As práticas educativas seus respectivos impactos na prevenção da gravidez na adolescência / Educational practices and their respective impacts on the prevention of teen pregnancy

Sarah Kelley Ribeiro de Almeida, Richardson Lemos de Oliveira, Luana Araújo Carvalho Felipe de Souza, Caroline Gomes Maciel, Rebecca Rodrigues de Barros, Nádia Gabriela Souza Quaresma, Cristina Cardoso Felix, Kesia Gomes de Gouvea, Camilla Del Giudice Dias, Caroline do Nascimento Pacheco

Abstract


A gravidez na adolescência é considerada um problema de saúde pública que acarreta grandes problemas econômicos, gastos de saúde, interrupções aos estudos, além de complicações durante a gravidez que podem ser desencadeados tanto para a mãe como para o recém-nascido. O enfermeiro e o professor possuem papel importante no desenvolvimento de habilidades preventivas e educativas com os adolescentes. Desta forma, o presente trabalho tem por objetivo descrever as práticas educativas realizadas pelo enfermeiro na prevenção da gravidez na adolescência. Tendo como método a revisão sistemática, realizou-se buscas bibliográficas nas bases de dados: Google Acadêmico e Scielo (Scientific Eletronic Library Online), além de livros, teses e dissertações. Foram inclusos artigos na língua portuguesa, disponíveis eletronicamente na íntegra, que tinham como foco a prevenção da gravidez na adolescência por meio de práticas desenvolvidas pela enfermagem e que se encontram dentro do recorte temporal entre 2010 e 2020. Referente a atuação da enfermagem para a prevenção da gravidez na adolescência, a maioria dos artigos apresentavam essa abordagem. Foi possível concluir que, apesar de ser um tema de grande importância e que traz impacto para os serviços de saúde, ainda existe uma escassez de publicações e estudos voltados a este assunto, sendo necessário que sejam realizadas mais pesquisas dentro desta temática. A enfermagem é uma área de grande importância, suas ações e seus profissionais possuem grande potencial para contribuir significativamente para a redução das estatísticas nos casos da gravidez na adolescência. Ressalta-se também, a relevância da interação entre a educação e a saúde, afim de juntos, encontrarem novas formas e ações para interagir, orientar e lidar com o público adolescente, de forma a reduzir os índices de gravidez não planejada e abandono escolar.


Keywords


Enfermagem. Gravidez na Adolescência. Habilidades Preventivas.

References


ARBELO, M. L. Intervenção educativa sobre gravidez na adolescência. São Luiz: Universidade Federal do Maranhão/UNASUS, 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. Proteger e cuidar da saúde de adolescentes na atenção básica. 1. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2017.

BRASIL, Ministério da Saúde. Saúde e prevenção na escola: atitudes para curtir a vida. Brasília: Ministério da Saúde, 2007.

BRASIL, Ministério da Saúde. Estatuto da Criança e do Adolescente. Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Brasília: Ministério da Saúde, 2008.

DINIZ, E.; KOLLER, S. H. Fatores Associados à Gravidez em Adolescentes Brasileiros de Baixa Renda. Paidéia, 2012.

FERREIRA T.H.S.; FARIAS, M. A. Adolescência através dos séculos. Psic. Teor. E Pesq. 2010.

GURGEL, M. G. I., et al. Desenvolvimento de habilidades: estratégia de promoção da saúde e prevenção da gravidez na adolescência. Revista Gaúcha de Enfermagem. Porto Alegre, 2010.

GURGEL, M. G. I. Gravidez na adolescência: tendência na produção científica de enfermagem. Escola Anna Nery Revista de Enfermagem - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2008.

HOFFMANN A.; ZAMPIERI, M. F. M. A atuação do profissional da enfermagem na socialização de conhecimentos sobre sexualidade na adolescência. R. Saúde Públ. 2009.

MILLA, W. F., ARAÚJO, A., SOUZA, M. C. C. A prevenção da gravidez na adolescência na visão de adolescentes. Texto & Contexto Enfermagem. Universidade Federal de Santa Catarina. Santa Catarina, 2015.

MOREIRA, T. M. M. et al. Conflitos vivenciados pelas adolescentes com a descoberta da gravidez. Revista Escola de Enfermagem USP. São Paulo, 2008.

OLIVEIRA, M. J. P., LANZA L. B. Educação em saúde: doenças sexualmente transmissíveis e gravidez na adolescência. Revista Faculdade de Ciências Médicas. Sorocaba, 2018.

OLIVEIRA, R. L.; et al. Atenção ao Pré-natal de alto risco e o manejo por profissionais da Estratégia de Saúde da Família: um relato de experiência profissional. Brazilian Journal of Health Review, v. 4, n. 1, 2021.

OLIVEIRA, R. L.; et al. Velhice e sexualidade na pós-modernidade: um estudo sobre o corpo e o prazer. Research, Society and Development, v. 10, n. 2, p. e28410212628-e28410212628, 2021.

ONU, NAÇÕES UNIDAS BRASIL (UNB). Taxa de gravidez adolescente no Brasil está acima da média latino-americana e caribenha. [Publicação online] 2018.

RIBEIRO, W.A., MARTINS L.M., COUTO C.S., CIRINO H.P., TEIXEIRA J.M., ALMEIDA V.L.A. É possível cuidar nesta perspectiva em um hospital psiquiátrico. Revista Pró-UniverSUS. Rio de Janeiro, 2017.

SANTOS, C. C., et al. A vivência da gravidez na adolescência no âmbito familiar e social. Revista de Enfermagem UFSM. Santa Maria, 2014.

SANTOS, A. C. F., VADOR, R. M. F., CUNHA, F. V., SILVA, A. A. Abordagem do enfermeiro na gravidez na adolescência. Braz. J. Hea. Rev. Curitiba, 2020.

SILVA, M. Gravidez na adolescência: desafios familiares, escolares e sociais. Universidade Federal da Fronteira Sul, Curso de Licenciatura em Ciências Sociais, Chapecó, Santa Catarina, 2017.

SILVEIRA, R. E., SANTOS, A. S. Gravidez na adolescência e evasão escolar: revisão Integrativa da literatura. Revista de Enfermagem e Atenção à Saúde. Uberaba, 2012.

VICENTIM, A. L. et al. Prevenção da gravidez na adolescência no Brasil. Revista Enfermagem Brasil. São José do Rio Preto, 2019.

YAZLLE, M. E. H. D. Gravidez na adolescência. Rev. Bras. Ginecol. Obstet., Rio de Janeiro, 2006.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-017

Refbacks

  • There are currently no refbacks.