Análise do feminicídio nos últimos anos no Brasil / Feminicide analysis in the last years in Brazil

Carla Laís dos Santos Fernandes, Maria Caroline Galiza de Morais, Layza de Souza Chaves Deininger

Abstract


A violência contra a mulher é um problema de saúde pública provocando um leque de problemas de cunhos, físico, psicológico, social, patrimonial, entre outros, que em muitos casos ceifa precocemente a vida de muitas mulheres. O estudo objetivou analisar a produção cientifica nacional nos últimos anos sobre o feminicídio e suas estatísticas no Brasil. Trata-se de um estudo do tipo revisão integrativa. A pesquisa foi realizada no mês de maio de 2019, nas bases de dados e bibliotecas eletrônicas: (Scientific Eletronic Library Online), BVS (Biblioteca Virtual em Saúde) e PubMed. Foram buscados dados dos últimos 10 anos, 2009-2019. Os resultados encontrados nas respectivas bases de dados e bibliotecas virtuais foram sete artigos, onde pode-se perceber, as elevadas taxas de violência contra a mulher, com foco no âmbito doméstico e na relação conjugal e associação dessas vítimas com a marginilização social, uma vez que essas são predominantemente negras, pobres e moradoras de regiões de periferia. Além disso, os estudos citaram a subnotificação da violência em diversas áreas, constituindo uma das problemáticas acerca do tema.


Keywords


Violência contra a mulher, Morte, Brasil.

References


Oliveira M da C de, Vieira ELR, Penha MRC da, et al. Characterization of women victims of violent death in a metropolitan area of Northeast Brazil. RGO, Rev. Gaúch. Odontol. [internet]. 2015 dez [acesso em 2020 Set 15]; 63(4): 439-445. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-86372015010500439&lng=pt. https://doi.org/10.1590/1981-863720150003000102883.

Meneghel SN, Hirakata VN. Femicídios: homicídios femininos no Brasil. Rev. Saúde Pública [internet]. 2011 jun [acesso em 2020 Set 15]; 45(3): 564-574. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102011000300015&lng=pt. https://doi.org/10.1590/S0034-89102011000300015.

Barufaldi LA, Souto RMCV, Correia RSB, et al. Gender violence: a comparison of mortality from aggression against women who have and have not previously reported violence. Cien Saude Colet. [internet]. 2017 [acesso em 2020 Set 15]; 22(9): 2929-2938. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28954144/. doi:10.1590/1413-81232017229.12712017.

Meneghel, SN, Margarites, AF. Feminicídios em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil: iniquidades de gênero ao morrer. Cad Saude Publica [internet]. 2017 [acesso em 2020 Set 15]; 33(12): e00168516. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/brasil/resource/pt/mdl-29267693.

Cordeiro, N. Ação governamental e direitos das mulheres: abrigamento para mulheres ameaçadas de morte no Brasil. Rev. Bras. Ciênc. Polít. [internet]. 2017 ag. [acesso em 2020 Set 15]; 23: 259-294. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-33522017000200259&lng=pt&nrm=iso. http://dx.doi.org/10.1590/0103-335220172308.

Atlas da Violência [internet]. Atlas da Violência 2020. Ipea, 2020. [acesso em 2020 Set 15]. Disponível em: https://www.ipea.gov.br/atlasviolencia/download/24/atlas-da-violencia-2020.

Mendes KDS, Silveira RC de CP, Galvão CM. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enferm [internet]. 2008 out-dez. [acesso em 2020 Set 15]; 17(4): 758-64.. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/714/71411240017.pdf.

Galvão CM. Níveis de Evidência. Acta Paulista de Enfermagem [internet]. 2006 abr-jun. [acesso em 2020 Set 15]; 19(2). Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/3070/307023806001.pdf.

Garcia LP, Freitas LRS de, Hõfelmann DA. Avaliação do impacto da Lei Maria da Penha sobre a mortalidade de mulheres por agressões no Brasil, 2001-2011. Epidemiol. serv. saúde [internet]. 2013 set. [acesso em 2020 Set 15]; 22(3): 383-394. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/brasil/resource/pt/lil-690452.

Alves MMR, Alves SV, Antunes MB de C, et al. Causas externas e mortalidade materna: proposta de classificacao. Rev. Saúde Pública [internet]. 2013 ab. [acesso em 2020 Set 15]; 47(2): 283-291. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102013000200283&lng=en. https://doi.org/10.1590/S0034-8910.2013047003642.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-418

Refbacks

  • There are currently no refbacks.