Comparação entre o número de transplantes de órgãos sólidos e tecidos realizados no brasil durante o primeiro semestre de 2019 e 2020 / Comparison between the number of solid organ and tissue transplants performed in brazil during the first half of 2019 and 2020

João Marcos Ribeiros Paiva Xavier, Tiago Diniz de Jesus, Mariana da Cruz Andrade, Anderson Junior Borges de Rezende, Karolina Moreira dos Santos, Beatriz da Matta Ambrósio, Laura Dourado Ferro, Janiele Vidal Souza Picanço, Hyrlana Oliveira Albernaz, Lucio Kenny Morais

Abstract


O Brasil é destaque mundial na realização de transplantes de órgãos. No entanto, a efetivação de transplantes no país ainda está menor do que a demanda, gerando assim, filas de espera para esse tratamento. Esta terapêutica enfrenta diversos obstáculos, o que colabora para taxas de efetivação baixas. Somado a isso, no ano de 2020 acrescentou-se o contexto pandêmico causado pelo vírus SARS-Cov 2, implicando em redução dos atendimentos, das equipes de transplantes, dos insumos para o procedimento e  o aumento do receio já que tal terapêutica induz imunossupressão. Nesse sentido, faz necessário comparar os dados de transplante no Brasil, a fim de analisar o impacto da pandemia da COVID-19 nos transplantes de órgãos e tecidos no país. Para isso, realizou-se um estudo epidemiológico descritivo, quantitativo a partir de dados do Registro Brasileiro de Transplantes (RBT) referente aos meses de janeiro a junho dos anos de 2019 e 2020. Observou-se redução de 16,6% no número absoluto de transplante de órgãos sólidos no Brasil, 44,2% no transplante de córneas, 19,6% no transplante de medula óssea. Quanto ao número de potenciais doadores e de 6,1% nos doadores efetivos. Desse modo, fica claro que a pandemia da COVID-19 causou impactos negativos na rede de transplante brasileira.

 


Keywords


Transplante, COVID-19, Efetivação de Transplante.

References


ABTO. Associação Brasileira de Transplante de Órgãos. Registro Brasileiro de Transplantes. São Paulo, Ano XXV n 4, p. 6-7. 2019.

AHMED, O; BROCKMEIER, D; LEE, K; et al. Organ donation during the COVID-19 pandemic. Am J Transplant. v.00:1–8. 2020. DOI: 10.1111/ajt.16199

ARAÚJO, A. Y. C. C et al. Declínio nas doações e transplantes de órgãos no Ceará durante a pandemia da COVID-19: estudo descritivo, abril a junho de 2020. Epidemiol. Serv. Saúde 30 (1) 18-12-2020.

BONFADINI, G; ROSIMAN, V; PRINZ, R; SARLO, R; et al. Doação e fila de transplante de córnea do Estado do Rio de Janeiro. Rev Bras Oftalmol. 73 (4): 237-42; 2014.

CASTAÑEDA-MILLÁN, D.A.; PARDO-ACUÑA, J.; CORTÉS-PÁEZ, D.A.; et al. Organ Donation and Transplantation in the Midst of the COVID-19 Pandemic: Consequences and Challenges for an Emerging Country. Urologia Colombiana, v.29. 2020. DOI https://doi.org/ 10.1055/s-0040-1715637.

CHEW, C. A.; IYER, S. G.; KOW, A.W.C; et al.An international multicenter study of protocols for liver transplantation during a pandemic: A case for quadripartite equipoise. J Hepatol. 73(4):873-881. Oct 2020. doi: 10.1016/j.jhep.2020.05.023.

CRAIG-SCHAPIRO, R.; SALINAS, T.; LUBETZKY, M.; et al.COVID-19 Outcomes in Patients Waitlisted for Kidney Transplantation and Kidney Transplant Recipients. Am J Transplant. 2020. https://doi.org/10.1111/ajt.16351

DONÁ, D.; CANIZALES, J. T.; BENETTI, E. Pediatric transplantation in Europe during the COVID-19 pandemic: Early impact on activity and healthcare. Clinical Transplantation. 2020. https://doi.org/10.1111/ctr.14063

FEU, N. B. et al. Análise dos impactos da COVID-19 no transplante hepático. Brazilian Journal of Health Review. Curitiba, v. 3, n. 6, p.17183-17195. nov./dez. 2020.

FILHO, J. C. U. C et al. Opinião e conhecimento da população da cidade de Curitiba sobre doação e Transplantes de Órgãos. Revista da Associação Médica Brasileira, p. 1–5, 2007.

GALVÃO, F. H. F; CAIRES, R. A; AZEVEDO-NETO, R. S; et al. Conhecimento e opinião de estudantes de medicina sobre doação e transplante de órgãos. Rev Assoc Med Bras. v.53 n5, p. 401- 406. 2007.

GALVÃO, F. H. F; CAIRES, R. A; AZEVEDO-NETO, R. S; et al. Conhecimento e opinião de estudantes de medicina sobre doação e transplante de órgãos. Rev Assoc Med Bras. v.53 n5, p. 401- 406. 2007.

GUHA, C.; TONG, A.; BAUMGART, A.; et al. (2020), Suspension and resumption of kidney transplant programmes during the COVID‐19 pandemic: perspectives from patients, caregivers and potential living donors – a qualitative study. Transpl Int, 33: 1481-1490. doi:10.1111/tri.13697

HUSSEIN, N.R; SALEEM, Z. S. M.; IBRAHIM N.; et al. The impact of COVID-19 pandemic on the care of patients with kidney diseases in Duhok City, Kurdistan Region of Iraq Diabetes & Metabolic Syndrom: Clinical Research & Reviews. v.14, p. 1551-53. 2020. https://doi.org/10.1016/j.dsx.2020.08.013

MORAIS, T. R; MORAIS, M. R. Doação de órgãos: é preciso educar para avançar. Saúde em Debate. v. 36, n. 95, p. 633-639. 2012.

Registro Brasileiro de Transplante: dados numéricos da doação de órgãos e transplantes realizados por estado e instituição no período: janeiro / junho – 2019. São Paulo: ABTO, 2019. Disponível em: https://site.abto.org.br/publicacoes/rbt/ Acesso em: 01/11/2020.

Registro Brasileiro de Transplante: dados numéricos da doação de órgãos e transplantes realizados por estado e instituição no período: janeiro / junho – 2020. São Paulo: ABTO, 2020. Disponível em: https://site.abto.org.br/publicacoes/rbt/ Acesso em: 01/11/2020.

RENAUD‐PICARD, B.; GALLAIS, F.; RIOU, M.; et al. The social and clinical impact of the COVID‐19 epidemic on the Strasbourg lung transplant cohort: A single‐center retrospective cohort study. Clin Transplant. 2020;e14119. https://doi.org/10.1111/ctr.14119

TEIXEIRA, R. K. C; GONÇALVES, T. B; SILVA, J. A. C. A intenção de doar órgãos é influenciada pelo conhecimento populacional sobre morte encefálica? Rev Bras Ter Intensiva. v.24 n.3, p.258-262. 2012.

VRIES, A.P.J; ALWAYN, I.P.J; HOEK, R.A; et al. Immediate impact of COVID-19 on transplant activity in the Netherlands. Transpl Immunol. v.61. Aug 2020. doi: 10.1016/j.trim.2020.101304.

WALL AE, PRUETT T, STOCK P, et al. Coronavirus disease 2019: Utilizing an ethical framework for rationing absolutely scarce healthcare resources in transplant allocation decisions. Am J Transplant. 2020; https://doi.org/10.1111/ajt.15914




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-176

Refbacks

  • There are currently no refbacks.