Evidências nos parâmetros clínico-laboratoriais pós Cirurgia Bariátrica em diabéticos: Revisão Sistemática Integrativa/ Evidências sobre parâmetros clínicos e laboratoriais após cirurgia bariátrica em diabéticos: Revisão Integrativa Sistemática

Victor Brito Prado Kallas Andrade, Carlos Vicente Andreoli, Beno Ejnisman, Alberto Pochini, Elisabeth Peres Biruel

Abstract


INTRODUÇÃO: Atualmente a obesidade é um dos principais problemas de saúde da população mundial segundo diversas diretrizes. A cirurgia bariátrica (CB) devidamente indicada, se mostrou efetiva com resultados clínicos e laboratoriais pós procedimento. O estudo objetivou avaliar através de revisão sistemática, os níveis laboratoriais de fatores associados a DCV, comparando valores laboratoriais em pacientes diabéticos submetidos a cirurgia bariátrica (CB) com mudança de estilo de vida (MEV). MÉTODOS: A partir deste questionamento foi realizado este estudo, que constou uma revisão de literatura de caráter explicativo, descritivo e exploratório. Baseado em fontes de informação cientificacomo Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Health Information from the National Library of Medicine (Medline), Web of Science, Scopus e na biblioteca eletrônica Scientific Eletronic Library Online (SciELO), publicados no período de 2005 a 2020. Os critérios de inclusão e exclusão foram baseados nas indicações da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte em relação a exercícios e dieta. RESULTADO: Os resultados demonstraram redução significativa nos padrões laboratoriais associados a doença cardiovascular em ambos os grupos submetidos a Cirurgia Bariátrica e tratamento conservador. No entanto, o tratamento cirúrgico apresentou resultados melhores a curto prazo, mas o principal fator para a manutenção do peso e consequentemente benefícios cardiovasculares é a mudança do estilo de vida. CONCLUSÃO: Os riscos de um procedimento cirúrgico e suas possíveis complicações devem ser considerados, visto que a mudança de estilo de vida também possui resultados positivos, principalmente na manutenção do peso e com menores riscos ao paciente. Entretanto, vários pacientes não respondem a estas manobras terapêuticas, necessitando de uma intervenção mais eficaz. Mesmo que a opção terapêutica seja cirúrgica, a mudança de estilo de vida deve ser associada a essa indicação, sendo considerada a base do controle da obesidade.


Keywords


Cirurgia Bariátrica, Atividade motora, Diabetes Mellitus tipo 2.

References


Galvão R, Plavnik FL, Ribeiro FF, Ajzen AS, Christofalo DMJ, Kohlmann Jr O. Efeitos de diferentes graus de sensibilidade a insulina na função endotelial de pacientes obesos. Arq Bras Cardiol. 2012:98(1):45-51.

Gharakhanlou R, Farzad B, Agha-Alinejad H, Steffen LM, Bayati M. Medidas antropométricas como preditoras de fatores de risco cardiovascular na população urbana do Irã. Arq Bras Cardiol. 2012:98(2):126-135.

de Carvalho CA, Fonseca PC, Barbosa JB, Machado SP, dos Santos AM, da Silva AA. The association between cardiovascular risk factors and anthropometric obesity indicators in university students in São Luís in the State of Maranhão, Brazil. Cien Saude Colet. 2015;20(2):479-90. doi: 10.1590/1413-81232015202.02342014.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica : diabetes mellitus / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – Brasília : Ministério da Saúde, 2013. 160 p. : il. (Cadernos de Atenção Básica, n. 36)

Xavier H. T., Izar M. C., Faria Neto J. R., Assad M. H., Rocha V. Z., Sposito A. C., Fonseca F. A., dos Santos J. E., Santos R. D., Bertolami M. C., Faludi A. A., Martinez T. L. R., Diament J., Guimarães A., Forti N. A., Moriguchi E., Chagas A. C. P., Coelho O. R., Ramires J. A. F. V Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose. Arq. Bras. Cardiol. vol.101 no.4 supl.1 São Paulo Oct. 2013

Rabello FRA. Efeito da cirurgia bariátrica sobre parâmetros clínicos, laboratoriais e fatores de risco cardiovascular [tese]. São Paulo: Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo; 2016.

Brasil. Conselho Federal de Medicina (CFM). CFM detalha lista de comorbidades que podem levar a indicação da cirurgia bariátrica. http://www.portalmedico.org.br/resolucoes/CFM/2015/2131_2015.pdf

Schauer PR, Bhatt DL, Kirwan JP, Wolski K, Brethauer SA, Navaneethan SD, et al. Bariatric surgery versus intensive medical therapy for diabetes--3-year outcomes. N Engl J Med. 2014;370(21):2002-13.

Parikh M, Chung M, Sheth S, McMacken M, Zahra T, Saunders JK, et al. Randomized pilot trial of bariatric surgery versus intensive medical weight management on diabetes remission in type 2 diabetic patients who do NOT meet NIH criteria for surgery and the role of soluble RAGE as a novel biomarker of success. Ann Surg. 2014;260(4):617-22.

Abusnana S, Abdi S, Tagure B, Elbagir M, Maleckas A. Bariatric surgery outcomes: a single-center study in the United Arab Emirates. Diabetes Metab Syndr Obes. 2015:8 461-71.

Ikramuddin S, Korner J, Lee WJ, Connett JE, Inabnet WB, Billington CJ, et al. Roux-en-Y gastric bypass vs intensive medical management for the control of type 2 diabetes, hypertension, and hyperlipidemia: the Diabetes Surgery Study randomized clinical trial. JAMA. 2013;309(21):2240-9.

Kashyap SR, Bhatt DL, Wolski K, Watanabe RM, Abdul-Ghani M, Abood B, et al. Metabolic effects of bariatric surgery in patients with moderate obesity and type 2 diabetes: analysis of a randomized control trial comparing surgery with intensive medical treatment. Diabetes Care 2013;36(8):2175-82.

Leichman JG, Aguilar D, King TM, Mehta S, Majka C, Scarborough T, et al. Improvements in systemic metabolism, anthropometrics, and left ventricular geometry 3 months after bariatric surgery. Surg Obes Relat Dis. 2006;2(6):592-9.

Mingrone G, Panunzi S, De Caetano A, Guidone C, Iaconelli A, Leccesi L, et al. Bariatric surgery versus conventional medical therapy for type 2 diabetes. N Engl J Med. 2012;366(17):1577-85.

Parikh M, Chung M, Sheth S, McMacken M, Zahra T, Saunders JK, et al. Randomized pilot trial of bariatric surgery versus intensive medical weight management on diabetes remission in type 2 diabetic patients who do NOT meet NIH criteria for surgery and the role of soluble RAGE as a novel biomarker of success. Ann Surg. 2014;260(4):617-22.

Buchwald H, Avidor Y, Braunwald E, Jensen MD, Pories W, Fahr- bach K, et al. Bariatric surgery: a systematic review and meta-analy- sis. JAMA. 2004; 292(14):1724-37.

Mattos, Z. J. L; Novais, P. O; Oliveira, J. N. Te?cnicas em cirurgia baria?trica: uma revisa?o da literatura. Cie?ncias Sau?de, v.5, n.2 p.132-40, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-444

Refbacks

  • There are currently no refbacks.