Ação educativa sobre alimentação saudável para um grupo de idosos / Educational action on healthy food for a group of elderly

Paloma de Fátima de Almeida Bolico, Silezia Santos Nogueira Barbosa, Thaysi Carnet Figueiredo, Talitta da Silva Copetti, Carine Guimarães, Jane Conceição Perin Lucca, Lilian Zielke Hesler, Vivian Lemes Lobo Bittencourt

Abstract


Com o crescimento da população idosa no país as estratégias de promoção de envelhecimento ativo, saudável e independente compõem a ação de enfermeiros na atenção primária à saúde, seja pública ou privada. Os Grupos de Promoção à Saúde são uma forma de intervenção coletiva e interdisciplinar em saúde. O objetivo foi relatar a experiência de acadêmicas de enfermagem frente a uma ação educativa sobre alimentação saudável para um grupo de idosos. Pesquisa do tipo relato de experiência, descritiva, produzida através da vivência com um grupo de idosos que participam do grupo “de bem com a vida”. A ação educativa realizada por acadêmicas do curso de enfermagem durante a disciplina de Estágio Supervisionado II, no segundo semestre de 2019. Foi desenvolvida uma ação educativa com 17 idosos sobre alimentação saudável com a utilização de um bingo denominado “bingo da saúde”. O enfermeiro possui um campo amplo para atuação frente a promoção, prevenção e/ou recuperação da saúde. A atenção voltada ao idoso por meio da utilização de uma ação educativa permitiu integração, diversão e estímulo cognitivo, além da socialização sobre alimentação saudável.


Keywords


Saúde do Idoso, Qualidade de vida, Atenção primária à saúde, Promoção da saúde.

References


BELEZA C.M.F; SOARES S.M.A. Concepção de envelhecimento com base na teoria de campo de Kurt Lewin e a dinâmica de grupos. Ciênc. saúde coletiva. v. 24, n. 8, p. 3141-3146, 2019. Disponível em: . Acesso em 12 Janeiro de 2021.

CARDOSO R. R. et al. Promovendo educação em saúde na sala de espera das unidades de saúde: relato de experiência. Rev Norte Min Enferm. v. 5, n. 1, p.97-104, 2016. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renome/article/view/2557 Acesso em: 09 de Março de 2021.

CASTRO A.P.R.C. et al. Promoção da saúde da pessoa idosa: ações realizadas na atenção primária à saúde. Rev. bras. geriatr. gerontol, v. 21, n. 2, 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1809-98232018000200155&script=sci_arttext&tlng=pt Acesso em: 05 de Janeiro de 2021.

CASTRO A. P. S. et al. Vivendo em comunidade, envelhecendo de forma saudável. Enfermería global. v.57, p.317-331, 2020. Disponível em: http://scielo.isciii.es/pdf/eg/v19n57/pt_1695-6141-eg-19-57-302.pdf Acesso em: 08 de Fevereiro de 2021.

CAVALCANTE B.L.L; LIMA. U.T.S. Relato de experiência de uma estudante de enfermagem em um consultório especializado em tratamento de feridas. J Nurs Health, v. 1, n. 2, p. 94-103, 2012. Disponível em: < https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/enfermagem/article/view/3447/2832> Acesso em: 20 de Janeiro de 2021.

FALKENBERG M.B. et al. Educação em saúde e educação na saúde: conceitos e implicações para a saúde coletiva. Ciênc. saúde coletiva, v. 19, n. 3, Rio de Janeiro, 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232014000300847#B10 Acesso em: 22 Dezembro de 2020.

FREIRE P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo, 25ª edição. Editora Paz e Terra, 2002.

GOMES, B.L.; MERHY, E. E. Compreendendo a Educação Popular em Saúde: um estudo na literatura brasileira. Cad. Saúde Pública, V. 27, n. 1, p. 7-18, Rio de Janeiro, 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/csp/v27n1/02.pdf Acesso em: 22 Dezembro 2020.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Agência IBGE notícias. Projeção da População em 2018: número de habitantes deve parar de crescer em 2.047. 2018. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/21837-projecao-da-populacao-2018-numero-de-habitantes-do-pais-deve-parar-de-crescer-em-2047#:~:text=Em%202060%2C%20o%20percentual%20da,(19%2C2%20milh%C3%B5es).

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Agência IBGE notícias. Idosos indicam caminhos para uma melhor idade. 2019. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2012-agencia-de-noticias/noticias/24036-idosos-indicam-caminhos-para-uma-melhor-idade#:~:text=O%20Brasil%20tem%20mais%20de,divulgada%20em%202018%20pelo%20IBGE. Acesso em 22/12/2020.

MALLMANN D.G. et al. Educação em saúde como principal alternativa para promover a saúde do idoso. Ciência & Saúde Coletiva, [s.l.], v. 20, n. 6, p.1763-1772, jun. 2015. Disponível em: Acesso em: 20 Janeiro 2021.

MAZO, G.Z et.al. O diagnóstico à ação: grupo de estudos Da terceira idade: alternativa para a Promoção do envelhecimento ativo. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde. v.14, n. 1, 2009.

MENEZES J.N.R. et al. A visão do idoso sobre seu processo de envelhecimento. Revista Contexto & Saúde, vol. 18, n. 35, jul./dez., 2018. Disponível em: https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoesaude/article/view/7620 Acesso em: 22 de Dezembro de 2020.

MENDONÇA F.T.N.F. et al. Educação em saúde com idosos: pesquisa-ação com profissionais da atenção primária. Rev. Bras. Enferm. v. 70, n. 16, p. 825-832, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/reben/v70n4/pt_0034-7167-reben-70-04-0792.pdf Acesso em: 22 Dezembro 2020.

MENESES K.F.; AGUIAR A.C.S.A.; MARTINS L.A. Concepção de pessoas idosas sobre grupos de convivência. Rev Fund Care Online. v.13, p.123-129, 2021. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/7928/pdf_1. Acesso em: 20 de Janeiro de 2021.

OLIVEIRA F.A. et al. Atividades de educação em saúde realizadas com idosas para a promoção do autocuidado em saúde. R. Eletr. De Extensão. v. 15, n. 28, Florianópolis, Santa Catarina, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/extensio/article/view/1807-0221.2018v15n28p137/36400 Acesso em: 22 dezembro 2020.

SANTOS L.F. et al. Participação em grupo como recurso para promoção da saúde e qualidade de vida entre idosos. Rev. baiana enferm. v. 31, n. 2, 2017. Disponível em: https://cienciasmedicasbiologicas.ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/17868/14626 Acesso em: 22 de Dezembro de 2020.

SANTOS M.F. et. al. Atividade de promoção à saúde em grupo de idoso. Em Extensão. v. 19, n. 1, p. 136-144, jan.-jun., Uberlândia, 2020. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/50738 Acesso em: 22 de dezembro de 2020.

SCHENKER M.; COSTA D.H. Avanços e desafios da atenção à saúde da população idosa com doenças crônicas na Atenção Primária à Saúde. Ciênc. saúde coletiva, v. 24, n. 4, p. 1369-1380, 2019. Disponível em:

SANTOS L.M. Grupos de promoção à saúde no desenvolvimento da autonomia, condições de vida e saúde. Rev Saúde Pública. v. 40, n. 2, p. 346-352, 2005. Disponível em: Acesso: 13 de janeiro de 2021.

SCHULER, A. C.; VIEIRA, M. P. Alimentação saudável e educação nutricional na terceira idade. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. v. 14. n. 84, p.105-110, 2020. Disponível em: http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/1181/939

VALER B.D. et al. A importância do envelhecimento saudável para pessoas idosas que participaram de grupos de educação em saúde. Rev. bras. geriatr. Gerontol. v. 18, n. 4, Rio de Janeiro, 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232015000400809&lng=en&nrm=iso Acesso em: 05 de janeiro de 2021.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-289

Refbacks

  • There are currently no refbacks.