Idosos frente a infecções sexualmente transmissíveis: uma revisão integrativa

Camila Ferreira do Monte, Laís Carvalho do Nascimento, Kayandree Priscila Santos Souza de Brito, Agnes Suzana de Lima Batista, Jackson Soares Ferreira, Lethicia da Silva Campos, Thiara Jamilla Figueiredo Dantas Andrade, Adelson Francisco Ferreira

Abstract


A população idosa vem crescendo, e com isso adquirindo vários ganhos um deles seria a ampliação da vida sexual, decorrente das novas tecnologias e melhoria na qualidade de vida, dessa forma também se tornam alvos de IST. O objetivo do estudo foi levantar informações sobre IST em idosos, evidenciando dois eixos temáticos, seu conhecimento sobre a temática e os fatores de risco desse grupo. O presente estudo consiste em uma revisão integrativa realizada na BVS de artigos dos últimos 5 anos em português, utilizando os descritores “idoso”, “IST” e “envelhecimento”, nas bases de dados LILACS, MEDLINE, BDENF, e Index- psicologia, utilizou-se 6 artigos. Os fatores de risco dos idosos seria a recusa de utilizar preservativo, a queda de sua imunidade e o fato de não se enxergarem como população de risco. Referente ao conhecimento do idoso, uma pesquisa mostrou que apenas 40% apontaram o preservativo como método preventivo, os outros responderam errado ou não souberam responder. observa-se uma lacuna de desinformação decorrente da falta de campanhas para esse público. Conclui-se que se faz necessário campanhas e realização de medidas e estratégias preventivas voltadas para esse público, afim de diminuir a quantidade de casos em idosos.


Keywords


Idoso, IST, Envelhecimento.

References


BRITO, N.M.I. et al., Idosos, infecções sexualmente transmissíveis e aids: conhecimentos e percepção de risco. ABCS Health Sci. v.41 n.3, dec. 2016. Disponível em: https://www.portalnepas.org.br/abcshs/article/view/902 Acesso em: 22/06/2020

DA FONSECA, A. C. D. et al., Interdisciplinaridade na gestão do cuidado ao idoso. Brazilian Journal of Health Review, v. 4, n. 2, p. 4045-4050, 2021.

FERREIRA, C.O. et al., Vulnerabilidade a infecções sexualmente transmissíveis em idosos usuários de um centro de testagem e aconselhamento. Arq. ciências saúde UNIPAR. v. 23 n.3, set-dez. 2019. Disponível em:https://www.revistas.unipar.br/index.php/saude/article/view/6757/3833 Acesso em: 24/06/2020

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Agência de notícias. Número de idosos cresce 18% em 5 anos e ultrapassa 30 milhões em 2017: IBG; 2018. Disponível em: Acesso em: 24/06/2020

LIMA, L.B.G; MOREIRA, M.A.S.P; SILVA, T.N. Revisão sistemática sobre o olhar do idoso acerca das ist e do hiv/aids. Revista Online de Pesquisa. v.10 n.3, jun. 2018. Disponível em:http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/viewFile/7661/6630 Acesso em: 24/06/2020

LIMA, L.B.G; MOREIRA, M.A.S.P. Uso de cartilha na orientação ao idoso quanto as IST e hiv/aids. Revista Online de Pesquisa. v.10 n.3, jun. 2018. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/viewFile/7660/6629 Acesso em: 24/06/2020

NETO, J.D. et al., Doenças sexualmente transmissíveis em idosos: uma revisão sistemática. Ciência & Saúde Coletiva. v.20 n.12, dez. 2015. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/csc/2015.v20n12/3853-3864/ Acesso em: 24/06/2020

Organização Mundial de Saúde. Envelhecimento ativo: uma política de saúde. Brasília: OMS; 2005

Organização Pan-Americana da Saúde. Folha informativa. Envelhecimento e saúde: OPAS; 2018. Disponível em : https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5661:folha-informativa-envelhecimento-e-saude&Itemid=820 Acesso em: 27/06/2020

SILVA, L.A; FRANÇA, L.H.F.P; HERNANDEZ, J.A.E. Amor, atitudes sexuais e índice de risco às DST em idosos. Estud. Pesqui. Psicol. v.17 n.1, jan-abr. 2017. Disponível em : https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revispsi/article/view/35121/25544 Acesso em: 23/06/2020




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-095

Refbacks

  • There are currently no refbacks.