Indicações da fototerapia em recém-nascidos com icterícia / Indications for phototherapy in newborns with jaundice

Airton César Leite, Shandallyane Ludce Pinheiro de Farias, Noanna Janice Pinheiro, Mariana Pereira Barbosa Silva, Juliana Torres Avelino, Ingrid Ruanna Ximenes de Sousa, Flávia Nunes Barbosa, Laisa Fernanda dos Gomes, Maria Bianca e Silva Lima, Karla Cynthia dos Santos e Silva, Juliana Maria da Silva Fortes, Ingrid Tainá Sousa Dias, Maria Rosana Ribeiro de Paiva, Keyla da Silva Ramos, Laiana Dias Prudêncio, Suely de Oliveira Pinto, Luiseunice Arraes Silva, Mariana Nogueira Barbosa Rego, Sijomara Maria Costa Freitas, Midiã Carvalho Gomes

Abstract


A fototerapia é um método eficaz, não invasivo de alto impacto, sem restrições enquanto a sua utilização independente da idade gestacional, comorbidades ou nível de pigmentação cutânea, tratamento utilizado para redução de bilirrubina usado devido a sua alta eficiência e ausência de efeitos adversos. Analisar as evidências científicas publicadas sobre as indicações da fototerapia em recém–nascidos com icterícia. Trata de uma revisão bibliográfica do método revisão integrativa de literatura, realizado no período compreendido entre os meses de janeiro a abril de 2021. A busca efetuou-se, através da BVS, utilizando as bases de dados LILACS, MEDLINE, e por meio do SCIELO. Aderindo-se através dos descritores/palavras chaves: “Fototerapia”, “Icterícia Neonatal”, “Terapêutica”, “Diagnóstico”, “Cuidados de Enfermagem”, combinados entre si com o operador booleano “AND”. Os profissionais da equipe de enfermagem são responsáveis pelo recebimento e preparação do recém-nascido para a terapêutica, bem como, preparam os aparelhos que serão usados para a fototerapia, como os focos de luz, as incubadoras, entre outros. Evidenciou-se que a fototerapia é utilizada como forma de tratamento mais eficaz no controle da hiperbilirrubinemia. Sendo indicada nas doenças hemolíticas ou não, incompatibilidade fator Rh e grupo ABO. Embora seja frequente o uso da técnica em neonatos, deve-se enquanto profissionais se atentar aos sinais e sintomas, como também os fatores de risco no manejo da técnica, intervir elaborando uma rotina para o controle e manutenção dos equipamentos, observando criteriosamente o tipo de aparelhos utilizados e se atentar a distância ideal das lâmpadas sob o RN, avaliando sempre possíveis complicações durante o tratamento.


Keywords


Fototerapia, Icterícia Neonatal, Terapêutica, Diagnóstico, Cuidados de Enfermagem.

References


AUGUSTO, Cleiciele Albuquerque et al. Pesquisa Qualitativa: rigor metodológico no tratamento da teoria dos custos de transação em artigos apresentados nos congressos da Sober (2007-2011). Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 51, n. 4, p. 745-764, 2013.

BERNALDO, Adélia Jeha Nasser; SEGRE, Conceição Aparecida de Mattos. Bilirubin dosage in cord blood: could it predict neonatal hyperbilirubinemia?. Sao Paulo Medical Journal, v. 122, n. 3, p. 99-103, 2004.

BOTELHO, Louise Lira Roedel; DE ALMEIDA CUNHA, Cristiano Castro; MACEDO, Marcelo. O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão e sociedade, v. 5, n. 11, p. 121-136, 2011.

CARVALHO, Fernanda Thais Silva; ALMEIDA, Mariana Viana. Icterícia neonatal e os cuidados de enfermagem: relato de caso. Health Residencies Journal-HRJ, v. 1, n. 8, p. 1-11, 2020.

CIANCIARULLO, Marco Antonio; CECCON, Maria Esther Jurfest; VAZ, Flávio Adolfo Costa. Prevalência de marcadores imuno-hematológicos em recém-nascidos ao nascimento e em suas respectivas mães e incidência de doença hemolítica numa maternidade de São Paulo. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 49, n. 1, p. 45-53, 2003.

CONCEIÇÃO, Cristiane Maria da et al. Influência do local de avaliação na mensuração da bilirrubina transcutânea. Einstein (São Paulo), v. 12, n. 1, p. 11-15, 2014.

ERCOLE, Flávia Falci; MELO, Laís Samara de; ALCOFORADO, Carla Lúcia Goulart Constant. Revisão integrativa versus revisão sistemática. Revista Mineira de Enfermagem, v. 18, n. 1, p. 9-12, 2014.

FACCHINI, Fernando Perazzini et al. Follow-up of neonatal jaundice in term and late premature newborns. Jornal de pediatria, v. 83, n. 4, p. 313-318, 2007.

FERENHOF, Helio Aisenberg; FERNANDES, Roberto Fabiano. Desmistificando a revisão de literatura como base para redação científica: método SSF. Revista ACB, v. 21, n. 3, p. 550-563, 2016.

GOMES, Nathália Silva; TEIXEIRA, Jesislei Bonolo do Amaral; BARICHELLO, Elizabeth. Cuidados ao recém nascido em fototerapia: o conhecimento da equipe de enfermagem. Revista eletrônica de enfermagem, v. 12, n. 2, 2010.

LEITE, Maria das Graças C.; FACCHINI, Fernando P. Avaliação de dois esquemas de manejo da hiperbilirrubinemia em recém-nascidos com peso menor que 2.000 g. Jornal de Pediatria, v. 80, n. 4, p. 285-290, 2004.

MARTINS, Bianca MR et al. Efficacy of new microprocessed phototherapy system with five high intensity light emitting diodes (Super LED). Jornal de pediatria, v. 83, n. 3, p. 253-258, 2007.

MENDES, Karina Dal Sasso; SILVEIRA, Renata Cristina de Campos Pereira; GALVÃO, Cristina Maria. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & contexto-enfermagem, v. 17, n. 4, p. 758-764, 2008.

PEREIRA, Adriana Soares et al. Metodologia da pesquisa científica. 2018.

PUNARO, Elizabete et al. Systematic follow-up of hyperbilirubinemia in neonates with a gestational age of 35 to 37 weeks. Jornal de pediatria, 2015.

SACRAMENTO, Larissa Cristina Araújo et al. Icterícia Neonatal: o Enfermeiro frente ao Diagnóstico e à Fototerapia como Tratamento. In: Congresso Internacional de Enfermagem. 2017.

SILVA, Ignacia et al. Single vs. double phototherapy in the treatment of full-term newborns with nonhemolytic hyperbilirubinemia. J Pediatr (Rio J), v. 85, n. 5, p. 455-458, 2009.

SOARES, Cassia Baldini et al. Revisão integrativa: conceitos e métodos utilizados na enfermagem. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 48, n. 2, p. 335-345, 2014.

SOUSA, Luís Manuel Mota et al. A metodologia de revisão integrativa da literatura em enfermagem. Nº21 Série 2-Novembro 2017, p. 17, 2017.

SOUZA, Marcela Tavares de; SILVA, Michelly Dias da; CARVALHO, Rachel de. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein (São Paulo), v. 8, n. 1, p. 102-106, 2010.

VIEIRA, Alan Araújo et al. O uso da fototerapia em recém-nascidos: avaliação da prática clínica. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, v. 4, n. 4, p. 359-366, 2004.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-098

Refbacks

  • There are currently no refbacks.