A experiência de acadêmicos de enfermagem no cuidado ao paciente com diagnóstico de Síndrome da Cauda Equina/ Experience report the experience of nursing academics in care for patients with diagnosis of Equine Tail Syndrome

Airton José Melchiors, Bruna Borges de Oliveira, Carolini Aguiar da silva Sartori, Francisco Carlos Pinto Rodrigues, Jéssica Aires Ajala, Vivian Lemes Lobo Bittencourt

Abstract


Objetivo: Relatar a vivência de acadêmicos de enfermagem junto a um paciente com síndrome da cauda equina e os cuidados orientados sobre sondagem vesical de alívio no domicílio. Método: Trata-se de um relato de experiência sobre a visita domiciliar a um paciente com diagnóstico médico de Síndrome da Cauda Equina. Resultados: Os resultados foram divididos em seis pontos principais: construção da ideia, descrição do local da visita, a experiência da sondagem pela familiar, mudanças na vida cotidiana, avaliação final e a vivência da ação por parte dos integrantes. A visita domiciliar do enfermeiro após a alta hospitalar em um atendimento valoriza o empoderamento do paciente e a tomada de decisão compartilhada, resultando no fortalecimento do vínculo entre paciente, família e equipe de enfermagem. A visita domiciliar também possibilitou a educação em saúde alicerçada aos referenciais das práticas baseadas em evidências. Conclusão: Este relato descreve a possível atuação do enfermeiro, na área de enfermagem na saúde do adulto, especialmente voltado àqueles pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos, podendo também servir de inovação, para que outros alunos de graduação em Enfermagem possam dispor dessa estratégia durante sua formação.


Keywords


Visita domiciliar, Prática Avançada de Enfermagem, Urologia, Estudantes de Enfermagem.

References


DIAS, A.L.N. ARAÚJO, F.F. CRISTANTE, A.F. Marcon, R.M. Tarcísio Eloy Pessoa de BARROS FILHO e Olavo Biraghi LETAIF. Epidemiologia da síndrome da cauda equina. O que mudou até 2015. São Paulo, Brasil, 2017. Disponível em <[Link]> Acesso em: 24 de jul 2020. Apud [Link] [Link].

FARIA, L. B. e Leite, M. G. PROTOCOLO DE ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM. Campinas 2015, acesso em 24 de fev de 2021. Disponível em: http://www.campinas.sp.gov.br/sa/impressos/adm/FO1236.pdf

SOARES, A. N; de SOUZA, V; BATISTA, O. S. F; COTTA L. L. C. A; GAZZINELLI, M. F. Dispositivo educação em saúde: reflexões sobre práticas educativas na atenção primária e formação em enfermagem. Texto & Contexto Enfermagem, v. 26, n. 3, p. 1-9, 2017. Santa Catarina, Brasil. Disponível em: Link

COREN SP. PARECER COREN - SP CAT nº 006/2015. Sondagem/cateterismo vesical de demora, de alívio e intermitente no domicílio.

BRASIL. Ministério da Saúde. Visita domiciliar, 2020. Disponível em <[Link]> acesso em: 13 jul de 2020.

KORSE, N. S.; PIJPERS, J. A.; ZWET E. van; ELZEVIER, H. W.; VLEGGEERT-LANKAMP, C. L. A.. Cauda Equina Syndrome: presentation, outcome, and predictors with focus on micturition, defecation, and sexual dysfunction. Jan 2017. Disponível em: <[Link]> DOI 10.1007/s00586-017-4943-8.

PORTARIA Nº 4.279, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010. Disponível em: <[Link]> Acesso em: 20 de jul de 2020.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE UROLOGIA. Disponível em: <[Link]> Acesso em: 17 de jul 2020.

SANTOS, M.C. O sistema de referência - contrarreferência em saúde em São Sebastião da Vitória, distrito de são João del rei- mg: o papel da rede na atenção básica. Minas Gerais, 2015.

MAZZO, Alessandra et al . Qualidade e segurança do cuidado de enfermagem ao paciente usuário de cateterismo urinário intermitente. Esc. Anna Nery, Rio de Janeiro , v. 21, n. 2, e20170045, 2017 . Available from . access on 09 Sept. 2020. Epub May 22, 2017. https://doi.org/10.5935/1414-8145.20170045.

BRASIL. Ministério da Saúde. Segurança do Paciente no Domicílio, Brasília – DF 2016. Acesso em 25 de fev de 2021. Disponível em: <[Link]>

ROCHA, Kátia Bones et al . A visita domiciliar no contexto da saúde: uma revisão de literatura. Psic., Saúde & Doenças, Lisboa , v. 18, n. 1, p. 170-185, abr. 2017. Disponível em . acessos em 21 out. 2020. .

SCHNEIDER, L. R. PEREIRA, R. P. G. FERRAZ, L. A prática baseada em evidência no contexto da Atenção Primária à Saúde. Saúde debate, Rio de janeiro v.42 n.118 p. 594-605 Jul-Sep 2018

VASCONCELOS, E. M. Educação popular em saúde: constituição e transformação de um campo de estudos e práticas na saúde coletiva. In: PELICIONI, M. C. F.; MIALHE, F. L. Educação e promoção da saúde: teoria e prática. 2. ed. Rio de Janeiro: Santos, 2019.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-181

Refbacks

  • There are currently no refbacks.