Análise dos indicadores assistenciais presentes do consolidado mensal em uma unidade de saúde da família em Belém-PA / Analysis of the assistance indicators present of the monthly consolidated in a family health unit in Belém-PA

Juliana da silva e silva, Talytta marinho de Lucena, Fernanda Moema Mendes Leite, Vinícius Sussuarana Rocha, Isabela Rosita da Silva Pereira, Albertino Raymundo de Freitas Bastos Neto, Pamela Ferreira da Silva, Nathalia Emanuelle de Almeida Barbosa, Renata Rodrigues Lima, Nayane Catarina de Jesus Ferreira

Abstract


INTRODUÇÃO: Os indicadores de saúde são de suma importância para efetivar o trabalho não só do ACS, mas de todos os profissionais da saúde envolvidos, na promoção e prevenção da saúde. Por meio desses indicadores, consegue-se perceber a real condição da área em questão, tanto em aspectos ambientais quanto em aspectos epidemiológicos. Os indicadores assistenciais levam em consideração as patologias que acometem a região em questão. É um indicador crucial para que se tome providencias da real necessidade da população e assim possam ter iniciativas efetivas visando a prevenção e promoção da saúde. OBJETIVO: Avaliar o impacto dos indicadores assistenciais do consolidado mensal no período de quatro meses, de Agosto a Novembro de 2017 na Unidade de Saúde da Família (USF) da comunidade do Parque Verde em Belém do Pará. Realizar comparações dos indicadores assistenciais do grupo prioritário de doenças, presentes no Relatório mensal dos meses referidos. MÉTODOS: Trabalho submedito a avaliação do Comitê de Etica (CEP). Após aprovação foi feita coleta de dados, Foram coletados Relatório SSA2 que possuem a consolidação mensal da Unidade de Saúde da Família Parque Verde de Belém-PA, e em momento posterior feita analise de dados. RESULTADOS/DISCUSSÃO: Há muitas pessoas que não são visitadas pelas Agente Comunitário de Saúde pois estão em uma área descoberta da UBS, isso prejudica no planejamento e execução das ações de acordo com a realidade local. No grupo prioritário de doença, a maioria são Diabéticos. CONCLUSÃO: Infelizmente, uma grande parte dos pacientes portadores de hipertensão, hanseníase, diabetes e pacientes idosos e crianças menores de 2 anos, não tem a devida atenção seja da equipe de ACS, seja pela equipe multiprofissional da UBS, por, justamente, não conseguir por em prática a indicação dos indicadores assistências.


Keywords


Atenção Primária de Saúde, Indicadore Assistenciais, Agentes Comunitários de Saúde.

References


TEIXEIRA, L. A. Comentário: Rodolfo Mascarenhas e a história da saúde pública em São Paulo. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 40, n. 1, p. 3-19, jan./fev. 2006.

LAVRAS, Carmen.Atenção primária à saúde e a organização de redes regionais de atenção à saúde no Brasil. Saude soc. [online]. 2011, vol.20, n.4, pp.867-874. ISSN 0104- 1290.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria GM n. 648, de 28 del Março de 2006. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes e normas para a organização da Atenção Básica para o Programa Saúde da Família (PSF) e o Programa Agentes Comunitários de Saúde (PACS). Brasília: Ministério da Saúde, 2006

BRASIL. Ministério da Saúde. Saúde da família: uma estratégia para a reorientação do modelo assistencial. Brasília: Ministério da Saúde, 1997. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/polit ica_nacional_atencao_basica_2006.pdf

STARFIELD, B. Atenção Primária: equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. Brasília: UNESCO, Ministério da Saúde, 2002. 726 p.

Márcia Valéria Guimarâes Morossini, Gustavo Corrêa Matta. Atenção à saúde. Disponível em: http://www.epsjv.fiocruz.br/dicionario/verbetes /ateprisau.html

MENDES, E. V. Agora mais do que nunca - uma revisão bibliográfica sobre Atenção Primária à Saúde. In: CONSELHO NACIONAL DE SECRETÁRIOS DE SAÚDE. Oficinas de Planificação da Atenção Primária à Saúde nos Estados. Brasília: CONASS, 2009.

Carlos Henrique Assunção Paiva, Luiz Antônio Teixeira. Reforma Sanitária e a Criação do Sistema Único de Sáude: notas sobre contextos autores. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, Rio de Janeiro, v.21, n.1, jan-mar. 2014, p.15-35. Htpp://www.scielo.br/pdf/hcsm/v21n1/0104- 5970-hcsm-21-1-00015.pdf

Teixeira, Carmen. "Os princípios do sistema único de saúde." Texto de apoio elaborado para subsidiar o debate nas Conferências Municipal e Estadual de Saúde. Salvador, Bahia (2011). Disponível em: http://www.saude.ba.gov.br/portalsesab/pdf/OS _PRINCIPIOS_DO_SUS.pdf

Mattos, Ruben Araujo de. Princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e a humanização das práticas de saúde. Interface (Botucatu) [Internet]. 2009 [cited 2016 Nov 13] ; 13( Suppl 1 ): 771-780. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_artt ext&pid=S1414-32832009000500028&lng=en.

Escorel Sarah, Giovanella Ligia, Mendonça Maria Helena Magalhães de Senna, Mônica de Castro Maia. O Programa de Saúde da Família e a construção de um novo modelo para a atenção básica no Brasil. Rev Panam Salud Publica [Internet]. 2007 Mar [cited 2016 Nov 13] ; 21( 2-3 ): 164-176. Available from: http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_ arttext&pid=S1020- 49892007000200011&lng=en .

Franco, Joel Levi Ferreira. Indicadores demográficos e de saúde: a importância dos sistemas de informação. UNA-SUS | UNIFESP-2011. Disponível em: http://www.unasus.unifesp.br/biblioteca_virtual /esf/1/modulo_politico_gestor/Unidade_8.pdf

OLÍMPIO J. NOGUEIRA V. BITTAR. Indicadores de qualidade e quantidade em saúde. RAS _ Vol. 3, Nº 12 – Jul-Set, 2001. Disponível em : http://sistema4.saude.sp.gov.br/sahe/documento /indicadorQualidadeI.pdf

Schout, Denise. Indicadores Assistenciais: o uso do SIM e SINASC na gestão hospitalar.Disponível em: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretar ias/upload/saude/arquivos/eventos/01apresenta cao02.

Rosa WAG, Labate RC. Programa Saúde da Família: a construção de um novo modelo de assistência. Rev Latino-am Enfermagem 2005 novembro-dezembro 13(6):1027-34. Disponível em : http://www.scielo.br/pdf/rlae/v13n6/v13n6a16. Pdf

Silva Mariana Cristina Lobato dos Santos Ribeiro, Silva Lucía, Bousso Regina Szylit. A abordagem à família na Estratégia Saúde da Família: uma revisão integrativa da literatura. Rev. esc. enferm. USP [Internet]. 2011 Oct [cited 2016 Nov 15] ; 45(5): 1250- 1255. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_artt ext&pid=S0080-62342011000500031&lng=en.

Programa Saúde da Família. Rev. Saúde Pública [Internet]. 2000 June [cited 2016 Nov 15] ; 34( 3 ): 316-319. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_artt ext&pid=S0034-89102000000300018&lng=en

Besen Candice Boppré, Netto Mônica de Souza, Da Ros Marco Aurélio, Silva Fernanda Werner da, Silva Cleci Grandi da, Pires Moacir Francisco. A estratégia saúde da família como objeto de educação em saúde. Saude soc. [Internet]. 2007 Apr [cited 2016 Nov 15] ; 16( 1 ): 57-68. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_artt ext&pid=S0104-12902007000100006&lng=en

Rosa Walisete de Almeida Godinho, Labate Renata Curi. Programa saúde da família: a construção de um novo modelo de assistência. Rev. Latino-Am. Enfermagem [Internet]. 2005 Dec [cited 2018 May 12] ;13( 6 ): 1027-1034. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_artt ext&pid=S0104-11692005000600016&lng=en

Freitas Leidian Coelho de, Rodrigues Gizele Moreira, Araújo Fernando Costa, Falcon Elias Bruno Santana, Xavier Narjara Fontes, Lemos Edna Lamar da Costa, Pires Carla Andréa Avelar. Perfil dos Hipertensos da Unidade de Saúde da Família Cidade Nova , realizado no município de Ananindeua-PA. Rev bras med fam comunidade. Florianópolis, 2012 Jan.-Mar.; 7(22): 13-9. https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/288

HELENE, L.M.F. et al. Perfis epidemiológicos e a avaliação de incapacidades físicas de hansenianos de uma UBS de São Paulo. Hansen Int., 26(1): 5-13,2001. http://www.ilsl.br/revista/detalhe_artigo.php?id =10600

Guidoni Camilo Molino, Olivera Carolina Maria Xaubet, Freitas Osvaldo, Pereira Leonardo Regis Leira. Assistência ao diabetes no Sistema Único de Saúde: análise do modelo atual. Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences vol. 45, n. 1, jan./mar., 2009. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_artt ext&pid=S1984-82502009000100005

Rodrigues Juliana Rogéria Pereira, Strinta Laíza, Silvestre Grasiela Cristina Silva Botelho, Junior Juarez Coimbra Ormonde, Barros Lincoln Christian . Diarreia Em Crianças Menores De 5 Anos Em Uma Unidade De Saúde Da Família. Rev Enferm UFSM 2014 Jul/Set;4(3):594-601.

Dirce M. G. Duarte, Clóvis Botelho. Perfil clínico de crianças menores de cinco anos com infecção respiratória aguda. Jornal de Pediatria - Vol. 76, Nº3, 2000. http://www.jped.com.br/conteudo/00-76-03- 207/port.pdf

Onofri Júnior Venício Aurélio, Martins Vinícius Spazzapan, Marin Maria José Sanches. Atenção à saúde do idoso na Estratégia Saúde da Família e prevalência de transtornos mentais comuns. Rev. bras. Geriatr. gerontol. [Internet]. 2016 fevereiro [citado em 2018 12 de maio]; 19 (1): 21-33. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_artt ext&pid=S1809- 98232016000100021&lng=en.

Mattos Ruben Araujo de. Princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e a humanização das práticas de saúde. Interface (Botucatu) [Internet]. 2009 [cited 2018 May 12] ; 13( Suppl 1 ): 771-780. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_artt ext&pid=S1414- 32832009000500028&lng=en.

Cristiana Carla da Silva. Serviço Social E Estratégia Saúde Da Família: uma análise sobre a experiência de Campina Grande-PB. http://www.joinpp.ufma.br/jornadas/joinppIV/e ixos/12_seguridade/servico-social-na-equipebasica-da-estrategia-saude-da-familia.pdf

Fernandes Maria Clara Porto, Backes Vânia Marli Schubert. Educação em saúde: perspectivas de uma equipe da Estratégia Saúde da Família sob a óptica de Paulo Freire. Rev. bras. enferm.[online]. 2010, vol.63, n.4, pp.567-573. ISSN 0034- 7167. http://dx.doi.org/10.1590/S0034- 71672010000400011.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-136

Refbacks

  • There are currently no refbacks.