Ações educativas na atenção primária para prevenção da doença renal crônica / Educational actions in primary care for the prevention of chronic kidney disease

Flaviane Torres Ferreira, Jaciele Cristina da Silva Belone, Judicléia Marinho da Silva, Juliana de Castro Nunes Pereira, Angélica de Godoy Torres Lima, Sônia Maria da Silva Garcia

Abstract


Objetivo: avaliar o impacto de ações educativas na prevenção da doença renal crônica na atenção primária à saúde. Métodos: estudo transversal, quase-experimental, realizado no segundo semestre de 2019, com pacientes hipertensos e/ou diabéticos de Unidades Básica de Saúde (UBS). Foi realizada atividade educativa e sua respectiva avaliação antes e após a mesma para avaliar o seu impacto. Resultados: a maioria da população apresentava sobrepeso ou obesidade e uma parcela importante dos participantes não apresentavam hábitos de vida saudáveis, tais como realizar alguma atividade física regularmente, ainda fumavam e consumiam bebidas alcoólicas, apesar de serem portadores de doenças crônicas como hipertensão e diabetes. A atividade educativa foi eficaz visto que o índices de acertos foi maior após a intervenção educativa, com mais de 10% de diferença no índices de acertos, exceto em uma das questões. Conclusão: atividades as quais os participantes conseguem interargir com os mediadores da informação apresentam-se como um meio educativo que respeita e considera os conhecimentos prévios da comunidade, aumentando o potencial de aprendizagem do público alvo.

 


Keywords


hipertensão, diabetes mellitus, doença renal crônica, educação em saúde.

References


ALMEIDA, E. R.; MOUTINHO, C. B.; LEITE, M. T. de S. A prática da educação em saúde na percepção dos usuários hipertensos e diabéticos. Saúde em Debate [online]. v. 38, n. 101, p. 328-337, 2014.

ANDRADE, A. O. de et al. Prevalência da hipertensão arterial e fatores associados em idosos. Revista Brasileira em promoção da Saúde. v. 27, n. 3, p. 303-311, 2014.

BASTOS, Marcus Gomes; KIRSZTAJN, Gianna Mastroianni. Doença renal crônica: importância do diagnóstico precoce, encaminhamento imediato e abordagem interdisciplinar estruturada para melhorar os desfechos em pacientes ainda não dialíticos. J. Bras. Nefrol. , São Paulo, v. 33, n. 1, pág. 93-108, março de 2011.

BRASIL, Ministério da Saúde (MS). A Política de Saúde no Brasil nos anos 90: avanços e limites. Ministério da Saúde; elaborado por Barjas Negri. Brasília, 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde (MS). Política nacional de atenção básica. Brasília: MS; Série

A. Normas e Manuais Técnicos. Série Pactos pela Saúde. 2006.

BRASIL. Ministério da Saúde (MS). Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão e da Regulação do Trabalho em Saúde. Câmara de Regulação do Trabalho em Saúde. Brasília: MS; 2006.

BRASIL. Ministério da Saúde (MS). Portaria Nº 1.996, de 20 de agosto de 2007. Dispõe sobre as diretrizes para a implementação da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde. Diário. Oficial da União 20 de agos. de 2007.

BRASIL. Ministério da Saúde (MS). Portaria nº 2.436, de 21 de setembro de 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica (PNAB), estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Diário Oficial da União 22 de set. de 2017.

CARVALHO, G. A saúde pública no Brasil. Estudos avançados. v. 27, n. 78, p. 7-26, 2013.

COSTA, S. de M., et al. Agente Comunitário de Saúde: elemento nuclear das ações em saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v. 18, p. 2147-2156, 2013.

FALKENBERG, M. B., et al. Educação em saúde e educação na saúde: conceitos e implicações para a saúde coletiva. Ciência & Saúde Coletiva, v. 19, p. 847-852, 2014.

GESUALDO, G. D., et al. Fragilidade e fatores de risco associados em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise. Ciênc. saúde coletiva. vol.25, n 11, 2020.

GIGANTE, R. L.; CAMPOS, G. W. de S. Política de formação e educação permanente em saúde no Brasil: bases legais e referências teóricas. Trabalho, Educação e Saúde, v. 14, n. 3, p. 747-763, 2016.

GOMES, E. T.; BEZERRA, S. M. M. da S. Níveis pressóricos de pacientes em acompanhamento pelo Programa Hiperdia. ABCS Health Sciences. v. 43, n. 2, 2018.

JESUS, S. J. A. O papel da educação em saúde frente às implicações da atenção básica: do profissional à comunidade. Revista Interfaces: Saúde, Humanas e Tecnologia. v. 2, n. 7, 2015.

MORESCHI, C., et al. Prevalência e perfil das pessoas com diabetes cadastradas no sistema de informação da atenção básica (SIAB). Revista Brasileira em Promoção da Saúde. v. 28, n. 2, p. 184-190, 2015.

MOTTA, M. D. C., et al. Educação em saúde junto a idosos com hipertensão e diabetes: estudo descritivo. Revista UNINGÁ Review, v. 18, n. 2, 2014.

OPAS. Organização Pan-Americana da Saúde. O cuidado das condições crônicas na atenção primária à saúde: o imperativo da consolidação da estratégia da saúde da família. Brasília, D.F.: OPAS; 2012

PEREIRA, E. R. S., et al. Prevalência de doença renal crônica em adultos atendidos na Estratégia de Saúde da Família. Brazilian Journal of Nephrology. v. 38, n. 1, p. 22-30, 2016.

ROCHA, I. A. da, et al. Os Custos do Cuidado a Pacientes com Doença Renal Crônica (DRC), em Fase Não Dialítica de um Hospital Universitário. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online. v. 10, n. 3, p. 647-655, 2018.

SILVA, D. F. da; ARAÚJO, N. C. de S.; CAMPOS, E. A. D. Perfil dos pacientes hipertensos e diabéticos atendidos na Atenção Básica. Revista de Enfermagem da FACIPLAC. v. 2, n. 2, 2018.

SILVA JUNIOR, Geraldo Bezerra da et al . Obesidade e doença renal. J. Bras. Nefrol., São Paulo , v. 39, n. 1, p. 65-69, Mar. 2017 .

SOUZA, S.; SILVA, J.; SANTOS, M. Análise do perfil da hipertensão e diabétes no Município de Jequié-BA. Revista InterScientia, v. 2, n. 1, p. 63-76, 14 dez. 2016.

TASCA, R., et al. Recommendations to strengthen primary health care in Brazil. Revista panamericana de salud publica-pan american journal of public health. v. 44, 2020.

TORRES, R. C., et al. Educação em saúde como ferramenta de enfrentamento das doenças renais crônicas. Journal of Health Connections, v. 9, n. 2, 2020.

TRAVAGIMIL, D. S. A., et al. Prevenção e progressão da doença renal crônica: atuação do enfermeiro com diabéticos e hipertensos. Rev. enferm. UERJ, Rio de Janeiro, 2010.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-193

Refbacks

  • There are currently no refbacks.