Religiosidade e Espiritualidade no Enfrentamento da Ansiedade, Estresse e Depressão / Religiosity and Spirituality in Facing Anxiety, Stress and Depression

Alex Cezar Lancuna, Karina Andrade de Prince, Carlos Eduardo Mendes D'Angelis, Nathália Paranhos Magalhães, André Leão Santos, Luçandra Ramos Espírito Santo, Caroline Coelho de Oliveira, Mateus Almeida de Carvalho, Ana Bárbara Dias Lopes Urzedo

Abstract


Este trabalho teve como objetivo avaliar a influência da religiosidade e espiritualidade no enfrentamento da ansiedade, estresse e depressão em estudantes de medicina da cidade de Montes Claros, MG. Fez parte da pesquisa 110 estudantes e foram utilizados os seguintes instrumentos: Escala de ansiedade, depressão e estresse (EADS – 21), a escala de Coping Religioso-Espiritual Breve (CRE Breve) e um questionário contendo variáveis sóciodemográficas, econômicas e estilo de vida. A prevalência de depressão, ansiedade e estresse foi elevada entre os estudantes de medicina avaliados (71,8%, 60% e 60% respectivamente). Além disso, 53,6% dos estudantes avaliados utilizam o CRE em nível alto e 23,6% em nível médio. Dessa forma, destaca-se a importância do papel da religiosidade e espiritualidade como uma forma dos estudantes de medicina buscar o controle psicológico e emocional para lidar com suas crises e enfrentamentos das adversidades durante o período da graduação.


Keywords


Espiritualidade, Religião, Depressão, Ansiedade, Estresse.

References


Bassols, A.M.; Okabayashi, L.S.; Silva, A.B.; Carneiro, B.B.; Feijó, F.; Guimarães G.C.; Cortes, G. N.; Rohde, L.A.; & Eizirik, C.L. (2014). Alunos do primeiro e do último ano de medicina: existe diferença na prevalência e intensidade de ansiedade e sintomas depressivos?. Revista Brasileira de Psiquiatria. 36 (3): 233-40.

Borine, R. W.; Kátia & Bassitt, D. (2015). Relação entre a qualidade de vida e o estresse em acadêmicos da área da saúde. Estudos Interdisciplinares em Psicologia, 6(1), 100.

Brito, H. L., Seidl, E. M. F., & Costa-Neto, S. B. (2016). Coping religioso de pessoas em psicoterapia: um estudo preliminar. Contextos Clínicos, 9(2), 202-215.

Calais, S. L., Andrade, L. M. B. D., & Lipp, M. E. N. (2003). Gender and schooling diferences in stress symptoms in young adults. Psicologia: Reflexão e Crítica, 16(2), 257-263.

Carlotto, R. C., Teixeira, M. A. P., & Dias, A. C. G. (2015). Adaptação acadêmica e Coping em estudantes universitários. PsicoUSF, 20(3), 421-432.

Daré, P. K., & Caponi, S. N. (2017). Cuidado ao indivíduo com depressão na atenção primária em saúde. ECOS-Estudos Contemporâneos da Subjetividade, 7(1), 12-24.

Folkman, S., Lazarus, R. S., Gruen, R. J., & DeLongis, A. (1986). Appraisal, coping, health status, and psychological symptoms. Journal of Personality and Social Psychology, 50(3), 571–579

Gobatto, C. A.; Araujo, T. C. C. F. (2013). Religiosity and spirituality in oncology: Health Professionals' conceptions. Psicologia USP, 24(1), 11-34.

Guilherme, C.; Carvalho, E. C. (2011). Angústia espiritual em pacientes com câncer: intervenções de enfermagem. Revista de Enfermagem UFPE, 5(2), 290-294.

Haldorsen, H.; Bak, N.H.; Dissing, A.; Petersson, B. (2014). Stress and Symptoms of Depression Among Medical Students at The University of Copenhagen. Scand J Public Health, 42(1): 89–95.

Henning-Geronasso, M. C.; Moré, C. L. O. O. (2015). Influencia de la Religiosidad/Espiritualidad en el Contexto Psicoterapéutico. Psicologia: Ciência e Profissão, 35(3), 711-725.

Huang, M. F. C., & Torres, C. M. (2018). A dimensão religiosa no enfrentamento (Coping) em artigos científicos brasileiros. Revista de Estudos e Pesquisa da Religião, 21(2), 96-121.

Langoski, J. E.; Klipan, L. B.; Souza, J. A.; Ferracioli, M. U.; Fadel, C.B.; Bordin, D. (2014). Influência da trajetória acadêmica sobre o estresse e a percepção de estudantes de Odontologia. Revista de Odontologia da UNESP, 43 (Especial), 0-0.

Lawler, K. A., & Younger, J. W. (2002). Theobiology: an analysis of spirituality, cardiovascular responses, stress, mood, and physical health. Jounal of Religion & Health, 41(4):347-362.

Moutinho, I. L.D.; Maddalena, N. C.P.; Roland, R.K,; Lucchetti, A. L. G.; Tibiriça, S.H.C.; Ezequiel, O.S.; Lucchetti, G. (2017). Depression, stress and anxiety in medical students: A cross-sectional comparison between students from diferrent semesters. Rev Assoc Med Bras, 63(1): 21-28

Panzini, R. G., & Bandeira, D. R. (2007). Coping (enfrentamento) religioso/espiritual. Revista de Psiquiatria Clínica, 34(1), 126-135.

Phelps, A. C., Maciejewski, P. K., Nilsson, M., Balboni, T. A., Wright, A. A., Paulk, M. E., Trice, E., Schrag, D., Peteet, J. R., Block, S. D., & Prigerson, H. G. (2009). Religious coping and use of intensive life-prolonging care near death in patients with advanced cancer. JAMA, 301(11), 1140–1147.

Sakae, T. M.; Padão, D. L.; Jornada, L. K. (2010). Sintomas depressivos em estudantes da área da saúde em uma Universidade no Sul de Santa Catarina–UNISUL. Revista da AMRIGS, 54(1), 38-43.

Santos, F. S., Maia, C. R. C., Faedo, F. C., Gomes, G. P. C., Nunes, M. E., & Oliveira, M. V. M. D. (2017). Estresse em Estudantes de Cursos Preparatórios e de Graduação em Medicina. Revista Brasileira de Educação Médica, 41(2), 194-200.

Teixeira, M. A. P.; Dias, A. C. G.; Wottrich, S. H. & Oliveira, A. M. (2008). Adaptação à universidade em jovens calouros. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE), 12(1), 185-202.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-116

Refbacks

  • There are currently no refbacks.