Análise da relação entre epilepsia e depressão/ Analysis of the relationship between epilepsy and depression

Amanda Silva Moura, Thiago Lemos de Morais, Pedro Henrique Pimenta de Almeida, Liliane Silva Anjos, Beatriz Baldi Fróes, Bruna Rocha Torres Gonçalves, Laila Caroline Silva Sousa, Elizabethe Damiani

Abstract


Objetivo: analisar a relação entre a epilepsia e a depressão, identificando a influência de aspectos fisiopatológicos, psicossociais e terapêuticos. Metodologia: Foi realizada uma revisão literária, por meio de consulta a livros e periódicos presentes na Biblioteca do Centro Universitário de Patos de Minas e a artigos científicos selecionados através de busca em bancos de dados no período de maio de 2019 a julho de 2020. As seguintes bases de dados sistemáticas foram utilizadas nas buscas: Scientific Electronic Library Online – SciELO, US National Library of Medicine Nacional Institutes of Health (PubMed) e Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Discussão/Conclusão: O estudo permitiu concluir que a epilepsia e a depressão são doenças que compartilham muitos mecanismos patogênicos em comum, o que explica a alta prevalência de indivíduos apresentando ambas as condições concomitantemente. Diante disso, esse problema não deve ser negligenciado e requer a atenção dos profissionais de saúde, para que seja realizado o diagnóstico precoce e tratamento adequado, a fim de prevenir complicações futuras. 


Keywords


Epilepsia, Depressão, Fisiopatologia, Tratamento farmacológico.

References


ALONSO, Neide Barreira et al . Qualidade de vida e epilepsia: perspectivas futuras e ações práticas para a pessoa com epilepsia. J. epilepsy clin. neurophysiol., Porto Alegre , v. 16, n. 1, p. 32-37, 2010 .

ALONSO, Neide Barreira et al. Sintomas depressivos e qualidade de vida em indivíduos com epilepsia por esclerose mesial temporal. J. epilepsy clin. neurophysiol., Porto Alegre , v. 11, n. 3, p. 117-122, 2005 .

BAZIL, Carl W.; SRINIVASAN, Shraddha; PEDLEY, Timothy A. Epilepsia. In: LOUIS, Elan D.; MAYER, Stephan A.; ROWLAND, Lewis P. Tratado de Neurologia Merritt. 13. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2018. cap. 58, p. 461-484.

BECK, Aaron T.; ALFORD, Brad A.. A definição da depressão. In: BECK, Aaron T.; ALFORD, Brad A.. Depressão causas e tratamento. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2011. cap.1, p. 13-20.

BLASZCZYK, Bárbara B.; CZUCZWAR, Stanislaw. Epilepsy coexisting with depression. Pharmacological Reports, v. 68, n. 5, p. 1084-1092, Out. 2016.

BRASIL. Antidepressivos no Transtorno Depressivo Maior em Adultos. Boletim Brasileiro de Avaliação de Tecnologias em Saúde. Brasília, mar. 2012. 35p.

BRASIL. Ministério da Saúde (Org.). Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas da Epilepsia. Brasília, 2018. 65 p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Saúde (Ed.). Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas da Epilepsia. Portaria SAS/MS nº 1319. 2013.

CASTRO, Eliana Maria de; FERREIRA, Roberto Assis; GOULART, Eugênio Marcos Andrade de. A epilepsia e os transtornos mentais: a interface neuropsiquiátrica. Revista Med Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 18, n. 4, p.98-106, ago. 2008.

CHENIAUX, Ellie. Psicopatologia e diagnóstico da depressão. In: QUEVEDO, João; SILVA, Antônio Geraldo da. Depressão teoria e clínica. Porto Alegre: Artmed Editora Ltda, 2013. cap. 3, p. 39-48.

DEMETRIO Frederico Navas et al. Antidepressivos. In: LOUZÃ NETO, Mario R.; ELKIS, Hélio. Psiquiatria básica. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2007. cap 35.3, p. 547-561.

ETTINGER, Alan B. et al. The relationship of depression to antiepileptic drug adherence and quality of life in epilepsy. Epilepsy and Behavior, v. 36, p. 138-143, Jul.2014.

FISHER, Robert S. et al. Classificação Operacional dos Tipos de Crises Epilépticas pela International League Against Epilepsy: documento da posição da Comissão da ILAE de Classificação e Terminologia. Liga Brasileira de Epilepsia, São Paulo, v. 2, n. 1, p.1-22, 08 mar. 2017.

FREITAS, Rivelilson Mendes de. Sistemas de Neurotransmissão Envolvidos no Modelo de Epilepsia: Uma Revisão de Literatura. Revista de Neurociências, Teresina, v. 1, n. 19, p.128-138, 2011.

GONÇALVES, Eleonora Borges; CENDES, Fernando. Depression in patients with refractory temporal lobe epilepsy. Arq. Neuro-Psiquiatr., São Paulo , v. 69, n. 5, p. 775-777, Out. 2011 .

HOPKER, Christiane del Claro et al. A pessoa com epilepsia: percepções acerca da doença e implicações na qualidade de vida. Codas, Curitiba, v. 29, n. 1, p.1-8, 2017.

JOSEPHSON, Colin B. et al. Association of Depression and Treated Depression With Epilepsy and Seizure Outcomes: A Multicohort Analysis. JAMA neurology, v. 74, n.5, p. 533-539, Fev. 2017.

KANDRATAVICIUS, Ludmyla et al. Fisiopatologia dos transtornos de humor na epilepsia do lobo temporal. Rev. Bras. Psiquiatr., São Paulo, v. 34, supl. 2, p. 233-245, out. 2012.

KANDRATAVICIUS, Ludmyla; HALLAK, Jaime Eduardo Cecílio; LEITE, João Pereira. Psicose e depressão na epilepsia do lobo temporal. J. epilepsy clin. neurophysiol., Porto Alegre , v. 13, n. 4, p. 163-167, Dez. 2007.

KANNER, Andres M. Depression in epilepsy: a neurobiologic perspective. Epilepsy currents, v. 5, n. 1, p. 21-27, 2005.

KANNER, Andres M. Most antidepressant drugs are safe for patients with epilepsy at therapeutic doses: A review of the evidence. Epilepsy and Behavior, v. 61, p. 282-286, Ago. 2016.

LOWENSTEIN, Daniel H. Crises epilépticas e epilepsia. In: HAUSER, Stephen L.; JOSEPHSON, S. Andrew. Neurologia Clinica de Harrison. 3. ed. Porto Alegre: Amgh Editora Ltda, 2015. Cap. 26. p.180-199

MARCHETTI, Renato Luiz et al. Transtornos mentais associados à epilepsia. Archives Of Clinical Psychiatry, São Paulo, v. 32, n. 3, p.170-182, Jun. 2005.

MEI, Paulo Afonso et al. Pharmacovigilance in epileptic patients using antiepileptic drugs. Arq. Neuro-Psiquiatr., São Paulo , v. 64, n. 2a, p. 198-201, Jun. 2006 .

MORENO Doris Hupfeld; DIAS Rodrigo da Silva; MORENO Ricardo Alberto. Transtornos de humor. In: LOUZÃ NETO, Mario R.; ELKIS, Hélio. Psiquiatria básica. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2007. cap. 17, p. 219-234.

OLIVEIRA, Bruno Lucio Marques Barbosa de; PARREIRAS, Mariane Santos; DORETTO, Maria Carolina. Epilepsia e depressão: falta de diálogo entre a neurologia e a psiquiatria? Journal Of Epilepsy And Clinical Neurophysiology, Minas Gerais, p. 109-113. mai.2007.

PENG, Weifeng et al. Functional network changes in the hippocampus contribute to depressive symptoms in epilepsy. European Journal of Epilepsy, v.60, p. 16-22, Agosto 2018.

PÉREZ, Eduardo Barragán. Epilepsia e condições psiquiátricas relacionadas. In: PÉREZ, Eduardo Barragán. Tratado de Saúde Mental da Infância e Adolescência da IACAPAP. Genebra: In Ray Jm, 2015. p. 1-14.

PORTO, Lívia Amorim et al. O Papel dos Canais Iônicos nas Epilepsias e Considerações Sobre as Drogas Antiepilépticas – Uma breve revisão. Journal Of Epilepsy And Clincal Neurophysiology, Sergipe, v. 13, n. 4, p.169-175, nov. 2007. Semanal.

ROMANO-SILVA et al.Tratamento farmacológico da depressão. In: QUEVEDO, João; SILVA, Antônio Geraldo da. Depressão teoria e clínica. Porto Alegre: Artmed Editora Ltda, 2013. cap. 6, p. 66-80.

SADOCK, Benjamin A. Transtornos do humor. In: SADOCK, Benjamin J.; SADOCK, Virginia A.; RUIZ, Pedro. Compêndio de Psiquiatria. 11. ed. Porto Alegre: Artmed, 2017. cap. 8, p. 347-386.

SALGADO, Priscila Camile Barioni et al. Screening symptoms of depression and suicidal ideation in people with epilepsy using the Beck depression inventory. J. epilepsy clin. neurophysiol., Porto Alegre , v. 18, n. 3, p. 85-91, 2012 .

SCHEFFER, Ingrid E et al. Classificação da ILAE das epilepsias: artigo da posição da Comissão de: Classificação e Terminologia da International League against Epilepsy. Comissão de Consenso da Liga Brasileira de Epilepsia, São Paulo, v. 4, n. 2, p.3-21, mar. 2017

SOEIRO-DE-SOUZA, Márcio Gerhardt; VIEIRA, Rodrigo Machado (Org.). Neurobiologia do transtorno depressivo maior. In: QUEVEDO, João; SILVA, Antônio Geraldo da. Depressão teoria e clínica. Porto Alegre: Artmed Editora Ltda, 2013. cap. 4, p. 47-53.

SOUZA, Reginara O.; RIBEIRO, Adriele; FERREIRA, Cleonice Granja da Silva; FILHO, Antônio A. de Souza. Transtornos Psiquiátricos em Pacientes Epilépticos. Revista Brasileira de Neurologia e Psiquiatria, Salvador, v. 13, n. 1, p.20-22, abr. 2009.

STEFANELLO, Sabrina et al . Depression and anxiety in a community sample with epilepsy in Brazil. Arq. Neuro-Psiquiatr., São Paulo , v. 69, n. 2b, p. 342-348, 2011.

TEDRUS, Glória Maria Almeida Souza et al. Epilepsia e depressão: aspectos sociodemográficos e clínicos associados. Rev. Ciênc. Méd., Campinas, v. 18, p. 243-250, set./dez. 2009.

VALENTE, Kette Dualibi Ramos et al. Depressão em crianças e adolescentes com epilepsia. Rev. psiquiatr. clín., São Paulo , v. 31, n. 6, p. 290-299, 2004 .

VALENTE, Kette D. R.; BUSATTO FILHO, Geraldo. Depression and temporal lobe epilepsy represent an epiphenomenon sharing similar neural networks: clinical and brain structural evidences. Arq. Neuro-Psiquiatr., São Paulo , v. 71, n. 3, p. 183-190, Mar. 2013 .

VILLANO, Luiz A. B.; NANHAY, Abdon L. G.. Depressão: epidemiologia e abordagem em cuidados primários de saúde. Revista Hospital Universitário Pedro Ernesto, Rio de Janeiro, v. 10, n. 1, p.10-20, jan. 2011. Trimestral.

VISMAR, Luciana; ALVES, Glaucie Jussilane; PALERMO-NETO, João. Depressão, antidepressivos e sistema imune: um novo olhar sobre um velho problema. Psiquiatria Clínica, São Paulo, v. 35, n. 5, p.196-204, mai. 2008.

YACUBIAN, Elza Márcia Targas. Epilepsia – Conceito e Classificação. In: BERTOLUCCI, Paulo Henrique Ferreira et al. Neurologia Diagnóstico e Tratamento. 2. ed. São Paulo: Manole, 2016. 1315 p. cap. 12, p. 175-186.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-277

Refbacks

  • There are currently no refbacks.