Fatores relacionados aos quadros anêmicos em cães atendidos no ambulatório ceval / Factors related to anemia in dogs seen at the ceval clinic

Patrícia Lindemann, Gabriela Ladeira Sanzo, Camila Conte, Gabriela Oliveira da Rocha Brito, Raqueli Teresinha França, Marlete Brum Cleff, Ana Raquel Mano Meinerz

Abstract


A anemia é uma alteração laboratorial caracterizada pela redução da massa eritrocitária sendo na maioria das vezes secundária a alguma enfermidade pré-existente. O quadro pode ser de caráter regenerativo, ou não regenerativo, conforme a resposta medular, salientando que os quadros anêmicos podem ser esperados em pacientes com nutrição inadequada ou condições sanitárias deficientes. Nesse sentido vale ressaltar que o Laboratório de Patologia Clínica da UFPel, atende pacientes atendidos no Ambulatório Ceval pertencentes a famílias em situação de vulnerabilidade social, onde anemia pode ser mais esperada devido as condições previamente descritas. Dessa forma, o estudo objetivou identificar e classificar as anemias de cães atendidos no Ambulatório Ceval, associando o quadro com as possíveis condições enfermas dos pacientes. Para isso, foram analisadas 51 fichas de pacientes caninos atendidos no Ambulatória Ceval nos anos de 2017 e 2018, sendo que as enfermidades mais frequentemente associadas a anemia foram doenças infecciosas seguidos de neoplasias. Com relação a classificação morfológica a anemia normocítica normocrômica foi a mais frequentemente observada, o que pode ser explicado especialmente nas doenças tumorais que tendem a ter caráter crônico na sua evolução. Concluindo assim que anemia foi um achado frequente na população estudada sendo as causas infecciosas a mais frequente, provavelmente devido as características dessa população, seguidas de neoplasias o que poderia explicar o caráter arregenerativo das anemias estudadas.


Keywords


Anemia, Cães, Eritrograma, Normocítica Normocômica, Vulnerabilidade Social.

References


BEN, A.L et al. Casuística retrospectiva dos diagnósticos clínicos e solicitações de exames laboratoriais na rotina do HV-UEM, durante o período de 2011 e 2012. Revista de Ciência Veterinária e Saúde Pública, Maringá, v. 1, supl. 1, p. 059, 2014.

FAILACE, R.; FERNANDES, F. Hemograma - Manual de Interpretação. 6 ed. Porto Alegre, Brasil: Artmed, 2015.

FIGHERA, R. A. Anemia em medicina veterinária. Santa Maria: O autor, 2001.

GONZÁLEZ, F. H. D.; SILVA, S. C. de. Patologia Clínica Veterinária: Texto Introdutório. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2008.

GRAÇA, R. Anemia e Policitemia. SIMPÓSIO DE PATOLOGIA CLÍNICA VETERINÁRIA DA REGIÃO SUL DO BRASIL. 2., Porto Alegre, 2005, Anais do simpósio de patologia clínica veterinária da região sul do Brasil. Porto Alegre: Faculdade de Veterinária, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2005. v.2 p. 43- 44 (Resumos).

MANGIERI, J. Síndromes paraneoplásicas. IN: DALEK, C.R; DE NARDI, A.B; RODASKI, S. Oncologia em cães e gatos. São Paulo: Roca, 2009.

NELSON, R.W ; COUTO, C. G. Medicina Interna de Pequenos Animais. 3 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.

SILVA, L.H. Queiroz da; MORINISHI, C.K.; NUNES, C.M. Diagnóstico diferencial entre a raiva e a cinomose canina em amostras de cérebro de cães examinadas no período de 1998 a 2001 na região de araçatuba, sp, Brasil. Arquivos do Instituto Biológico, v.71, n.3, p.317-321, 2004.

SOUZA, T.M.; FIGUERA, R.A.; IRIGOYEN, L.F., BARROS, C.S.L. Estudo retrospectivo de 761 tumores cutâneos em cães. Ciência Rural, v.2, p.36, 2006. STOCKHAM, S.L.; SCOTT, M.A. Fundamentos de patologia clínica veterinária. 2 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

RIBEIRO L. & PROIETTI F. Fibromialgy and infectious stress: possible associations between fibromyalgia syndrome and chronic viral infections. Rev Bras Reumat. 45:20-29. 2005.

THRALL, M.A.; WEISER, G.; ALLISON, R.W.; CAMPBELL, T.W. Hematologia e bioquímica clínica veterinária. 2 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2015.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-207

Refbacks

  • There are currently no refbacks.