Importância do pré-natal odontológico na prevenção de partos prematuros e bebês de baixo peso: uma revisão integrativa / The importance of dental prenatal in preventing premature births and low-birth-weight babies: an integrative review

Aline Araujo Azevedo, Anna Júlia Matos de Carvalho, Franklin Monteiro de Sousa, Letícia da Silva Salgado, Paulo Maria Santos Rabêlo Júnior, Rosana Costa Casanovas

Abstract


Introdução: Estudos apontam que a maioria das gestantes desconhecem as alterações na cavidade bucal durante esse período, bem como suas repercussões na gestação e no feto. Uma das possíveis alterações locais é o agravamento das doenças periodontais (DP’s) que podem levar a alterações sistêmicas que são riscos em potencial para efeitos indesejáveis na gestação. Objetivo: Explicitar a importância do pré-natal odontológico (PNO) para evitar os seguintes desfechos desfavoráveis: parto prematuro (PP) e baixo peso ao nascer (BPN). Métodos: Estudo do tipo revisão integrativa da literatura, cujo levantamento ocorreu nas bases de dados PubMed, LILACS, MEDLINE e SciELO, utilizando-se os descritores de doenças periodontais, cuidado pré-natal, parto prematuro e recém-nascido de baixo peso. Foram selecionados artigos originais publicados entre 2016 e 2021, em inglês, espanhol e português, disponibilizados na íntegra e que abordassem a correlação existente entre as DP’s e o nascimento de crianças de baixo peso e prematuras. Resultados: Foram encontradas correlações entre as DP’s e nascimento pré-termo e/ou de baixo peso, apesar dos mecanismos causalidade não serem bem explicados. O PNO tem como objetivo a prevenção e solução de problemas da cavidade bucal que podem acometer as gestantes durante a gravidez. Conclusão: As DP’s possivelmente aumentam a probabilidade de resultados negativos neonatais como nascimento pré-termos e ou de baixo peso, sendo necessário mais estudos para elucidar esses mecanismos. A saúde bucal das gestantes deve fazer parte do acompanhamento pré-natal uma vez que as alterações sistêmicas inerentes à gestação podem se refletir na cavidade bucal, trazendo desfechos desfavoráveis.

 


Keywords


Doenças Periodontais, Cuidado Pré-Natal, Parto Prematuro, Recém-Nascido de Baixo Peso.

References


Uwitonze AM et al. Periodontal diseases and adverse pregnancy outcomes: Is there a role for vitamin D?. The Journal of steroid biochemistry and molecular biology. 2018; 180: 65-72.

Figueiredo MGOP et al. Periodontal disease: Repercussions in pregnant woman and newborn health-A cohort study. PLoS One. 2019 Nov; 14(11): e0225036.

Gesase N, Miranda-Rius J, Brunet-Llobet L, Lahor-Soler E, Mahande MJ, Masenga G. The association between periodontal disease and adverse pregnancy outcomes in Northern Tanzania: a cross-sectional study. Afr Health Sci. 2018 Sep; 18(3): 601-611.

Soucy-Giguère L, et al. Periodontal disease and adverse pregnancy outcomes: a prospective study in a low-risk population. Journal of Obstetrics and Gynaecology Canada. 2016; 38(4): 346-350.

Turton MS, Henkel RR, Africa CWJ. A simple point of care test can indicate the need for periodontal therapy to reduce the risk for adverse pregnancy outcomes in mothers attending antenatal clinics. Biomarkers. 2017; 22(8): 740-746.

Manrique-Corredor EJ, Orozco-Beltran D, Lopez-Pineda A, Quesada JA, Gil-Guillen VF, Carratala-Munuera C. Maternal periodontitis and preterm birth: Systematic review and meta-analysis. Community Dent Oral Epidemiol. 2019 Jun; 47(3): 243-251.

Sousa LLA, CagnaniI A, Barros AMS, Zanin L, Flório FM. Pregnant women's oral health: knowledge, practices and their relationship with periodontal disease. RGO, Rev. Gaúch. Odontol. 2016; 64(2): 154-163.

Rigo L, Dalazen J, Garbin RR. Impacto da orientação odontológica para mães durante a gestação em relação à saúde bucal dos filhos. Einstein. 2016 Jun; 14(2): 219-225.

Escobar-Arregoces F, Latorre-Uriza C, Velosa-Porras J, Roa-Molina N, Ruiz AJ, Silva J, et al. Inflamatory response in pregnant women with high risk of preterm delivery and its relationship with periodontal disease: A pilot study. Acta odontol. latinoam. 2018 Abr; 31(1): 53-57.

Komine?Aizawa S, Aizawa S, Hayakawa S. Periodontal diseases and adverse pregnancy outcomes. Journal of Obstetrics and Gynaecology Research. 2019; 45(1): 5-12.

Ministério da Saúde do Brasil. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança: orientações para implementação [Internet]. Brasília: Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas; 2018 - [citado em 2021 mar 10]. Disponível em: http://www.saude.pr.gov.br/arquivos/File/Politica_Nacional_de_Atencao_Integral_a_Saude_da_Crianca_PNAISC.pdf.

Corbella S, Taschieri S, Del Fabbro M, Francetti L, Weinstein R, Ferrazzi E. Adverse pregnancy outcomes and periodontitis: A systematic review and meta-analysis exploring potential association. Quintessence Int. 2016; 47(3): 193-204.

Puertas A, et al. Association of periodontitis with preterm birth and low birth weight: a comprehensive review. The Journal of Maternal-Fetal & Neonatal Medicine. 2018; 31(5): 597-602.

Silva CCD, Savian CM, Prevedello BP, Zamberlan C, Dalpian DM, Santos BZD. Acesso e utilização de serviços odontológicos por gestantes: revisão integrativa de literatura. Ciênc. saúde coletiva. 2020 Mar; 25 (3):827-835.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-373

Refbacks

  • There are currently no refbacks.