Conhecimento e adesão vacinal dos idosos ao calendário de vacinação específico / Knowledge and vaccination adherence of the elderly to the specific vaccination schedule

Aline de Fátima Ferreira Matos, Samira Michel Garcia, Adryelle Lemes de Campos, Camila Costa de Araújo, Raquel Borges Silva, Aline Cristina Araújo Alcântara Rocha, Danyella Rodrigues de Almeida, Aleksandra Rosendo dos Santos Ramos

Abstract


Durante as últimas décadas, as mudanças nos indicadores sociais, como a diminuição na taxa de mortalidade e fecundidade, tornaram-se fatores decisivos para o aumento da população idosa. Entretanto, à medida que a população envelhece, observa-se um aumento da fragilidade do indivíduo em decorrência da baixa imunidade do organismo, tornando-o vulnerável a diversas doenças (SANTOS et al., 2011). Objetivou-se pelo presente estudo identificar o conhecimento e adesão ao calendário de vacinação de idosos com 60 anos ou mais cadastrados na Estratégia de Saúde da Família (ESF) Vitória Régia no município de Cáceres – MT. Trata-se de um estudo exploratório descritivo, com abordagem qualitativa, que se caracteriza como uma pesquisa de campo. Pela presente pesquisa concluiu-se que a porcentagem de idosos que conhecem e aderem ao calendário de vacinação específico é superior à de idosos que não aderem por não considerarem necessidade em ser imunizado. Verificou-se que o conhecimento e adesão sobre vacinas que compõem o calendário de vacinação específico prevaleceram para a vacina contra a influenza, fato este, que possivelmente está associado a divulgação da vacina por meio das campanhas do Ministério da Saúde que ocorrem com mais frequência para a vacina contra a influenza do que para as demais vacinas contidas no calendário.

 


Keywords


Imunização, Idosos, Vacinas.

References


ALENCAR, B. T. Percepção da qualidade de vida entre idosos hipertensos praticantes e não praticantes de exercício físico. 2013. 50 f. Cáceres: Monografia, Departamento de Enfermagem. Universidade do Estado de Mato Grosso, Cáceres.

ARAÚJO, T. M. E.; LINO, F. S.; NASCIMENTO, D. J. C.; COSTA, F. S. R. Vacina contra Influenza: conhecimentos, atitudes e práticas de idosos em Teresina. Rev. bras. enferm., v. 60, n. 4. Brasília, 2007.

Brasil. Ministério da Saúde. Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde - CNES. Unidade Saúde da Família no município de Cáceres. Atualizado em junho de 2014. Disponível em: . Acesso em: 24 Jun. 2014.

Brasil. Ministério da Saúde. Dicas em saúde: vacinação. 2007. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/51vacinacao.html. Acesso em: 07 Abr. 2014.

Brasil. Ministério da Saúde. Envelhecimento e saúde da pessoa idosa. Caderno Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2006. 192 p.

Brasil. Ministério da Saúde. Estatuto do idoso. 3. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2013. 70 p.

Brasil. Ministério da Saúde. Vacinação: uma ação da atenção básica / saúde da família. Revista Brasileira Saúde da Família., v. 8, n. 16. Brasília, 2008.

GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009. 120 p.

GRENZEL, J. C. M.; CAVALHEIRO, D. J.; BERTOTTI, C. A adesão dos idosos a vacina contra influenza em uma estratégia de saúde da família de Cruz Alta – RS. In: Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão, 16, 2011, Cruz Alta. Anais... Cruz Alta: UNICRUZ, 2011.

Instituto brasileiro de geografia e estatística (IBGE). Brasil: tábua completa de mortalidade – 2010. Rio de Janeiro, 2011. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/tabuadevida/2010/notastecnicas.pdf. Acesso em: 12 Maio 2014.

Instituto brasileiro de geografia e estatística (IBGE). Indicadores sociodemográficos e de saúde no brasil. Rio de Janeiro, 2009.

Instituto brasileiro de geografia e estatística (IBGE). Sinopse do censo demográfico 2010: mato grosso. 2010. Disponível em: http://www.censo2010.ibge.gov.br/sinopse/index.php?uf=51&dados=29. Acesso em: 21 Maio 2014.

OLIVEIRA, F. J; MOTTA, L. B. Vacinação em idosos. Revista do Hospital Universitário Pedro Ernesto, UERJ. Rio de Janeiro, 2007.

OSELKA, G. et al. Sociedade brasileira de imunizações (SBIm). Sociedade brasileira de geriatria e gerontologia (SBGG). Guia de vacinação geriatria. 2013/14.

PADILHA, A. R. S. Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Publicada no DOU nº 12, p. 59, 2013. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf. Acesso em: 21 Jun. 2014.

PASETTO, F. E. Imunização na terceira idade: um estudo acerca do conhecimento do idoso em um bairro da cidade de Criciúma/SC. Criciúma, 2008.

SANTOS, B. R. L.; CREUTZBERG, M.; CARDOSO, R. F. M. L.; LIMA S. F.; GUSTAVO, A. S.; VIEGAS, K.; WELFER, M.; SOUZA, A. C. A. Situação vacinal e associação com a qualidade de vida, a funcionalidade e a motivação para o autocuidado em idosos. Rev. bras. epidemiol., v. 12, n. 4, p. 533-540, 2009.

SANTOS, D. N.; SOUSA, S. N. S.; SILVA, D. R. S.; FIGUEIREDO, M. L. F. A percepção do idoso sobre a vacina contra influenza. Enfermagem em Foco., v. 2, n. 2, p. 112-115, 2011.

TEMPORÃO, J. G. O Programa nacional de imunizações (PNI): origens e desenvolvimento. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, v. 10, Rio de Janeiro, 2003.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS (UFMG). Novo Calendário Vacinal do Programa Nacional de Imunização. 2013. Disponível em: http://www.medicina.ufmg.br/observaped/index.php/eixos/139-novo-calendario-vacinal-do-programa-nacional-de-imunizacao.html. Acesso em: 24 Mar. 2014.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-246

Refbacks

  • There are currently no refbacks.