Uso de simulador endovascular por residentes do Serviço de Cirurgia Vascular do Hospital Geral de Fortaleza: um relato de experiência / The use of endovascular simulator by Vascular Surgical residents from the General Hospital of Fortaleza: an experience report

Pedro Barbosa Cordeiro Neto, Matheus de Souza Mendes, Isabelle Rodrigues de Souza, Antônio Nogueira Vieira

Abstract


O treinamento prático durante a residência médica, no nosso caso a de Cirurgia Vascular, requer ferramentas para melhor assistir os residentes, dando a oportunidade de praticar habilidades sem causar riscos a pacientes, como o uso de simuladores. O objetivo deste estudo foi baseado em praticar e aperfeiçoar técnicas endovasculares, especialmente Angioplastia de Artérias Carótidas, Angiografias e Angioplastias de outras artérias periféricas através de um Simulador Endovascular (Mentice VISTÒ G5 – um simulador endovascular de alta fidelidade que permite o treinamento prático de procedimentos para profissionais médicos). Este é um estudo de Relato de Experiência, tendo como objeto de estudo um dia de prática pelos residentes do Serviço de Cirurgia Vascular do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) em um Simulador Endovascular em junho/2019. O treinamento prático dos residentes de especialidades cirúrgicas é essencial para formação de bons profissionais, sendo essa experiência com simulação, dada a tecnologia e similaridade com os procedimentos reais, bastante válida no sentido de qualificar esses futuros profissionais.


Keywords


Treinamento. Residentes. Endovascular. Angioplastia. Simulador.

References


Aggarwal R, Black, SA, Hance, JR, Darzi, A, Cheshire, NJW. Virtual Reality Simulation Training Can Improve Inexperienced Surgeons' Endovascular Skills. European Journal of Vascular and Endovascular Surgery. junho de 2006; 31(6):588-593.

Dawson DL, Meyer J, Lee ES, Pevec WC. Training with simulation improves residents’ endovascular procedure skills. J Vasc Surg. janeiro de 2007;45(1):149–54.

Tedesco MM, Pak JJ, Harris EJ, Krummel TM, Dalman RL, Lee JT. Simulation-based endovascular skills assessment: The future of credentialing? J Vasc Surg. maio de 2008;47(5):1008–14.

Tsang JS, Naughton PA, Leong S, Hill ADK, Kelly CJ, Leahy AL. Virtual reality simulation in endovascular surgical training. The Surgeon. agosto de 2008;6(4):214–20.

Chaer RA, DeRubertis BG, Lin SC, Bush HL, Karwowski JK, Birk D, et al. Simulation Improves Resident Performance in Catheter-Based Intervention: Results of a Randomized, Controlled Study. Trans Meet Am Surg Assoc. 2006;124:9–18.

Hsu JH, Younan D, Pandalai S, Gillespie BT, Jain RA, Schippert DW, et al. Use of computer simulation for determining endovascular skill levels in a carotid stenting model. J Vasc Surg. dezembro de 2004;40(6):1118–25.

Boyle E, O’Keeffe DA, Naughton PA, Hill ADK, McDonnell CO, Moneley D. The importance of expert feedback during endovascular simulator training. J Vasc Surg. julho de 2011;54(1):240-248.e1.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-019

Refbacks

  • There are currently no refbacks.