A atuação do enfermeiro no tratamento de feridas / The nurse’s performance in the treatment of wounds

Paula Caroline da Silva, Daniela de Melo da Silva, Taline Laiane da Silva Macedo, Talita Larissa da Silva Macedo, Barbara Maria Gomes Luna

Abstract


Introdução: A avaliação do Enfermeiro é indispensável para o tratamento de feridas. O tratamento é um processo dinâmico, tendo como influência a avaliação sistematizada do enfermeiro com intuito de prestar assistência de qualidade, respaldado por seus conhecimentos e técnicas cientificas, onde busca de maneira criteriosa e imprescindível a escolha do melhor tratamento para distintas feridas. Objetivo: Esse estudo tem como objetivo, analisar a atuação do enfermeiro no tratamento em feridas. Metodologia: Trata-se de um estudo de revisão integrativa da literatura que tem como caráter quantitativo e descritivo. Resultados e discussões: a atuação do enfermeiro no tratamento de feridas é cotidiana, sendo esse profissional habilitado para realizar todas as etapas do acolhimento do cliente com o intuito de solucionar o problema e garantir uma assistência de qualidade. Conclusão: O objetivo desse estudo é demonstrar a importância da atuação do enfermeiro frente ao tratamento e recuperação de feridas.


Keywords


ferida, cobertura, enfermagem.

References


CAUDURO, et al. Atuação dos enfermeiros no cuidado das lesões de pele. Rev enferm UFPE on line. Recife, 12(10):2628-34, out., 2018. Disponível em: file:///C:/Users/Paulo/Downloads/236356-122943-1-PB%20(2).pdf. Acesso em: 25/05/2020.

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM BAHIA – Parecer nº 009/2016 – trata-se da solicitação acerca de esclarecimento sobre a realização de curativos de alta complexibilidade por técnicos de enfermagem. Disponível em: http://ba.corens.portalcofen.gov.br/parecer-coren-ba-n%E2%81%B0-0092016_29420.html. Acesso em : 22/06/2020.

CONSUELO, L. B. L.; LOPES, H. A. F. Enfermeiro no cuidado do paciente com úlcera de pé diabético. Revista Baiana de Enfermagem, Salvador, v. 20, n. 1/2/3, p. 47-55, jan/dez 2006. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/3901/2865. Acesso em: 22/06/2020.

FAVRETO, FJL, et al. O papel do enfermeiro na prevenção, avaliação e tratamento das lesões por pressão. RGS 2017;17(2):37-47. Disponível em: http://www.herrero.com.br/files/revista/filea2aa9e889071e2802a49296ce895310b.pdf. acesso em: 25/05/2020.

FERREIRA, A. M.; CANDIDO, M. C.F. S.; CANDIDO, M. A. O cuidado de pacientes com feridas e a construção da autonomia do enfermeiro. Rev. Enferm. UERJ. Out.-dez. 2010. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-583590. Acesso em: 22/06/2020.

Lei nº 7.498, de 25 de junho de 1986. Dispõe sobre a regulamentação do exercício da enfermagem e dá outras providencias. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l7498.htm. acesso em : 22/06/2020.

MELO, E. M.; FERNANDES, V.S. Avaliação do conhecimento do enfermeiro acerca das coberturas de última geração. Rev. Estima. 2011, 9(4): 12 – 20. Disponível em: . Acesso em: 25/05/2020.

SALOMÉ, G. M.; ESPÓSITO, V. H. C. Significado da ação cuidar de pessoas portadoras de feridas: a ótica dos profissionais de enfermagem. São Paulo, p. 361-368, jul. 2011. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-599011. Acesso em: 22/16/2020.

SMANIOTTO PHS, GALLI R, CARVALHO VF, FERREIRA MC. Tratamento clínico das feridas – curativos. Rev Med. 2010; 89 (3/4): 137-41.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-066

Refbacks

  • There are currently no refbacks.