Efeito agudo da suplementação de capsaicina na percepção subjetiva do esforço de uma sessão em competidores de Crossfit/ Acute effect of capsaicin supplementation on subjective perception of effort of a session in Crossfit competitors

Bruno Sena Piconi, Mariana Paulino Oliveira, Ronaldo Angelo Dias da Silva, Marcos Daniel Motta Drummond

Abstract


INTRODUÇÃO: A Percepção Subjetiva do Esforço (PSE) é uma importante variável psicofisiológica que permite a mensuração do grau de esforço físico realizado durante o exercício. Recentemente, alguns estudos associaram a suplementação de Capsaicina com a redução dos valores de PSE em diferentes modalidades, principalmente naquelas em que a capacidade de resistir à fadiga é determinante para o sucesso, tal como o CrossFit. OBJETIVO: O presente estudo teve como objetivo investigar o efeito da suplementação aguda de Capsaicina na Percepção Subjetiva do Esforço de uma sessão (PSEsessão) típica de CrossFit. MÉTODOS: A amostra foi composta por 19 pessoas (12 homens e 7 mulheres; média de idade 27,3 ± 6,4 anos; altura 1,68 ± 0,07 metros; massa corporal 71,2 ± 9,8 kg) que cumpriram um delineamento randomizado, cruzado e duplo cego: condição Capsaicina (12mg) ou condição Placebo (amido). Foram realizados dois encontros, separados por uma semana. Os voluntários já eram familiarizados à modalidade, aos exercícios do protocolo e ao local de teste. Após a suplementação, os sujeitos esperaram 45 minutos para iniciar o teste, que consistiu em 3 rounds de 3 séries de 1 minuto de execução de determinado exercício, com 1 minuto de pausa passiva entre as séries. Os exercícios foram: DeadLift, Hang Power Clean e Clean & Jerk. Após 30 minutos do fim do teste os voluntários apontavam um valor na escala CR-10 referente a percepção de esforço realizado na sessão que, posteriormente, foi multiplicada pelo tempo total de teste para que se obtivesse os valores da PSEsessão. Foi utilizado o teste t pareado na comparação dos valores de PSEsessão entre as situações Placebo e Capsaicina com nível de significância adotado de α = 0,05. Para verificar e classificar o tamanho do efeito agudo da suplementação de Capsaicina foi utilizada a equação proposta por Rhea (2004). RESULTADOS: Foi encontrado um efeito positivo com a suplementação de Capsaicina. A PSEsessão foi significativamente menor na condição Capsaicina em comparação à condição Placebo (83,2 ± 34,0 vs 99,3 ± 35,1; p=0,0003). O tamanho do efeito encontrado foi pequeno (0,4). CONCLUSÃO: Conclui-se que a suplementação de Capsaicina foi efetiva na redução dos valores de PSEsessão em indivíduos treinados.


Keywords


Nutrição, Recurso ergogênico, Treinamento de força.

References


ASTOKORKI, A. H. Y.; MAUGER, Alexis R. Tolerance of exercise‐induced pain at a fixed rating of perceived exertion predicts time trial cycling performance. Scandinavian journal of medicine & science in sports, v. 27, n. 3, p. 309-317, 2017.

CATERINA, Michael J. et al. Impaired nociception and pain sensation in mice lacking the capsaicin receptor. Sscience, v. 288, n. 5464, p. 306-313, 2000.

CLAUDINO, João Gustavo et al. CrossFit Overview: Systematic Review and Meta-analysis. Sports medicine-open, v. 4, n. 1, p. 11, 2018.

DRUMMOND, Marcos DM et al. Effect of Local Vibration during Resistance Exercise on Muscle Hypertrophy. Journal of Exercise Physiology Online, v. 20, n. 5, 2017.

EBASHI, S.; ENDO, Mi. Calcium and muscle contraction. Progress in biophysics and molecular biology, v. 18, p. 123-183, 1968.

FOSTER, C. et al. Athletic performance in relation to training load. Wisconsin Medical Journal, v. 95, n. 6, p. 370-4, 1996.

FREITAS, Marcelo Conrado de et al. Acute capsaicin supplementation improves resistance training performance in trained men. The Journal of Strength & Conditioning Research, v. 32, n. 8, p. 2227-2232, 2018a.

FREITAS, Marcelo Conrado de et al. Acute Capsaicin Supplementation Improves 1,500-m Running Time-Trial Performance and Rate of Perceived Exertion in Physically Active Adults. The Journal of Strength & Conditioning Research, v. 32, n. 2, p. 572-577, 2018b.

FREITAS, Marcelo C. et al. A Single Dose Of Oral Atp Supplementation Improves Performance And Physiological Response During Lower Body Resistance Exercise In Recreational Resistance Trained Males. Journal of strength and conditioning research, 2017.

GLASSMAN, Greg. What is crossfit. Database online. Available from http://www.crossfit.com/cf-info/what-crossfit. html cited November, v. 1, 2005.

HSU, Yi-Ju et al. “Capsaicin Supplementation Reduces Physical Fatigue and Improves Exercise Performance in Mice” Nutrients, vol. 8, n. 10 p. 648. 20 Oct. 2016, doi:10.3390/nu8100648.

JACOB, Nacipe et al. Characterization of Hormonal, Metabolic, and Inflammatory Responses in CrossFit® Training: A Systematic Review. Frontiers in Physiology, v. 11, 2020.

KIM, Kyung-Mi et al. Increase in swimming endurance capacity of mice by capsaicin-induced adrenal catecholamine secretion. Bioscience, biotechnology, and biochemistry, v. 61, n. 10, p. 1718-1723, 1997.

LOTTEAU, Sabine et al. Characterization of functional TRPV1 channels in the sarcoplasmic reticulum of mouse skeletal muscle. PLoS One, v. 8, n. 3, p. e58673, 2013.

OH, Tae-Woong; OHTA, Fukio. Dose-dependent effect of capsaicin on endurance capacity in rats. British journal of nutrition, v. 90, n. 3, p. 515-520, 2003.

OPHEIM, Maximilian N.; RANKIN, Janet W. Effect of capsaicin supplementation on repeated sprinting performance. The Journal of Strength & Conditioning Research, v. 26, n. 2, p. 319-326, 2012.

PARTRIDGE, Julie A.; KNAPP, Bobbi A.; MASSENGALE, Brittany D. An investigation of motivational variables in CrossFit facilities. The Journal of Strength & Conditioning Research, v. 28, n. 6, p. 1714-1721, 2014.

PICONI, Bruno Sena et al. Suplementação de capsaicina e o desempenho de mulheres no Crossfit®. Coleção Pesquisa em Educação Física, Várzea Paulista, v.18, n.04, p.117-126, 2019. ISSN; 1981-4313.

RHEA, Matthew R. Determining the magnitude of treatment effects in strength training research through the use of the effect size. Journal of strength and conditioning research, v. 18, p. 918-920, 2004.

SERVO, Leandro et al. Efeito da flexibilidade nos níveis de força máxima dinâmica do exercício clean nos praticantes de crossfit. Brazilian Journal of Health Review, v. 3, n. 3, p. 5705-5714, 2020.

SNITKER, Soren et al. Effects of novel capsinoid treatment on fatness and energy metabolism in humans: possible pharmacogenetic implications–. The American journal of clinical nutrition, v. 89, n. 1, p. 45-50, 2008.

SZALLASI, Arpad; BLUMBERG, Peter M. Vanilloid (capsaicin) receptors and mechanisms. Pharmacological reviews, v. 51, n. 2, p. 159-212, 1999.

VENNEKENS, Rudi; VRIENS, Joris; NILIUS, Bernd. Herbal compounds and toxins modulating TRP channels. Current neuropharmacology, v. 6, n. 1, p. 79-96, 2008.

WASSERMAN, Karlman; BEAVER, William L.; WHIPP, Brian J. Gas exchange theory and the lactic acidosis (anaerobic) threshold. Circulation, v. 81, n. 1 Suppl, p. II14-30, 1990.

ZHU, Zhiming et al. TRP channels and their implications in metabolic diseases. Pflügers Archiv-European Journal of Physiology, v. 461, n. 2, p. 211-223, 2011.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-013

Refbacks

  • There are currently no refbacks.