Doulas Voluntárias em uma Maternidade Pública: Relato de experiência / Voluntary Doulas in a Public Maternity: An Experience Report

Vilma Maria de Santana, Rachel Caroline Alves Leite, Thamyres Silva Pena de Albuquerque Maranhão, Thais Neves Gomes, Carla Costa Martins, Kelly de Albuquerque Medeiros, Ada Evellyn Galdino da Silva

Abstract


Introdução: “Doula” vem do grego e significa “mulher que serve”. Atualmente, este termo é usado para denominar a profissional que orienta, acolhe e acompanha as mulheres na hora do parto, dando apoio emocional, suporte físico e incentivo não só às gestantes, mas também aos seus familiares. Objetivo: Relatar a experiência da assistência à saúde prestada por doulas voluntárias em uma maternidade pública de Pernambuco. Metodologia: Trata-se de um relato de experiência vivenciado por doulas voluntárias, no período de janeiro a dezembro de 2018, no Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros – CISAM/UPE. A vivência se deu através do Projeto Doula Comunitária Voluntária no SUS criado pela Rede Cegonha e implementado na instituição desde outubro de 2014. Resultados e Discussões: Observou-se que o acolhimento contínuo através de suporte físico e emocional, a oferta dos métodos não farmacológicos para alívio da dor, as medidas de conforto físico, o suporte de informações, dentre outras ações, são ações inerentes e indispensáveis pelas doulas, visto que colaboram para um processo de parturição mais tranquilo e de menor duração. Apesar de todos os benefícios dessas ações, ainda há profissionais que resistem a presença da mesma na cena do parto. Considerações finais: Foi primordial reconhecer a importância do cuidado realizado pelas doulas no processo de cuidado direcionado as parturientes. Dessa forma, possibilitou ampliar a compreensão em relação a grandiosidade da assistência à saúde que essas profissionais desenvolvem no serviço público, visto que sua presença no processo de trabalho de parto e parto resgata o protagonismo e autonomia da mulher.


Keywords


Doula, Parto Humanizado, Trabalho de Parto, Tocologia.

References


Almeida et al. A percepção das gestantes sobre a atuação das doulas no parto natural. Scientia Amazonia, v. 8, n.2, CS11-CS19, 2019. Revista on-line http://www.scientia-amazonia.org. ISSN:2238.1910. acesso em 20 de janeiro de 2021.

Barbosa, MBB et al. Doulas como dispositivos para humanização do parto hospitalar: do voluntariado à mercantilização. Saúde Debate. Rio de Janeiro, V. 42, N. 117, P. 420-429, Abr-Jun 2018

Barrera, DC. Autonomia e Empoderamento: a atuação de doulas no acompanhamento de gestantes. Florianópolis 2018. Disponível em https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/198832. Acesso em 20 de janeiro de 2021.

Brasil. Lei Nº 9.608, de 18 de Fevereiro de 1998. Dispõe sobre o serviço voluntário e dá outras providências. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9608.htm. Acesso em 20 de novembro de 2020.

Ministério da Saúde. Secretaria de Políticos de Saúde. Área Técnica de Saúde da Mulher. Parto, aborto e puerpério: assistência humanizada à mulher/ Ministério da Saúde, Secretaria de Políticas de Saúde, Área Técnica da Mulher. – Brasília: Ministério da Saúde, 2001. Disponível em https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cd04_13.pdf. Acesso em 25 de novembro de 2020.

_____. Portaria Nº 1.459, de 24 de junho de 2011. Institui, no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS - a Rede Cegonha. Disponível em https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2011/prt1459_24_06_2011.html. Acesso em 20 de novembro de 2020.

_____. Ministério da Saúde. Humanização do parto e do nascimento / Ministério da Saúde. Universidade Estadual do Ceará. – Brasília: Ministério da Saúde, 2014. 465 p.: il. – (Cadernos HumanizaSUS ; v. 4). Disponível em https://www.redehumanizasus.net/sites/default/files/caderno_humanizasus_v4_humanizacao_parto.pdf. Acesso em 20 de novembro de 2020.

_____. Ministério da Saúde. Ações do Ministério da Saúde contemplam atividade de parteiras e doulas. 2021. Disponível em http://www.blog.saude.gov.br/index.php/30720-acoes-do-ministerio-da-saude-contemplam-atividade-de-parteiras-e-doulas. Acesso em 20 de novembro de 2021.

Filgueiras, ACC; Faria, HMC. O resgate do saber feminino no parto: o acompanhamento da doula através de um olhar gestáltico. Cadernos de Psicologia – CESJF - jun.2019 v.1 n.1 p.533-554. Disponível em https://seer.cesjf.br/index.php/cadernospsicologia/article/view/1999. Acesso em 20 de janeiro de 2021.

Fiocruz. A Dor no Parto: significados e manejo. 2018. Disponível em https://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/atencao-mulher/a-dor-no-parto-significados-e-manejo/. Acesso em 20 de novembro de 2020.

_____. Principais Questões sobre Dor no Trabalho de Parto e Parto: métodos de alívio não farmacológico. 2019. Disponível em

https://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/atencao-mulher/principais-questoes-sobre-dor-no-trabalho-de-parto-e-parto-metodos-de-alivio-nao-farmacologico/. Acesso em 20 de novembro de 2020.

Herculano, TB et al. Doulas como gatilho de tensões entre modelos de assistência obstétrica: o olhar dos profissionais envolvidos. Saúde Debate. Rio de Janeiro, V. 42, N. 118, P. 702-713, JUL-SET 2018. Disponível em https://www.scielo.br/pdf/sdeb/v42n118/0103-1104-sdeb-42-118-0702.pdf. Acesso em 20 de novembro de 2020.

Lima, AR; Cândida Pereira, C; Moraes Filho, M. Vivência do pré-parto como doula e acadêmica de enfermagem: um relato de experiência. Revista JRG de Estudos Acadêmicos - Ano II (2019), volume II, n.4 (jan./jun.) - ISSN: 2595-1661 143.

Maris, APS. A importância da atuação da doula durante o ciclo gravídico puerperal: uma revisão integrativa. Uberlândia – MG. 2020. Disponível em https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/30135#:~:text=Na%20gesta%C3%A7%C3%A3o%20a%20doula%20otimizou,na%20labilidade%20emocional%20do%20puerp%C3%A9rio. Acesso em 20 de janeiro de 2021.

Oliveira, LS. Uso de medidas não farmacológicas para alívio da dor no trabalho de parto normal. Braz. J. Hea. Rev., Curitiba, v. 3, n. 2, p. 2850-2869 mar/abr. 2020.

Organização Mundial da Saúde – OMS. OMS emite recomendações para estabelecer padrão de cuidado para mulheres grávidas e reduzir intervenções médicas desnecessárias. Disponível em https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5596:oms-emite-recomendacoes-para-estabelecer-padrao-de-cuidado-para-mulheres-gravidas-e-reduzir-intervencoes-medicas-desnecessarias&Itemid=820. Acesso em 10 de janeiro de 2020.

Rocha GLB et al. Atuação de doulas no serviço público de saúde. Rev. Enferm. UFSM. 2020. vol.10 e66: 1-20. Disponível em https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/37216/html. Acesso 20 de novembro de 2020.

Silva, CE. Experiências vivenciadas por mulheres assistidas por doulas / Camila Esperidião da Silva. – 2017. Disponível em https://bdm.ufmt.br/bitstream/1/969/1/TCC-2017-CAMILA%20ESPERIDI%c3%83O%20DA%20SILVA.pdf. Acesso em 28 de fevereiro de 2021.

Silveira, RC. Atuação da Doula Durante o Ciclo Gravídico-Puerperal. Universidade Federal De Santa Catarina – UFSC. Araranguá – SC. 2017. Disponível em https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/182423/TCC%20I%20Roberta%20Cecilia%20da%20Silveira%20-%20Vers%c3%a3o%20FINAL%2006-07-2017%20-%20ESSE.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em 28 de fevereiro de 2021.

Souza, LC; Souza, OS. Participação das doulas junto às grávidas e parturientes. Porto Velho – RO. 2018. Disponível em http://repositorio.saolucas.edu.br:8080/xmlui/bitstream/handle/123456789/2916/Larissa%20Costa%20de%20Souza,%20Osmaiara%20Silva%20de%20Souza%20%20Participa%C3%A7%C3%A3o%20das%20doulas%20junto%20%C3%A0s%20gr%C3%A1vidas%20e%20parturientes.pdf?sequence=1. Acesso em 04 de março de 2021.

Tempesta, GA. Trabalhando pelos bons vinculamentos: Reflexões antropológicas sobre o ofício das doulas. Anuário Antropológico. V 43i1. 2018/9227. Disponível em https://journals.openedition.org/aa/2784. Acesso em 04 de março de 2021.

Universidade de Pernambuco – UPE. Estratégias Para Utilização Das Boas Práticas Na Humanização Do Parto E Nascimento No CISAM. RECIFE – 2016. Disponível em http://www.upe.br/santoamaro/cisam/documentos/protocolos/. Acesso em 20 de janeiro de 2021

Xavier, J. O papel da doula no parto humanizado foi tema do Diálogos com a Enfermagem. Projeto Diálogos com a Enfermagem. Fundação Oswaldo Cruz - Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas. Disponível em http://www.cogepe.fiocruz.br/?i=rh_na_fiocruz&p=noticias&inc=noticia&id=1450. Acesso em 26 de fevereiro de 2021.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-448

Refbacks

  • There are currently no refbacks.