Contaminação de alimentos e seus fatores predisponentes: uma revisão integrativa / Food contamination and its predisposing factors: an integrative review

Rafaela Holanda Coelho, Gleucia Silva Moura, Vitória de Oliveira Almeida Andrade

Abstract


Objetivo: Identificar na literatura brasileira as principais falhas comportamentais e procedimentais de manipuladores de alimentos além da presença de patógenos durante a produção de alimentos, bem como a realização de capacitações em segurança de alimentos. Métodos: Foi realizada uma busca nas bases de dados Biblioteca Virtual em Saúde, Scientific Eletronic Library Online (SciELO) e Periódicos da CAPES, utilizando como descritores: contaminação de alimentos; manipulação de alimentos; serviços de alimentação; combinados com o operador booleano “AND”, entre os anos 2010 a 2018, totalizando-se 285 artigos. Foram excluídos periódicos em duplicidade nas bases de dados e sem integridade na sua disponibilidade, resultando assim na seleção de 14 artigos. Resultados: Entre os microrganismos encontrados em equipamentos, manipuladores e ambientes, destacamos Staphylococcus aureus, Klebsiella, Escherichia coli e Proteus. Observou-se que em alguns locais a contagem de microrganismos aeróbios mesófilos ficou acima do recomendado. Falhas nos procedimentos executados por manipuladores originaram muitas contaminações, Identificou-se que as falhas na conduta pessoal, como a higienização de mãos também se destacou entre os fatores determinantes de contaminações. Os treinamentos/capacitações de higiene não foram suficientes para redução das contaminações, levando a considerar a escolaridade e compromisso como desencadeadores das falhas. Conclusão: A contaminação de alimentos é diretamente influenciada por falhas comportamentais e procedimentais cometidas por manipuladores de alimentos, ocasionando a contaminação de alimentos por patógenos, não sendo observada uma relação positiva entre capacitações/treinamentos e as atitudes/práticas de manipuladores.

 


Keywords


Contaminação de Alimentos, Manipulação de Alimentos, Serviços de Alimentação.

References


ABERC – Associação Brasileira de Empresas de Refeições Coletivas. Mercado Real. Disponível em: http://www.aberc.com.br/mercadoreal.asp?IDMenu=21. Acesso em: 07/09/2018.

BRASIL, Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde. Surtos de doenças transmitidas por alimentos no Brasil. Disponível em http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2018/julho/02/Apresentacao-Surtos-DTA-Junho-2018.pdf. Acesso em 07 de setembro de 2018.

BALCHIUNAS, D. (Org.). Gestão de UAN. Um resgate do binômio: alimentação e nutrição. São Paulo: Roca, 2014.

BROOKS et al. Microbiologia médica de Jawetz, Melnick e Adelberg. Porto Alegre: AMGH, 2014.

CORREIA, L.J.H. et al. Influência das condições ambientais sobre os manipuladores e sua relação com a contaminação dos alimentos. Revista Principia, João Pessoa, v. 28, p.51-58, dez. 2015.

CUNHA, L. F.; AMICHI, K. R. Relação entre a ocorrência de enteroparasitoses e práticas de higiene de manipuladores de alimentos: revisão da literatura. Revista Saúde e Pesquisa, Vitória, v. 7, n. 1, p.147-157, abr. 2014.

ELEUTERIO, H. Serviços de alimentação e bebidas. São Paulo: Érica, 2014.

FERREIRA, J.dos S. et al. Conhecimento, atitudes e práticas em segurança alimentar de manipuladores de alimentos em hospitais públicos de Salvador, Bahia. Revista Baiana de Saúde Pública, Salvador, v. 37, n. 1, p.35-55, mar. 2013.

FERREIRA, M.A. et al. Avaliação da adequação às boas práticas em unidades de alimentação e nutrição. RevInst Adolfo Lutz, São Paulo, v. 70, n. 2, p. 230-235, maio 2011.

GÓIOS, A. et al. Conhecimentos de manipuladores de alimentos sobre segurança dos alimentos e alergias. Higiene Alimentar, Porto, v. 31, n. 264/265, p.38-44, fev. 2017.

GOULART, A.E.R.; LACERDA, I.C.A.; DIAS, R.S. Potencial risco de intoxicação alimentar por Staphylococcus spp. enterotoxigênicos isolados de bolos com cobertura e recheio.Periódico Científico do Núcleo de Biociências, Belo Horizonte, v. 6, n. 11, p.11-17, 30 ago. 2016. http://dx.doi.org/10.15601/2238-1945/pcnb.v6n11p11-17.

MACIEL, S.E.S. et al. Unidades de alimentação e nutrição: Aplicação de check – list e avaliação microbiológica. Revista Brasileira de Higiene e Sanidade Animal, Fortaleza, v. 11, n. 4, p.399-415, dez. 2017.

MAIA, M. de O.; MAIA, M. de O. Avaliação das condições higiênico-sanitárias de uma lanchonete no município de Limoeiro do Norte-CE. Revista Intertox de Toxicologia, Risco Ambiental e Sociedade, Limoeiro do Norte, v. 10, n. 1, p.45-56, 23 fev. 2017.

MEDEIROS, M. das G.G. de A.; CARVALHO, L.R. de; FRANCO, R.M. Percepção sobre a higiene dos manipuladores de alimentos e perfil microbiológico em restaurante universitário. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 22, n. 2, p.383-392, fev. 2017.

NASCIMENTO, F. das C. do; QUEIROZ, V.V. de. Qualidade microbiológica das mãos de manipuladores de ali-mento em um restaurante de Brasília-DF. Rev. Cient. Sena Aires, Brasília, v. 2, n. 6, p.109-115, dez. 2017.

OLIVEIRA, N.S. de; GONÇALVES, T.B. avaliação microbiológica das mãos de manipuladores de alimentos em creches da cidade de Juazeiro do Norte, CE. Revista Interfaces: Saúde, Humanas e Tecnologia, Juazeiro do Norte, v. 3, n. 1, p.3-8, ago. 2015.

PAYNE-PALACIO, J.; THEIS, M. Gestão de negócios em alimentação: princípios e práticas. Barueri: Manole, 2015.

PONATH, F.S. et al. Avaliação da higienização das mãos de manipuladores de alimentos do Município de Ji-Paraná, Estado de Rondônia, Brasil. Revista Pan-amazônica de Saúde, Ji-paraná, v. 7, n. 1, p.63-69, mar. 2016.

RÉ, L.C. de; FREIBERGER, J.A.; KNOB, A. Incidência da bactéria Staphylococcus aureus na mucosa nasal e em mãos de manipuladores de alimentos em uma creche no município de Guarapuava (PR). Revista Ambiência, Guarapuava, v. 9, n. 2, p.381-393, ago. 2013.

SCHUMANN, A.C. et al. Avaliação microbiológica de mãos dos manipuladores de alimentos e de utensílios de cozinha do serviço de nutrição de um hospital do norte do estado do Rio Grande do Sul. Perspectiva, Erechim, v. 41, n. 153, p.7-17, mar. 2017.

SILVA, R.N.A. da; SANTOS, A.P.L.; SOARES, L.S. Avaliação microbiológica das mãos de manipuladores em restaurantes comerciais e institucionais da cidade de Salvador, BA. Higiene Alimentar, Salvador, v. 31, n. 270/271, p.103-108, ago. 2017.

SILVEIRA, J.T. et al. Condições higiênicas e boas práticas de manipulação em serviços de alimentação da cidade de Itaqui-RS. Vigilância Sanitária em Debate, Itaqui, p.144-149, 30 abr. 2015.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-041

Refbacks

  • There are currently no refbacks.