Resultado dapercepção de acadêmicos da saúde quanto a importancia da realização da higienização das mãos na técnica correta / Result of health academic disappearance as to the importance of carrying out hand hygienization in the correct technique

Wendel dos Santos de Oliveira, Sabrina Susiane Mafra da Gama, Jordana Marães Alves, Annie Eberly de Oliveira Finkler, Kelly de Lima Zamoro, Rwanielly Freitas de Castro, Rita Ângela Santos, Andreza Dutra Rocha, Arimatéia Portela de Azevedo

Abstract


Introdução: A prática de higienização das mãos na técnica correta entre acadêmicos depende muito do conhecimento que o aluno adquiriu durante a realização dos cursos de graduação, a sua vivência dos estágios, entre outros. Objetivo: Descrever o resultado registrado durante encontro de integração em estágio curricular sobre a percepção de acadêmicos quanto a realização, na pratica, da higienização das mãos na técnica correta. Metodologia: O estudo foi do tipo retrospectivo, descritivo com uma abordagem quantitativa. Resultados: Foi analisado registros de 421 acadêmicos da área da saúde que participaram, durante estágios curriculares na instituição onde ocorreu o estudo, nos treinamentos sobre biossegurança tendo como enfoque a higienização das mãos. Do total, 78,3% eram acadêmicos de faculdades particulares sendo que 30,4% já estavam cursando o último período letivo e 12% destes, no momento da pratica, não higienizaram os punhos, 16% falaram sobre as mãos durante o processo e 40% não retiraram os adornos durante o processo de higienização das mãos, apenas 12,5% sabiam quando se devia higienizar as mãos com agua e sabão ou somente álcool.  Conclusão: Num contexto no qual a segurança do paciente destaca-se como prioridade, traz-se a reflexões acerca da responsabilidade do acadêmico a não aderir às práticas de higienização das mãos ou fazê-la de qualquer forma e de aspectos éticos relacionados a essa conduta.

 


Keywords


Higienização das Mãos, segurança do paciente, escolas para profissionais da saúde, infecção hospitalar

References


ABREU, RNDC et al. Saberes dos pacientes de enfermagem sobre segurança do paciente: Ênfase na higienização das mãos. Revista Enfermagem Contemporânea. 2016 Jul/Dez;5(2):193-200. Visto em maio de 2020.

ALVES, CF et al. A enfermagem entre a pia e o cliente: implicações para higienização das mãos. Revista Enfermagem Atual | 2017; 83.

ALVIM, ALS, et al. Avaliação das práticas de higienização das mãos em três unidades de terapia intensiva. Rev. Epidemiol. Controle Infecç. Santa Cruz do Sul, 2019 Jan-Mar;9(1):55-59. [ISSN 2238-3360]. Visto em fevereiro de 2020.

ANDRADE, D. et al. Adesão da enfermagem à higienização das mãos segundo os fatores higiênicos de herzberg. Rev enferm UFPE on line., Recife, 10(2):600-7, fev., 2016. Visto em março de 2020.

ANGELIM, ESZ, et al. Análise microbiológica das mãos de universitários antes e após assepsia das mãos. seminário transdisciplinar da saúde - Periodicos.univag nº 03 - ano 2015 ISSN: 2595-4628. Visto em março de 2020.

ARAUJO, AP, et al. Análise da higienização das mãos pelos profissionais de saúde em ambiente hospitalar durante dois meses. Revista Saúde e Ciência online, 2015; 4(3): 44-54. Visto em fevereiro de 2020.

ARAÚJO, DD, et al. A importância da higienização das mãos no controle das infecções em serviços de saúde. Rev enferm UFPE on line., Recife, 10(Supl. 6):4880-4, dez., 2016. Visto em maio de 2020.

AZEVEDO, IC, et al. Higienização das mãos entre profissionais de enfermagem circulantes de sala operatória. Revista Enfermagem Atual | 2017; 81. Visto em março de 2020.

BARROS, F. E. et al. Controle de infecções a pacientes em precaução de contato. Rev enferm UFPE on line., Recife, 13(4):1081-9, abr., 2019. Visto em maio de 2020.

BECKER, ESS, et al. Adesão dos profissionais de terapia intensiva aos cinco momentos da higienização das mãos. Rev. Gaúcha Enferm. vol.36 no.4 Porto Alegre Oct./Dec. 2015. Visto em março de 2020.

BELELA-ANACLETO, ASC, et al. Higienização das mãos como prática do cuidar: reflexão acerca da responsabilidade profissional. Rev Bras Enferm [Internet]. 2017 mar-abr;70(2):461-4. Visto em maio de 2020.

COSTA, MAR, et al. Uso da preparação alcoólica para higienização das mãos. Rev enferm UFPE on line., Recife, 12(2):320-8, fev., 2018.

COSTA, MAR, et al. Conhecimento de profissionais de enfermagem sobre higienização das mãos. Cogitare Enferm. 2016 Jul/set; 21(3): 01-08. Visto em março de 2020.

ECHEVARRÍA-GUANILO, ME, et al. Higienização das mãos no ambiente hospitalar: modalidades e infraestrutura recomendada para essa prática. Revista ACRED - ISSN 2237-5643 v. 7, n. 13 (2017). Visto em fevereiro de 2020.

FELDHAUS, C, et al. Conhecimento de acadêmicos de enfermagem e fisioterapia sobre higiene das mãos. Rev Min Enferm. 2018;22:e-1096.

GAUER, D. et al. Análise qualitativa e quantitativa da microbiota das mãos dos funcionários de um posto de saúde. RBAC. 2017;49(2):206-12. Visto em maio de 2020.

HADDAD, RE, et al. Técnica de higiene das mãos e eficiência de degermantes na prevenção de infecções hospitalares. Rev enferm UFPE on line., Recife, 10(2):562-7, fev., 2016. Visto em maio de 2020.

JEZEWSKI, GM, et al. Conhecimento de profissionais de enfermagem de um hospital privado acerca da higienização das mãos. Rev Cuid 2017; 8(3): 1777-85.

KORB, A. et al. Atividade integrativa das disciplinas de microbiologia com semiologia e semiotecnica: Higienização das mãos. Rev.Saúde Públ. Santa Cat., Florianópolis, v. 8, n. 3, p. 80-97, set./dez. 2015. Visto em maio de 2020.

LLAPA-RODRÍGUEZ, EO, et al. Aderência de profissionais de saúde à higienização das mãos. Rev enferm UFPE on line., Recife, 12(6):1578-85, jun., 2018.

MAGNAGO, TSBS, et al. Infraestrutura para higienização das mãos em um hospital universitário. Rev. Gaúcha Enferm. vol.40 no.spe Porto Alegre 2019 Epub Jan 10, 2019. Visto em maio de 2020.

MELO, GSM, et al. Semiologia e semiotécnica da enfermagem: Avaliação dos conhecimentos de graduandos sobre procedimentos. Rev. Bras. Enferm. vol.70 no.2 Brasília mar./abr. 2017. Visto em maio de 2020.

MELO, MHC, et al. Controle das infecções na assistência à saúde relacionada à higienização das mãos. R. Interd. v. 8, n. 1, p. 91-97, jan. fev. mar. 2015. Visto em maio de 2020.

MOURA, PMM, et al. Avaliação da infraestrutura hospitalar para a higienização das mãos. Rev enferm UFPE on line., Recife, 11(Supl. 12):5289-96, dez., 2017. Visto em maio de 2020.

NERI, MFS, et al. Comportamento sobre prática de higiene das mãos de acompanhantes em enfermarias de internação. Rev. Rene vol. 20 Fortaleza 2019 Epub 14-Out-2019. Visto em março de 2020.

OLIVEIRA, AC, et al. Adesão à higienização das mãos entre técnicos de enfermagem em um hospital universitário. Rev enferm UERJ, Rio de Janeiro, 2016; 24(2):e9945. Visto em maio de 2020.

OLIVEIRA, AC, et al. A percepção dos profissionais de saúde em relação à higienização das mãos. J. res.: fundam. care. online 2017. abr./jun. 9(2): 321-326.Visto em maio de 2020.

OLIVEIRA, FJG, et al. Avaliação das práticas de adesão à higienização das mãos relacionadas com linhas vasculares em uma unidade de terapia intensiva. Vigil. sanit. debate 2015;3(4):55-61. Visto em maio de 2020.

OLIVEIRA, MA, et al. Higienização das mãos: conhecimentos e atitudes de profissionais da saúde. Rev enferm UFPE on line. 2019;13:e236418. Visto em maio de 2020.

PENA, JPG, et al. Análise da lavagem das mãos entre acadêmicos de medicina. Rev. Ciênc. Saúde Nova Esperança –Dez. 2016, 14(Especial). Visto em maio de 2020.

REBOUÇAS, MAB, et al. Higienização das mãos: das orientações de um protocolo às normas em dois hospitais. Saber Científico, Porto Velho, V., n., p. –, mês./mês. 2016. Visto em março de 2020.

RIBEIRO, FDO, et al. Estratégia lúdica para a melhoria de práticas de higienização das mãos entre os profissionais de Saúde. Rev enferm UFPE on line., Recife, 11(10):3971-9, out., 2017. Visto em maio de 2020.

ROSADO, AV, et al. A avaliação da eficácia de antissépticos nas mãos dos profissionais de saúde. Rev. Saúde em Foco. Teresina, v. 3, n. 1, art. 1, p. 01-19, jan./jun. 2016. Visto em maio de 2020.

SANTOS, CG, et al. Estratégias para a adesão à higienização das mãos. Rev enferm UFPE on line., Recife, 13(3):763-72, mar., 2019. Visto em maio de 2020.

SCHERER, JS, et al. Higienização das Mãos: Adesão dos Profissionais Antes e Após Programa de Capacitação. J Health Sci 2017;19(2):126-9.

SILVA, FL, et al. Conhecimento e adesão da prática de higienização das mãos dos profissionais da saúde: revisão de literatura. 1er Cuatrimestre 2016 • Año XX - N.° 44. Visto em março de 2020.

SILVA, VD, et al. Avaliação da higienização das mãos de acadêmicos de Enfermagem e Medicina. Rev Rene. 2017 mar-abr; 18(2):257-63.

SOUZA, EC, et al. Conhecimento sobre a higiene das mãos de estudantes do curso de enfermagem. São Paulo: Revista Recien. 2017; 7(21):41-48.

SOUZA, LMB, et al. Análise do conhecimento dos profissionais de enfermagem em relação à higienização das mãos. R Epidemiol Control Infec, Santa Cruz do Sul, 8(2):142-149, 2018. [ISSN 2238-3360]. Visto em maio de 2020.

TARSO, AB, et al. A higienização das mãos no controle da infecção hospitalar na unidade de terapia intensiva. Rev. Eletrôn. Atualiza Saúde | Salvador, v. 6, n. 6, p. 96-104, jul./dez. 2017.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-088

Refbacks

  • There are currently no refbacks.