A participação do enfermeiro na condução das políticas públicas em saúde: perspectiva x realidade / Nurses participation in the conduct of public health policies: perspective x reality

Emilly Caroline Silva dos Santos, Ana Karla Rodrigues Lourenço, Thayná Alves do Nascimento, Laíssa Keilla Brito Barbosa, Elis Nayara Lessa de Barros, Jaqueline Maria da Silva, Rafael Rocha de Azeredo, Romildo Armindo da Silva

Abstract


O exercício profissional do enfermeiro, está voltado a política do cuidado, sendo ele o mediador para uma participação social efetiva, suas definições são diversas, mas é possível entender que visa melhorar as condições sanitárias da população, entretanto, existem impasses que dificultam tanto o formato como a adesão e gerenciamento dessas políticas, pois é possível afirmar que falar de política pública é falar de Estado. Dessa forma, esse estudo tem por objetivo descrever de que forma as políticas públicas são artifícios probatórios na evolução de estratégias em saúde, bem como atribuições que compete ao enfermeiro percebido a nível primário. O estudo foi desenvolvido por meio de uma pesquisa bibliográfica integrativa, Os estudos selecionados foram tratados por meio de fichamentos, estabelecendo um instrumento útil para consulta posterior. Seguindo, os artigos foram relidos, com a finalidade de realizar uma análise interpretativa com base na questão norteadora e nos objetivos estabelecidos. A atuação do enfermeiro no contexto da saúde coletiva, traz consigo um marco histórico na saúde pública, pois eles buscam por meios que tragam a comunidade a uma participação social efetiva, abordando em diversos cenários, ações educativas, que possam atender as demandas da população e trazer atuação dos mesmos, favorecendo o processo de vinculação ao SUS. Portanto, conclui-se que o enfermeiro desempenha um papel importante e decisivo na identificação das necessidades da comunidade, principalmente em relação a educação em saúde. Pois, a proteção e promoção à saúde do indivíduo é fundamental.


Keywords


Enfermagem em Saúde Pública. Políticas públicas de saúde. Enfermagem.

References


ACIOLI, Sonia; DAVID, Helena Maria Scherlowski Leal; DE ARAÚJO FARIA, Magda Guimarães. Educação em saúde e a enfermagem em saúde coletiva: reflexões sobre a prática [Health educationandnursing in publichealth: reflectionsonpractice][Educaciónensalud y laenfermeríaensalud pública: reflexiones sobre lapráctica]. Revista Enfermagem UERJ, v. 20, n. 4, p. 533-536, 2012.

BACKES, Dirce Stein et al. O papel profissional do enfermeiro no Sistema Único de Saúde: da saúde comunitária à estratégia de saúde da família. Ciência & Saúde Coletiva, v. 17, p. 223-230, 2012.

COELHO, Juliana Sousa. Construindo a participação social no SUS: um constante repensar em busca de equidade e transformação. Saúde e Sociedade, v. 21, p. 138-151, 2012.

DALFIOR, E.T; LIMA, R. C. D; ANDRADE, M.A.C. Implementação de políticas públicas: metodologia de análise sob o enfoque da política institucional. Rev.Saúde Debate | Rio De Janeiro, V. 39, N. Especial, P. 283-297, Dez 2015.

GADELHA, Carlos Augusto Grabois; COSTA, Laís Silveira. Saúde e desenvolvimento no Brasil: avanços e desafios. Revista de Saúde Pública, v. 46, p. 13-20, 2012.

LESSA, Greice et al. Análise de políticas públicas de saúde: revisão narrativa. Cogitare Enfermagem, v. 20, n. 1, p. 191-197, 2015.

LUCCHESE, Roselma; VERA, Ivânia; ROCHA PEREIRA, Wilza. As políticas públicas de saúde--SUS--como referência para o processo ensino-aprendizagem do enfermeiro. Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 12, n. 3, 2010.

MIRANDA, Gabriella Morais Duarte; MENDES, Antonio da Cruz Gouveia; SILVA, Ana Lucia Andrade da. Desafios das políticas públicas no cenário de transição demográfica e mudanças sociais no Brasil. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, v. 21, p. 309-320, 2016.

OLIVEIRA, D.M, et al. Saberes e práticas de enfermeiros sobre a participação social na saúde, RevBrasEnferm, pg. 421-7, mai-jun, 2016.

ROLIM, Leonardo Barbosa; CRUZ, Rachel de Sá Barreto Luna Callou; SAMPAIO, Karla Jimena Araújo de Jesus. Participação popular e o controle social como diretriz do SUS: uma revisão narrativa. Saúde em debate, v. 37, n. 96, p. 139-147, 2013.

SILVA, Silvio Fernandes da. Organização de redes regionalizadas e integradas de atenção à saúde: desafios do Sistema Único de Saúde (Brasil). Ciência & Saúde Coletiva, v. 16, p. 2753-2762, 2011.

SOUSA, Jaciara Alves et al. Formação política na graduação em enfermagem: o movimento estudantil em defesa do SUS. Saúde em Debate, v. 43, p. 312-321, 2020.

MOHER D, LIBERATI A, TETZLAFF J, ALTMAN D.G. Principais itens para relatar Revisões sistemáticas e Meta-análises: A recomendação PRISMA. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, 24(2): abr-jun 2015.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-267

Refbacks

  • There are currently no refbacks.