Efeitos auditivos e psíquicos decorrentes do uso dos fones de ouvido / Hearing and psychological effects related to headphones

Adriel Gustavo Lopes, Mateus Camargos Silva Alves Simao, Ricardo Neves Godinho

Abstract


Partindo do pressuposto de que há efeitos significativos desencadeados pelo uso dos estéreos pessoais (fones de ouvido), os quais podem repercutir na vida acadêmica, buscou-se investigar quais são os danos auditivos e psíquicos e analisar quais as principais ocasiões em que os aparelhos são utilizados. A metodologia utilizada foi a aplicação de um questionário estruturado e fechado com questões, abordando a frequência do uso, o volume, os efeitos e breve análise da saúde auditiva e psíquica. Os participantes da pesquisa foram alunos do curso de medicina, do primeiro ao quarto período, da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais de Minas Gerais (PUC-MG), campus de Betim.


Keywords


Fones de ouvido, Audição, Risco à Saúde, Estresse, Atenção.

References


BARCELOS, Daniela Dalapicula; DAZZI, Natália Saliba. Efeitos do MP3 player na audição. Revista CEFAC, Espírito Santo, v. 16, n. 3, p. 779-791, mai./jun. 2014.

BÅSJÖ, S et al. Hearingthresholds, tinnitus, and headphone listening habits in nine-year-old children. International Journal of Audiology, Örebro, v.55, n.10, p. 587-596, 2016.

BORJA, Ana Lúcia V.; SOUSA, Bárbara F. e; RAMOS, Márcia Maria. O que os jovens adolescentes sabem sobre as perdas induzidas pelo excesso de ruído?. Revista de Ciências Médicas e Biológicas, Salvador, v. 1, n.1, p. 86-98, nov. 2002.

DALGALARRONDO, P. Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais. Porto Alegre, 2000. Editora Artes Médicas do Sul.

GONÇALVES, Carolina; DIAS, Fernanda. Achados audiológicos em jovens usuários de fones de ouvido. Revista CEFAC, [S.I.], v.16, n.4, p. 1097-1106, jul./ago., 2014.

HERRERA, Sarah et al. Amplified music with headphones and its implications on hearing health in teens. International Tinnitus Journal, Curitiba, v. 20, n. 1, p. 42-47, 2016.

ISING, H et al. Risk of hearing loss caused by listening to music with head phones. HNO. 1994;42(12):764-8

LACERDA, Adriana et al. Hábitos auditivos e comportamento de adolescentes diante das atividades de lazer ruidosas. Revista Cefac, [s.l.], v. 13, n. 2, p.322-329, 3 dez. 2010.

MACHADO, Angelo; HAERTEl, Lucia. Neuroanatomia Funcional. In: MACHADO, Angelo; HAERTEl, Lucia. Formação Reticular. Sistemas Modulatórios de Projeção Difusa. 3. ed. São Paulo. Atheneu, 2014. Cap. 20, p. 195-204.

MARTINS, José et al. Avaliação da perda auditiva induzida por ruído em músicos de Tubarão-SC. 70 Arquivos Catarinenses de Medicina, Santa Catarina, v. 37, n. 4,p. 69-74.2008.

MEDEIROS, Luana. Ruídos: efeitos extra-auditivos no corpo humano.1999, 36p. monografia (Especialização)- Centro de Especialização em Fonoaudiologia Clínica Audiologia Clínica, Porto Alegre, 1999.

PEREIRA, Érico Felden et al. Sono e adolescência: quantas horas os adolescentes precisam dormir?. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, [s.l.], v. 64, n. 1, p.40-44, mar. 2015. FapUNIFESP (SciELO).

SANTOS, Julliana M. dos et al. A relação da qualidade de sono e rendimento acadêmico nos graduandos do curso de medicina.Sleep Science, [s.l.], v. 8, n. 4, p.173-173, dez. 2015. GN1 Genesis Network.

Scientific Committee on Emerging and Newly Identified Health Risks (SCENIHR). Potential health risks of exposure to noise from personal music players and mobile phones including a music playing function. 2008.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n2-038

Refbacks

  • There are currently no refbacks.