Contribuições da musicoterapia para a psicoterapia infantil / Contributions of music therapy for child psychotherapy

Julio Cesar Pinto de Souza, Carlos Justino Ferreira Neto, Josenira Catique Pereira

Abstract


A musicoterapia funciona como uma técnica que vai da prática da arte até o tratamento clínico com o objetivo de fornecer bem-estar e qualidade de vida. No contexto de psicoterapia infantil, ela auxilia no tratamento e intervenção, promovendo desenvolvimento de crianças em tratamento clínico ou no acompanhamento psicoeducacional. O objetivo desta investigação foi discutir a prática da musicoterapia no atendimento psicológico de crianças. Trata-se de um estudo bibliográfico de abordagem qualitativa que se utilizou de artigos no idioma português, indexados nas bases de dados: Google Acadêmico, Scielo e Pepsic. Como resultados desta pesquisa constatou-se que a musicoterapia oferece uma melhoria no processo de ensino-aprendizagem quando utilizada nos atendimentos ludo terapêuticos com crianças diagnosticadas com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e Transtorno do Espectro Autista (TEA). O uso da musicoterapia auxilia o psicólogo nas intervenções psicoterápicas com crianças, criando um espaço lúdico que promove desenvolvimento de habilidades de comunicação, socialização, bem como nas funções cognitivas e emocionais, por meio da música. Essa técnica pode ser expandida para outras áreas, visto a boa receptividade observada no tratamento com crianças.


Keywords


Musicoterapia, Psicoterapia Infantil, Benefícios, Revisão Integrativa.

References


ANJOS, A. et al. Musicoterapia como estratégia de intervenção psicológica com crianças: uma revisão de literatura, Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia, v. 10, n.2, p.228 - 238, 2017.

ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE PSIQUIATRIA. Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais. 3 ed. Porto Alegre: Artmed, 2014.

APPOLINÁRIO, F. Metodologia da ciência: filosofia e prática da pesquisa 2. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2012.

BRUSCIA, K. E. Definindo Musicoterapia. Rio de Janeiro: Enelivros, 2016.

CASTRO, M. Afinar a relação: a musicoterapia e a perturbação no espetro do autismo. 2016. Dissertação (Mestrado em Musicoterapia) Universidade Lusíada de Lisboa, Lisboa, Portugal. 2016.

DORO et al, Psicologia e musicoterapia: uma parceria no processo psicoativo dos pacientes do Serviço de Transplante de Medula Óssea, Rev. SBPH Rio de Janeiro, v.18 n.1, p. 105 - 130, 2015.

FERNANDES, P. Sons, silêncios: a importância da musicoterapia em pessoas com PEA. Novas Edições Acadêmicas, São Paulo, 2017.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002.

GUAZINA, L.; TITTONE, J. Musicoterapia institucional na saúde do trabalhador: conexões, interfaces e produções, Psicologia & Sociedade, Porto Alegre, v. 21, n.1, p.108-117, 2019.

HANAI, H. et al, Musicoterapia – Definição e Aplicações Clínicas. Música sacra e Adoração, São Paulo 2021. Disponível em: https://musicaeadoecao.com.br/21772/musicoterapia-definicao-e-aplicacoes-clinicas/ > Acesso em: 23/02/2021.

MATOSO, L; OLIVEIRA, A. O efeito da Música na Saúde Humana: Base e Evidências Científicas. Revista Ciência e Desenvolvimento, Londrina, v. 10, n. 2, p. 76-98, 2017.

MELOS, C; MELLO, M. Os efeitos da musicoterapia em paciente psicóticos: uma revisão de literatura. Revista Perspectiva: Ciência e Saúde, Osório, v. 4, n. 2, p. 153-171, 2019.

MILLECCO, A et al É Preciso Cantar: Musicoterapia, Canto e Canções. 1. ed. Rio de Janeiro: Enelivros, 2000.

NOGUEIRA, T.P. ; SOUZA, J.C.P. A musicoterapia para a socialização de crianças com transtorno do espectro do autista. Educação, Psicologia e Interfaces, Campo Grande, v. 4, n.2, p. 123-134, 2020.

PEÑALBA, A. Musicoterapia e hiperatividade. Revista musical catalana, Belo Horizonte, v. 303, p. 4-6, 2010.

PEREIRA, H; VASQUES, L. Os benefícios da música para crianças portadores de TDAH. Repositório UNIS. Minas Gerais, 2016. Disponível em: http://repositorio.unis.edu.br/bitstream/prefix/523/1/OS%20BENEF%C3%8DCIOS%20DA%20M%C3%9ASICA%20PARA%20CRIAN%C3%87AS%20PORTADORES%20DE%20TDAH.pdf. Acesso em: 19 de março 2021.

PIAZZETA, C. M. F. Análise musical em musicoterapia: uma importante ferramenta para o desenvolvimento do processo terapêutico. In: Simpósio de Pesquisa em Música, II, 2007 Anais […] Paraná, 2007.

PONCE, Y. Terapia farmacológica e musicoterapia em usuários com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), Revista Musical Catalana, Belo Horizonte, p. 26-27. 2012.

PORTER, S. et al. Música em mente, um ensaio randomizado controlado de musicoterapia para jovens com problemas comportamentais e emocionais: protocolo de estudo, Jornal de Enfermagem Avançada, São Paulo, vol. 68, n.10, p. 2349-2358, 2012.

PUCHIVAILO, Mariana Cardoso; HOLANDA, Adriano Furtado. A história da musicoterapia na psiquiatria e na saúde mental: dos usos terapêuticos da música à musicoterapia. Rev Brasileira de Musicoterapia, Rio de Janeiro, v. 16, n. 16, p. 122-42, 2014.

ROMÃO, S. Os diferentes caminhos da música - um olhar sobre a musicoterapia, in: Encontro Nacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, n 12, 2015, Presidente Prudente – SP, Encontro […] Presidente Prudente – SP, Colloquium Humanarum, 2015. Disponível em: http://www.unoeste.br/site/enepe/2015/suplementos/area/Humanarum/Artes/OS%20DIFERENTES%20CAMINHOS%20DA%20M%C3%9ASICA-%20UM%20OLHAR%20SOBRE%20A%20MUSICOTERAPIA.pdf Acesso em: 17 de março de 2021.

SAMPAIO, Renato Tocantins; LOUREIRO, Cybelle Maria Veiga; GOMES, Cristiano Mauro Assis. A Musicoterapia e o Transtorno do Espectro do Autismo: uma abordagem informada pelas neurociências para a prática clínica. Per Musi, Belo Horizonte, n. 32, p. 137-170, 2015.

SANTOS, C. Desenvolvimento de Habilidades Musicais em Crianças Autistas: Um Projeto de Extensão e Pesquisa, in: Simpósio Brasileiro de Pós-Graduandos em Música, n IV, 2016, Rio de Janeiro, Anais […] Rio de Janeiro, SIMPOM, 2016. Disponível em: www.seer.unirio.br/index.php/simpom/article/download/5636/5080. Acesso em: 17 de março de 2021.

SANTOS, R et al. Musicoterapia: relaxando crianças hiperativas do período pré-escolar. Orientador: Prof. Maria Celina da Piedade Ribeiro. 2015. 120 p. Monografia (Curso de tecnologia em Estética e Cosmética) - Universidade Vale do Rio Verde - UNINCOR, Três corações - MG, 2015. Disponível em: file:///C:/Users/User/Downloads/Daniela%20Faustino%20Matias%20e%20Rayssa%20Nayara%20Santos_Musicoterapia_%20Relaxando%20Criancas%20Hiperativas%20no%20Periodo%20Pre%20Escolar.pdf. Acesso em: 17 mar. 2021.

SOUSA, R. Musicoterapia: O que é, benefícios, como a música pode mudar sua vida, Psicologia Viva, São Paulo, 2018. Disponível em: https://blog.psicologiaviva.com.br/musicoterapia/. Acesso em: 23 de Fev de 2021.

SOUZA, Suzana Alves; SANTOS, Pamela Monique Pereira; FERREIRA, Luiz Eduardo Nunes. Musicoterapia como instrumento de conforto para o paciente oncológico: revisão integrativa da literatura. Revista Saúde-UNG-Ser, Guarulhos-SP, v. 12, n. 3/4, p. 47-55, 2019.

TEIXEIRA, Lucília Maria Dias; FERNANDES, Patrícia Raquel Silva. Efeitos da musicoterapia na comunicação, socialização e imaginação em crianças com perturbação do espectro do autismo: um estudo de caso em Rebordosa-Portugal. Perspectivas em Diálogo: revista de educação e sociedade, Naviraí, v. 8, n. 16, p. 149-163, 2021.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-067

Refbacks

  • There are currently no refbacks.