Estudo da mensuração de um indicador de qualidade em centro cirúrgico: tempo de turnover e nível de desempenho / Study of measurement of a quality indicator in a surgical center: turnover time and performance level

Filipe Barroso Nascimento, Pedro Paulo Dias Ribeiro, Sidney Raimundo Silva Chalub, Andreza Monteiro Rodrigues, Kely Suena Andrade Martins, Joel Lucas Dantas dos Santos, Giuliana de Nazaré da Costa Koga, Maria Carolina Coutinho Xavier Soares

Abstract


A unidade de centro cirúrgico compõe uma das mais complexas unidades de uma instituição hospitalar, devido, principalmente, aos diversos processos ligados de forma direta ou indireta à realização dos procedimentos cirúrgicos. A elaboração e regulação de indicadores de qualidade específicos aos trabalhos e rotinas dos centros cirúrgicos regulam seu processo de gestão, evidenciando desvios ou apontando pontos que podem ser melhorados na assistência fornecida ou utilização dos recursos. Este estudo busca mensurar a qualidade do funcionamento em centro cirúrgico por meio da avaliação do tempo de turnover nos serviços em cirurgia, classificar o nível de desempenho em ambiente cirúrgico, bem como traçar o perfil dos usuários e das cirurgias realizadas nestas instituições e realizar uma comparação frente ao desempenho entre a instituição pública (fundação hospital Adriano Jorge) e privada (hospital rio negro).

 

 


Keywords


Cirurgia, controle de qualidade, centro cirúrgico, salas cirúrgicas.

References


ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA. Classificação brasileira hierarquizada de procedimentos médicos. 2012.

AVILA, M. A. G.; BOCCHI, S. C. M. Confirmação de presença de usuário à cirurgia eletiva por telefone como estratégia para reduzir absenteísmo. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 47, n. 1, p. 193-197, 2013.

BITTAR, Olímpio J. Nogueira. Indicadores de qualidade e quantidade em saúde. Rev. adm. saúde, p. 15-18, 2004.

BITTAR, O. J. N. V. Indicadores de qualidade e quantidade em saúde. Rev. adm. saúde, v. 10, n. 40, n. esp, p. 87-93, 2008.

CIMA, R. R. et al. Use of lean and six sigma methodology to improve operating room efficiency in a high-volume tertiary-care academic medical center. Journal of the American College of Surgeons, v. 213, n. 1, p. 83-92, 2011.

DEXTER, F. et al. Estimating the incidence of prolonged turnover times and delays by time of day. Anesthesiology: The Journal of the American Society of Anesthesiologists, v. 102, n. 6, p. 1242-1248, 2005.

___________. Estimating the incidence of prolonged turnover times and delays by time of day. Anesthesiology: The Journal of the American Society of Anesthesiologists, v. 102, n. 6, p. 1242-1248, 2005.

DUARTE, I. G.; FERREIRA, D. P. Uso de indicadores na gestão de um centro cirúrgico. Rev. adm. saúde, v. 8, n. 31, p. 63-70, 2006.

____________. Uso de indicadores na gestão de um centro cirúrgico. Rev. adm. saúde, v. 8, n. 31, p. 63-70, 2006.

HE, B. et al. The timing of staffing decisions in hospital operating rooms: incorporating workload heterogeneity into the newsvendor problem. Manufacturing & Service Operations Management, v. 14, n. 1, p. 99-114, 2012.

JERICÓ, M.C.; PERROCA, M. G.; PENHA, V. C. Mensuração de indicadores de qualidade em centro cirúrgico: tempo de limpeza e intervalo entre cirurgias. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 19, n. 5, 2011.

____________. Mensuração de indicadores de qualidade em centro cirúrgico: tempo de limpeza e intervalo entre cirurgias. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 19, n. 5, 2011.

LANGABEER, J. R. et al. Implementation of Lean and Six Sigma quality initiatives in hospitals: A goal theoretic perspective. Operations Management Research, v. 2, n. 1-4, p. 13-27, 2009.

MACARIO, A. et al. Are your hospital operating rooms “efficient”? A scoring system with eight performance indicators. Anesthesiology: The Journal of the American Society of Anesthesiologists, v. 105, n. 2, p. 237-240, 2006.

MOREIRA, Daniel Augusto. Medida da produtividade na empresa moderna. 1991.

NEPOTE, M. H. A. et al. Associação entre os índices operacionais e a taxa de ocupação de um centro cirúrgico geral. 2009.

NEPOTE, M. H. A. Análise do desempenho das atividades no centro cirúrgico através de indicadores quantitativos e qualitativos. Rev. adm. saúde, v. 10, n. 40, n. esp, p. 103-112, 2008.

POSSARI, J. F. Centro cirúrgico: planejamento, organização e gestão. In: Centro cirúrgico: planejamento, organização e gestão. 2009.

ROCHA, N. F.; MOURA, Y. M. S.; SANDES, S. M. S. INDICADORES DE QUALIDADE EM CENTRO CIRÚRGICO. Journal of Health Connections, v. 2, n. 1, 2018.

SOBECC. Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização. Práticas recomendadas da SOBECC. 6ª ed. São Paulo: Referência, 2013.

TYLER, D. C.; PASQUARIELLO, C. A.; CHEN, C. H. Determining optimum operating room utilization. Anesthesia & Analgesia, v. 96, n. 4, p. 1114-1121, 2003.

VILLAÇA LEÃO, L. E. et al. Avaliação dos indicadores de qualidade de tempo operatório e não operatório de um hospital universitário público. Einstein (16794508), v. 13, n. 4, 2015.

____________. Avaliação dos indicadores de qualidade de tempo operatório e não operatório de um hospital universitário público. Einstein (16794508), v. 13, n. 4, 2015.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-205

Refbacks

  • There are currently no refbacks.