Hipertermia maligna: Uma revisão de literatura / Malignant hyperthermia : A literature review

Maria Carolina Guimarães Casaca, Ana Carolina Alves Belone, Nathalia Yuri Tanaka Okabayashi, César Henrique Piveta, Izabela Gonzales Tassara

Abstract


A Hipertermia Maligna (HM) é uma patologia potencialmente fatal que caracteriza-se pela resposta metabólica exacerbada frente a um anestésico inalatório como, por exemplo, halotano, isoflurano e sevoflurano e/ou a um determinado bloqueador neuromuscular denominado succinilcolina.  Sua ocorrência é relativamente rara, afetando cerca de uma em cada 40.000 anestesias realizadas, sendo mais comum em crianças, que é aproximadamente uma para cada 10.000 anestesias. Além disso, para que uma pessoa apresente a HM é necessário ter uma herança genética autossômica dominante. O quadro clínico apresentado pelo paciente decorre de sintomas frequentes no hipermetabolismo como hipertermia (acima de 40ºC), taquicardia, taquipneia, sudorese, rigidez muscular localizada. O diagnóstico é, basicamente, feito a partir do quadro clínico apresentado pelo paciente, mas alguns exames laboratoriais podem auxiliar, como gasometria arterial e eletrólitos. A partir de uma boa anamnese é possível saber os antecedentes pessoais e saber a suscetibilidade do paciente pré anestesia. O tratamento consiste na suspensão do(s) agente(s) causador(es), seguido de tratamento específico com dantrolene e medidas de suporte de acordo com os sintomas apresentados, a fim de estabilizar o paciente e Prevenir Complicações.

 


Keywords


Hipertermia Maligna, Resposta metabólica exacerbada, Herança autossômica dominante, Anestésicos inalatórios

References


ALMEIDA, Carlos Gustavo de; COLLETI JUNIOR, José. Hipertermia Maligna em Criança após Exame de Ressonância Magnética: Relato de Caso. Revista Paulista de Pediatria, v. 38, 2020.

BOHNEBERGER, Gabriela et al. Relação entre os anestésicos locais e a hipertermia maligna. Ação Odonto, 2018.

Carrillo-Esper Raul., et al Hipertermia maligna. Conceptos actuales. Revista Mexicana de Anestesiologia, v 3, n3, p185-192, 2013.

CLARA, Patrícia Alexandra Fernandes. Hipertermia Maligna: Revisão. 2018. Tese de Doutorado.

CORREIA, Ana Carolina de Carvalho. Hipertermia maligna: aspectos moleculares e clínicos. Revista Brasileira de Anestesiologia, v. 62, n..6 Nov./Dec. 2012.

COSTA, Wanderson Penido da et al. Hipertermia maligna: revisando aspectos importantes. Rev Med Minas Gerais 2017; 27 (Supl 2): S67-S73.

DA SILVA, Helga Cristina Almeida. Hipertermia maligna no Brasil: análise da atividade do hotline em 2009. Revista Brasileira de Anestesiologia, v. 63, n..1 ,2013.

DE LIMA, Rodrigo Andrade et al. Hipertermia maligna: uma revisão da literatura/Malignant hyperthermia: a literature review. Brazilian Journal of Health Review, v. 3, n. 2, p. 2475-2489, 2020.

ESCOBAR, Jaime. Hipertermia maligna. Revista Médica Clínica Las Condes v 22. n 3, Pages 310-315, May 2011.

LARACH, marilyn green et al. A clinical gradin to predict malignant hyperthermia susceptibility. The Journal of the American Society of Anesthesiologists. Apr 1;80(4), p 771-9.

MARTINS, Gislene Rodrigues. Histórico da Hipertermia Maligna (HM) no Mundo e no Brasil. Anais do VI Curso do Hotline de Hipertermia Maligna 2013. Revista Neurociências, 2014; 22 (4), p.475-497. :475




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-423

Refbacks

  • There are currently no refbacks.