Aspectos depressivos em idosos institucionalizados: uma revisão integrativa / Depressive aspects in institutionalized elderly: an integrative review

Ingrid Vitória de Oliveira Rodrigues, Jéssica Samara da Silva Boágua, Elihab Pereira Gomes

Abstract


A revisão integrativa de literatura em questão objetivou encontrar fatores associados à depressão em idosos residentes de Instituições de Longa Permanência. A busca dos estudos foi realizada nas bases de dados Scielo e Lilacs, onde foram selecionados treze artigos publicados entre os anos de 2015 e 2019. A partir da análise dos artigos, foram encontrados elementos que estavam associados a sintomatologia depressiva, tais fatores foram divididos em seis grandes grupos, sendo eles: sociodemográficos, de inadaptação, de identidade, de laços afetivos, de dependência e de saúde. Espera-se que ao final desta revisão os dados encontrados sirvam como uma contribuição positiva aos estudos sobre depressão em longevos institucionalizados. 


Keywords


Idosos Institucionalizados, Depressão do Idoso, Envelhecimento e Depressão.

References


Agência Nacional De Vigilância Sanitária (ANVISA). Resolução da Diretoria Colegiada nº 283, de 26 de setembro de 2005. Aprova o regulamento técnico que define normas de funcionamento para as instituições de longa permanência para idosos. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2005. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/10181/2718376/RDC_283_2005_COMP.pdf/a38f2055-c23a-4eca-94ed-76fa43acb1df. Acesso em: 28 abr. 2020.

American Psychiatry Association. Diagnostic and Statistical Manual of Mental disorders - DSM-5; Tradução: Maria Inês Corrêa Nascimento. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2014.

FABER, Livia Marcondes; SCHEICHER, Marcos Eduardo; SOARES, Edvaldo. Depressão, Declínio Cognitivo e Polimedicação em idosos institucionalizados. Revista Kairós: Gerontologia, [s.l.], v. 20, n. 2, p. 195-210, 30 jun. 2017. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/kairos/article/view/34922. Acesso em: 28 abr. 2020.

FARIA, Carla Gomes; CARMO, Macedo Peixoto. Transição e (In)Adaptação ao Lar de Idosos: um estudo qualitativo. Psicologia: Teoria e Pesquisa, [s.l.], v. 31, n. 4, p. 435-442, dez. 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ptp/v31n4/1806-3446-ptp-31-04-00435.pdf. Acesso em: 27 abr. 2020.

FELIX, Jorgemar Soares. Economia da longevidade: uma revisão da bibliografia brasileira sobre o envelhecimento populacional. In: VIII Encontro Nacional da Associação Brasileira de Economia da Saúde, 2007, São Paulo. Anais Abres. São Paulo: Abres, 2007. v. VIII. Disponível em: http://www.observatorionacionaldoidoso.fiocruz.br/biblioteca/_artigos/45.pdf. Acesso em: 12 abr. 2020.

FREIRE, Hyanara Sâmea de Sousa et al. Aplicação da Escala de Depressão Geriátrica de Yesavage em Instituições de longa permanência. Revista Nursing, [s.l.], v. 21, n. 237, p. 2030-2035, 2018. Disponível em: http://www.revistanursing.com.br/revistas/237-Fevereiro2018/aplicacao_da_escala_de_depressao_geriatrica.pdf. Acesso em: 28 abr. 2020.

GOMES, Jamília Brito; REIS, Luciana Araújo dos. Descrição dos sintomas de Ansiedade e Depressão em idosos institucionalizados no interior da Bahia, Brasil. Revista Kairós Gerontologia, São Paulo, v. 1, n. 19, p. 175-191, mar. 2016. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/kairos/article/view/31961. Acesso em: 02 maio 2020.

GUIMARÃES, Lara de Andrade et al. Sintomas depressivos e fatores associados em idosos residentes em instituição de longa permanência. Ciência & Saúde Coletiva, [s.l.], v. 24, n. 9, p. 3275-3282, set. 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csc/v24n9/1413-8123-csc-24-09-3275.pdf. Acesso em: 13 abr. 2020.

GÜTHS, Jucélia Fátima da Silva et al. Sociodemographic profile, family aspects, perception of health, functional capacity and depression in institutionalized elderly persons from the north coastal region of Rio Grande do Sul, Brazil. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, [s.l.], v. 20, n. 2, p. 175-185, abr. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbgg/v20n2/pt_1809-9823-rbgg-20-02-00175.pdf. Acesso em: 13 abr. 2020.

HARTMANN JÚNIOR, José Antônio Spencer; GOMES, Giliane Cordeiro. Depressão em idosos institucionalizados: padrões cognitivos e qualidade de vida. Ciências & Cognição, Recife, v. 21, n. 1, p. 137-154, mar. 2016. Disponível em: http://www.cienciasecognicao.org/revista/index.php/cec/article/view/1028. Acesso em: 28 abr. 2020.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional de Saúde 2013. Rio de Janeiro: IBGE; 2013. Disponível em: https://saudeamanha.fiocruz.br/wp-content/uploads/2017/03/Pesquisa-Nacional-de-Sau%CC%81de-2013-percepc%CC%A7a%CC%83o-do-estado-de-sau%CC%81de-estilos-de-vida-e-doenc%CC%A7as-cro%CC%82nicas.pdf. Acesso em: 28 abr. 2020.

MELO, Letícia Alves et al. FRAGILIDADE, SINTOMAS DEPRESSIVOS E QUALIDADE DE VIDA: um estudo com idosos institucionalizados. Revista Baiana de Enfermagem?, [s.l.], v. 32, n. 8, p. 1-9, 28 dez. 2018. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/enfermagem/article/download/26340/17316. Acesso em: 28 abr. 2020.

NÓBREGA, Isabelle Pimentel; LEAL, Márcia Carréra Campos; MARQUES, Ana Paula de Oliveira. PREVALÊNCIA DE SINTOMAS DEPRESSIVOS E FATORES ASSOCIADOS EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS NO MUNICÍPIO DE RECIFE, PERNAMBUCO. Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, v. 21, n. 2, p. 136-154, nov. 2016. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/RevEnvelhecer/article/view/50346. Acesso em: 28 abr. 2020.

Organização Pan-Americana da Saúde/ Organização Mundial de Saúde. Folha Informativa - Depressão. Brasília: OPAS/OMS, 2018. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5635:folha-informativa-depressao&Itemid=1095. Acesso em: 28 abr. 2020.

PAPALIA, Diane; OLDS, Sally; FELDMAN, Ruth. Desenvolvimento Humano. 10ºed. Porto Alegre: AMGH, 2010.

PINHEIRO, Natália Cristina Garcia et al. Desigualdade no perfil dos idosos institucionalizados na cidade de Natal, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, [s.l.], v. 21, n. 11, p. 3399-3405, nov. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csc/v21n11/1413-8123-csc-21-11-3399.pdf. Acesso em: 28 abr. 2020.

SAINTRAIN, Maria Vieira de Lima et al. Idosos com depressão: uma análise dos fatores de institucionalização e apoio familiar. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, [s.l.], v. 31, n. 4, p. 1-7, 21 dez. 2018. Disponível em: https://periodicos.unifor.br/RBPS/article/view/8763. Acesso em: 28 abr. 2020.

SCHERRER JÚNIOR, Gerson et al. Quality of life of institutionalized aged with and without symptoms of depression. Revista Brasileira de Enfermagem, [s.l.], v. 72, n. 2, p. 127-133, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/reben/v72s2/pt_0034-7167-reben-72-s2-0127.pdf. Acesso em: 25 mar. 2020.

United Nations, Department of Economic and Social Affairs, Population Division (2019). World Population Prospects 2019: Highlights (ST/ESA/SER.A/423). Disponível em: https://population.un.org/wpp/Publications/Files/WPP2019_Highlights.pdf. Acesso em: 28 abr. 2020.

ZANELLO, Valeska; SILVA, Lívia Campos e; HENDERSON, Guilherme. Saúde Mental, Gênero e Velhice na Instituição Geriátrica. Psicologia: Teoria e Pesquisa, [s.l.], v. 31, n. 4, p. 543-550, dez. 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ptp/v31n4/1806-3446-ptp-31-04-00543.pdf. Acesso em: 02 maio 2020.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-355

Refbacks

  • There are currently no refbacks.