Monitoramento de conformidades na identificação do paciente em unidades de internação hospitalar / Compliance monitoring in patient identification in hospital admission units

Aline Zuse de Freitas Borges, Bruna Borges de Oliveira, Fernanda Soares de Aguir, Adrieli Karine Nitsche, Janine Goldschimidt de Avila, Jane Conceição Perin Lucca, Vivian Lemes Lobo Bittencourt

Abstract


A identificação do paciente é reconhecida como o alicerce da segurança, a falta de processos de padronização de identificação nos serviços de saúde, contribui ainda mais para que se decorram as falhas. A identificação pode ser feita por meio de pulseira, placas assistenciais beira leito, prontuário do paciente, etiquetas e a participação ativa dele e do familiar durante a confirmação da sua identidade. A pesquisa teve como objetivo relatar a experiência vivenciada por acadêmicas de enfermagem frente ao monitoramento de conformidades relacionadas à identificação de pacientes hospitalizados. Trata-se de um relato de experiência das acadêmicas do 10º semestre do curso de graduação de enfermagem, que descreve aspectos vivenciados no estágio supervisionado hospitalar dos meses de agosto e setembro de 2019. Alguns profissionais veem a presença do núcleo de segurança do paciente como uma ameaça ao seu trabalho. Identificam-se algumas inconformidades na assistência prestada dos profissionais como não confirmação do nome completo e a data de nascimento do paciente, tanto na hora de administrar medicações ou na hora das visitas de enfermagem, nas placas assistenciais na beira do leito percebe-se a falta de algumas informações. Percebe-se que ainda há muita resistência e desinteresse por parte dos profissionais da saúde. Dessa forma almeja-se introduzir a cultura de segurança e investir em estratégias como capacitação e atualização da equipe de enfermagem sobre a importância das metas segurança do paciente e dos processos inerentes à identificação correta e a utilização dos indicadores assistências.


Keywords


Segurança do Paciente, Qualidade da Assistência à Saúde, Equipe de Enfermagem

References


ASSIS, Tamyris Garcia et al. Adesão a identificação correta do paciente pelo uso de pulseira, 2018. Revista de Enfermagem UFPE, volume 12, pagina2621-2627, outubro 2018. Disponível em: https:// www.chp.org.br

AGENCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA (ANVISA). Plano Integrado para a Gestão Sanitária da Segurança do Paciente em Serviços de Saúde: Monitoramento e Investigação de Eventos Adversos e Avaliação de Práticas de Segurança do Paciente. Brasília, 2015. Disponível em: [Link] Acesso em: 15 mar. 2021.

BEZERRA, A.L.Q. A Segurança do Paciente e a Enfermagem. Revista Nursing. v. 21, n. 239. São Paulo, 2018. Disponível em: http://www.revistanursing.com.br/re vistas/239 -Abril2018/editorial.pdf Acesso em 25 de set. 2019.

BLANCO, A.N.D. et al. Pulseira fotográfica como ferramenta inovadora no protocolo de identificação do paciente com transtorno mental agudo. Rev enferm UERJv. 28: n. 42793, Rio de Janeiro, 2020;. Disponível em: [Link]. Acesso em: 17 mar. 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Documento de referência para o Programa Nacional de Segurança do Paciente. Brasília DF: Ministério da Saúde, 2014a. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/documento_referencia_programa_nacional_seguranca.pdf. Acesso em: 20 set. 2019.

BRASIL. Portaria nº 529 de 01 de abril de 2013. Institui o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP). Diário Oficial da União, Brasília, 2013b. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2013/prt0529_01_04_2013.html. Acesso: 20 de set. 2019.

BRASIL. Resolução da Diretoria Colegiada - RDC nº 36, de 25 de julho de 2013. Institui ações para a segurança do paciente em serviços de saúde e dá outras providências. Brasília, 2013c. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2013/rdc0036_25_07_2013.html. Acesso em: 20 set. 2019.

CALDANA, Graziele etal. Rede brasileira de enfermagem e segurança do paciente: Desafios e perspectivas, 2015. Texto & Contexto –Enfermagem, volume 24, número 3, pagina 906-911, 2015.Disponível em: https:// www.scielo.br

CAVALCANTE BLL, LIMA UTS. Relato de experiência de uma estudante de Enfermagem em um consultório especializado em tratamento de feridas Journal of Nursing and Health. v.1, n. 2, p.94-103. Pelotas, 2012. Disponível em:https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/enfermagem/article/view/3447/2832. Acesso em: 20 de set. 2019

GOMES, A.P.T.S; et. al. Identificação do Paciente em Neonatologia para a Assistência Segura. Cogitare Enfermagem. v. 22. n. 3, e49501, 2017. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/49501. Acesso em 20 de set. 2019.

MACHADO, G. S. PROTOCOLO DE IDENTIFICAÇÃO DO PACIENTE. Protocolo do Ministério da Saúde adaptado à realidade institucional do HU/FURG, Rio Grande/RS 2017. Disponível em: [Link] Acesso em: 17 mar. 2021.

NETA, Akie Fujii et al. Adesão á identificação do paciente em hospital universitário publico, 2018. Revista administração em saúde, volume 18, março 2018. Disponível em: https:www.cqh.org.br [capturado em 21 de fevereiro de 2020]

NUNES, C. F. et al. Segurança do Paciente em Uma Grande Emergência do SUS: Como Assegurar a Prática? Academus Revista Científica da Saúde, 2016. v. 1, n. 1, p. 1-5. Disponível em: https://smsrio.org/revista/index.php/reva/article/view/144. Acesso em 25 set. 2019.

REIS, G.A.X et. al. A Implantação de Estratégia de Segurança do Paciente na Perspectiva de enfermeiros gestores. Texto & Contexto – Enfermagem. v.26, n. 2. e00340016. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S010407072017000200321&script=sci_abstract&tlng=pt. Acesso em: 24 set. 2019.

SILVA, Mariana Menezes Rocha Perreira et al. Analise da adesão da identificação do paciente no setor de clinica medica, 2019. Revista de enfermagem UFPE, volume 87, janeiro, fevereiro, março, 2019. Disponível em: https://www.revista de enfermagem.com.br

TASE TH, QUADRADO ERS, TRONCHIN DMR. Evaluation of the risk of misidentification of women in a public maternity hospital. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018; v.71, n.1, p.120-125. Disponível em: [Link]. Acesso em: 11 mar. 2021.

TASE, T.H. Identificação do paciente nas organizações de saúde: uma reflexão emergente. Revista Gaúcha Enfermagem. 2013; v.34, n.2, p.196-200. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rgenf/v34n3/a25v34n3.pdf. Acesso em: 26 set. 2019.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-134

Refbacks

  • There are currently no refbacks.