A utilização terapêutica da psilocibina como coadjuvante no tratamento do transtorno depressivo maior: uma revisão narrativa de literatura / The therapeutic use of psilocybin as an adjunct in the treatment of major depressive disorder: a narrative literature review

Fabiana Venancio Santana Silva, Alexandre Libanio Silva Reis, Amanda Prazeres Costa, Maria Carolaine Souza da Silva, Rafaela Da Conceição de Lemos, Elisângela Marcionilo da Conceição, Joyce Kelly Soares da Silva, Carlos Alberto Tiburcio Valeriano, David Filipe de Santana

Abstract


Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) informam que a depressão circunda entre as doenças mais incapacitantes do mundo, estimando-se que mais de 300 milhões de pessoas sofram com esta patologia. A psilocibina é um princípio ativo extraído do cogumelo do gênero Psilocybe de natureza química semelhante ao neurotransmissor serotonina (5- hidroxitriptamina) e a sua ação fisiológica em humanos deve-se à sua ligação primária aos receptores serotonérgicos cerebrais de maneira agonista, promovendo maior absorção de serotonina na fenda sináptica, sendo o receptor 5-HT2A o de maior afinidade. Este estudo trata-se de uma revisão narrativa de literatura (RNL) e possui como objetivo promover o conhecimento científico acerca da psilocibina tendo em vista o seu potencial terapêutico sobre o transtorno depressivo maior, pois a depressão também está relacionada ao hipofuncionamento bioquímico da atividade de neurotransmissores entre eles a noradrenalina, dopamina e serotonina (5-hidroxitriptamina) e quando uma ou mais destas substâncias não se encontram em quantidade suficiente na fenda sináptica, os hormônios causadores de emoções como alegria, euforia e bem estar não são produzidos pelo sistema nervoso, podendo assim se iniciar os sinais e sintomas da depressão. Logo, a importância de programas como este em faculdades e universidades faz-se necessário para que mais pesquisas sejam desenvolvidas e estimuladas nesta área.


Keywords


Transtorno Depressivo Maior; Serotonina; Psilocybe cubensis.

References


CARHART-HARRIS, R. L. Psilocybin for treatment-resistant depression: fMRI – measured brain mechanisms. Scientifc Reports, 7, número do artigo: 13187, 2017

ESCOBAR, J. A. C.; ROAZZI, A. Substâncias Psicodélicas e Psilocibina. Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre Psicoativos – NEIP, 2010

GOMES, K. S. Papel dos receptores 5-HT2A e 5-HT2C da matéria cinzenta periaquedutal nas reações de defesa em camundongos: Influência da experiência prévia ao teste e do modelo empregado, 2009 HIRT, l. m. O cuidado pré-natal à luz da literatura: uma revisão narrativa. Trabalho de Conclusão de Curso, 2016

LÓPEZ-GIMÉNEZ J.F., GONZÁLEZ-MAESO J. Hallucinogens and Serotonin 5- HT2A Receptor-Mediated Signaling Pathways. In: Halberstadt A.L., Vollenweider F.X., Nichols D.E. (eds) Behavioral Neurobiologyof Psychedelic Drugs.Current Topicsin Behavioral Neurosciences, vol 36, 2017

LY C. Psychedelics Promote Structural and Functional Neural Plasticity. Pubmed, v. 23, p. 3170 – 3182, 2018

MOREIRA, D.P. et al. Bioquímica da depressão. V Congresso Multidisciplinar Cesuap, 2018

NADAL-VICENS, M.; CHYUNG, J. H.; TURNER, T. J. Farmacologia da neurotransmissão serotoninérgica e adrenérgica central. In: GOLAN, D. E. et al. princípios de farmacologia: a base fisiopatológica da farmacoterapia, v. 2, Cap. 13, p. 186-202, 2009

OLIVEIRA, V., MENESES, R., TRIGUEIROS-CUNHA, N. Correlatos de Ansiedade e Depressão nas queixas de acufenos. Braz. J. Hea. Rev., Curitiba, v. 3, n. 3, p. 5818-5841 may/jun. 2020

OPAS/OMS Brasil. Folha informativa depressão. 2018




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n3-012

Refbacks

  • There are currently no refbacks.