A relevância da Seguridade Social em tempos de pandemia: uma análise das implicações sociais para as famílias e para o Serviço Social / The relevance of Social Security in times of a pandemic: an analysis of the social implications for families and Social Work

Anna Beatriz Valentim de Souza, Arilene Lisboa de Araújo, Ciria Dayanny Germano Meira, Juciara Gomes de Matos Souza, Alexandra Silva de Lima

Abstract


Este estudo se propõe a problematizar os rebatimentos da conjuntura atual sobre a classe trabalhadora, considerando a inquietação em torno do Auxílio Emergencial, uma das medidas emergenciais adotadas pelo Governo Federal, numa análise que situa a atuação do Serviço Social, enquanto profissão inserida nos chamados serviços essenciais no âmbito da seguridade social. Trata-se aqui de uma reflexão teórica que segue as orientações de uma pesquisa com abordagem qualitativa, a qual preocupa-se em aprofundar o conhecimento da realidade, capaz de desvelar processos e fenômenos sociais. A análise se dá numa perspectiva de totalidade, considerando a historicidade e a contradição inerentes ao social. Utilizou-se como estratégia de investigação a revisão bibliográfica e para subsidiar a problematização recorreu-se a autores como Antunes (2015), Carvalho (2000), CFESS (2020), Mioto (2015). Compreende-se, portanto, que a atual conjuntura denuncia os níveis de vulnerabilidade de milhares de brasileiros/as, em função da ausência de emprego e renda, consequência da atual política econômica e de Estado com inspiração neoliberal que acaba por se abster da sua responsabilidade protetiva, trasferindo tal incumbência à sociedade civil, em especial ao núcleo familiar. Os profissionais atuantes na linha de frente dos serviços essenciais se depararam então com novos processos de trabalho repletos de desafios, no sentido de atender as atuais necessidades de usuários(as) das políticas sociais, dentre esses as (os)assistentes sociais.

 

 


Keywords


Seguridade Social, Pandemia, Auxílio Emergencial, Serviço Social.

References


ANTUNES, Ricardo. Adeus ao trabalho?: ensaio sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho/ Ricardo Antunes. – 16.ed. – São Paulo : Cortez, 2015.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988. Brasília, 2017.

_______. Ministério da Saúde. Manual Instrutivo do Melhor em Casa. Brasília (DF): Ministério da Saúde, 2011.

CARVALHO, Maria do Carmo Brant de. A política de Assistência Social no Brasil: dilemas nas conquistas de sua legitimidade. In Serviço Social & Sociedade, São Paulo, n. 62, p. 144-155, mar. 2000. Quadrimestral

CFESS. Os impactos do coronavírus no trabalho do/a assistente social. série: conjuntura e impacto no trabalho profissional. Disponível em: http://www.cfess.org.br /arquivos/2020CfessManifestaEdEspecialCoronavirus.pdf. Acesso em: 23 de maio 2020.

______. Orientação Normativa n. 3/2020. Dispõe sobre ações de comunicação de boletins de saúde e óbitos por assistentes sociais. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/OrientacaoNormat32020.pdf. Acesso em: 23 de maio 2020.

XXIX ENCONTRO NACIONAL CFESS/CRESS, 2000, Maceió. CARTA DE MACEIÓ SEGURIDADE SOCIAL PÚBLICA: É POSSÍVEL! Alagoas: CFESS- CRESS, 2000. 3 p. Disponível em: http://www.cfess.org.br/arquivos/encontronacional_cartas_maceio.pdf. Acesso em: 24 maio 2020

MATOS, Maurílio Castro. A pandemia do coronavírus (COVID-19) e o trabalho de assistentes sociais na saúde. Disponível em: http://www.cress-es.org.br/wp-content/uploads/2020/04/Artigo-A-pandemia-do-coronav%C3%ADrus-COVID-19-e-o-trabalho-de-assistentes-sociais-na-sa%C3%BAde-2.pdf. Acesso em: 22 de maio 2020.

MIOTO, R. C. Família, trabalho com famílias e Serviço Social.ServSoc Rev., Londrina, v. 12, n. 2, p. 163-176, jun. 2010.

MIOTO, R. C. T. Família e Serviço Social: contribuições para o debate. Serviço Social & Sociedade. São Paulo, n. 55, 1997, p.114-129.

MIOTO, R. C. T.; CAMPOS M.S., CARLOTO C.M. Familismo, direito e cidadania : contradições da política social – São Paulo : Cortez, 2015.

MIOTO, R. C. T.; LIMA, T. C. S. A dimensão técnicooperativa do Serviço Social em foco: sistematização de um processo investigativo. Revista Textos e Contextos. Porto Alegre v. 8, n. 1, jan./jun.2009, p. 22-48.

NETTO, J. P. Capitalismo monopolista e Serviço Social/ José Paulo Netto- 8. Ed. – São Paulo: Cortez, 2011.

QUINZANI, Marcia Angela Dahmer. O avanço da pobreza e da desigualdade social como efeitos da crise da covid-19 e o estado de bem-estar social. Boletim de Conjuntura (BOCA), v. 2, n.6, p. 43-47, 2020.

SANTANA, Eline Peixoto de et al. HISTÓRICO DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL: uma construção lenta e desafiante, do âmbito das benesses ao campo dos direitos sociais.In: VI JORNADA INTERNACIONAL DE POLÍTICAS PðBLICAS, 6., 2013, São Luiz. Anais[...]. Maranhão: UFMA, 2013. p. 1-10. Disponível em: . Acesso em: 24 maio de 2020.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-080

Refbacks

  • There are currently no refbacks.