8]. Disponivél em: https://radis.ensp.fiocruz.br/index.php/home/reportagem/mesmo-sangue-mesmas-regras

Brasil-Anvisa revoga restrição à doação de sangue por homens homossexuais[Internet]. Deutsche Welle (DW).2020 jul 8[acesso em 2020 out 8]. Disponivél em: https://www.dw.com/pt-br/anvisa-revoga-restri%C3%A7%C3%A3o-%C3%A0-doa%C3%A7%C3%A3o-de-sangue-por-homens-homo

Queiroz NMdOB et al. Modelo logístico na determinação de fatores associados à infecção HIV em doadores de sangue na Fundação HEMOPE [internet]. Recife; 2012. [Acesso em: 07 out. 2020]. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbhh/v34n3/pt_v34n3a14.pdf

Magno L et al. Discriminação por orientação sexual entre HSH no Brasil: uma análise de classes latentes [internet]. 2019. [Acesso em: 07 out. 2020]. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbepid/v22s1/pt_1980-5497-rbepid-22-s1-e190003.pdf

Carrara S, Saggese G. Masculinidades, violência e homofobia [internet]. Rio de Janeiro; 2011. [Acesso em: 07 out. 2020]. Disponível em: http://books.scielo.org/id/6jhfr/pdf/gomes-9788575413647-10.pdf

Eustáquio JMJ et al. Ocorrência de doações de sangue com sorologia positiva para o vírus HIV no Hemocentro Regional de Uberaba (MG) - Fundação Hemominas no período de 1995 a 2006 [internet]. [Acesso em: 01 abr. 2021]. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-524217

Santos EdAS, Marcellini PS, Ribeiro JP. Avaliação epidemiológica das rejeições dos doadores de sangue no HEMOLACEN/SE no período de 2004 a 2006 [internet]. [Acesso em: 01 abr. 2021]. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-542209

Brasil. Portaria n. 158, de 04 de fevereiro de 2016. Redefine o regulamento técnico de procedimentos hemoterápicos. Diário Oficial da União, Brasília, 04 fev. 2016.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-224

Refbacks

  • There are currently no refbacks.