Os avanços da neurocirurgia oncológica: o uso da fluorescência como guia nas cirurgias de ressecção de gliomas / The advances of neurosurgery: use of fluorescence as a guide in glioma resection surgeries

Maria Vilar Malta Brandão, José Divaldo Pimentel De Araújo Júnior, Igor de Holanda Argollo Cerqueira, Natália Costa Larré, Ana Beatriz Soares de Miranda

Abstract


Introdução: A cirurgia guiada por fluorescência é uma técnica usada para melhorar a visualização das margens do tumor, a fim de aumentar a extensão da ressecção da neoplasia na cirurgia de glioma. A fluorescência tecidual após administração oral de ácido 5-aminolevulínico (5-ALA) está associada a alta sensibilidade, especificidade e valores preditivos positivos sem precedentes para a identificação de tecido tumoral de glioma maligno. Objetivo: Analisar a contribuição da cirurgia guiada por fluorescência para melhorar a precisão da ressecção e o diagnóstico nos gliomas. Materiais e métodos: Foi realizada uma revisão de literatura com base na pesquisa realizada no PUBMED, utilizando os descritores “neurocirurgia”, “fluorescência” e “glioma”, os quais somados aos filtros: “humano”, “revisão”, “revisão sistemática”, “5 anos”, “texto completo grátis”; resultaram em 16 artigos, sendo 3 excluídos - dois por distanciamento do conteúdo e um por não pertencer as línguas selecionadas (inglês e português). Assim, totalizando 13 artigos. Resultado e discussão: O agente 5-ALA consegue ser absorvido pelas células de glioma em tumores, por conta disso é utilizado na fluorescência na ressecção de gliomas (FRG), seu uso causou 65% de ressecção total bruta (RTB) contra 35% sem o agente. A ressecção total do tumor em estudo aumenta a sobrevida, e os pacientes com fluoresceína tiveram em 83% de recessão total com o agente e sem o agente tiveram 55% de sobrevida. Conclusão: O campo da abordagem com óptica intraoperatória possui um vasto conhecimento ainda a ser abordado, sendo necessários mais estudos sobre o tema. Por mais, o uso de agentes fluorescentes é de uma forte associação com melhores índices de ressecção tumoral, e com a consolidação desses agentes, devem ocorrer o advento de facilidade de sua aplicação, segurança e especificidade. Assim, aprimorando os índices de sucesso das abordagens cirúrgicas ao incorporar a tecnologia de fluorescência nas salas de neurocirurgia.

 


Keywords


cirurgia oncológica; fluorescência; gliomas.

References


Broekman M.L. et al. Agents for fluorescence-guided glioma surgery: a systematic review of preclinical and clinical results. Acta Neurochir, Wien, v.159, p. 151-167. 2017. Disponível em: < https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5177668/pdf/701_2016_Article_3028.pdf>Acesso em:06 nov.2020.

Chaichana, K.L. et al. Intraoperative imaging techniques for glioma surgery. Future Oncol, v.13, p.1731-1745. 2017.

Cooper, J.B. et al. The role of 5-aminolevulinic acid in spinal tumor surgery: a review. J Neurooncol, v.141, p.575-584. 2019.

Hadjipanayis, C. G.; Stummer, W. 5-ALA and FDA approval for glioma surgery. Journal of Neuro-oncology, London, v.141,p.479-486. 2019.

Hadjipanayis, C.G. et al. Intraoperative fluorescence diagnosis in the brain: a systematic review and suggestions for future standards on reporting diagnostic accuracy and clinical utility. Acta Neurochir, Wien, v.161, p. 2083-2098. 2019. Disponível em: Acesso em:06 nov.2020.

Molina, E.S.; Schipmann, S.; Stummer, W. Maximizing safe resections: the roles of 5-aminolevulinic acid and intraoperative MR imaging in glioma surgery-review of the literature. Neurosurg Rev, Berlin, v.42, p.197-208. 2019.

Molina, E.S.; Stummer, W. Fluorescence Imaging/Agents in Tumor Resection. Neurosurgery Clinics of North America, v.28, p.569-583. 2017.

Sanai, N. How to Build a Neurosurgical Oncology Practice Specializing in Gliomas. Neurosurg Clin N Am, v.30, p.129-136. 2018.

Waqas, M.; Shamim M.S. Sodium fluorescein guided resection of malignant glioma. J Pak Med Assoc, Karachi ,v. 68, p. 968-970. 2018.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-141

Refbacks

  • There are currently no refbacks.