Transtornos emocionais em estudantes de medicina / Emotional disorders in medical students

Milena Nunes Alves de Sousa, Daysianne Pereira de Lira Uchoa, Ana Carolina Policarpo Nascimento, Camila Gomes da Silva, Lucas Matheus Barreto Sampaio

Abstract


Objetivo: avaliar a incidência do desenvolvimento de transtornos emocionais em estudantes de medicina.Métodos: Revisão Sistemática da Literatura. Utilizou-se a Biblioteca Nacional de Medicina dos Institutos Nacionais de Saúde (PUBMED) e o Google Acadêmico como bases de dados, obtendo-se uma amostra final de 16 artigos, que respondiam a questão norteadora, selecionados após a análise crítica e aos pares dos estudos primariamente encontrados .Resultados: Os artigos possibilitaram evidenciar que os acadêmicos de medicina diretamente suscetíveis ao desenvolvimento de transtornos emocionais, tais como estresse, seguido pela depressão, pela síndrome de Burnout e, por fim, ansiedade.Conclusões: O curso de Medicina altera acidentalmente a qualidade de vida de seus estudantes.A constante pressão exercida pela vida acadêmica torna os estudantes altamente suscetíveis a transtornos emocionais

Keywords


Estudantes de Medicina, Transtorno Depressivo, Etiologia, Incidência.

References


AGUIAR, Sâmia Mustafa et al. Prevalência de sintomas de estresse nos estudantes de medicina. Jornal Brasileiro Psiquiatria, Rio de Janeiro, v. 58, n. 1, p.34-38, 2009.

BAMBI, Luciana Neves da Silva; et al. Qualidade de Vida de Estudantes de Medicina. Revista Brasileira de Formação Médica, Brasília – DF, v. 37, n. 02, p. 217-225, 2013.

DAHLIN, Marie; JONEBORG, Nils; RUNESON, Bo. Stress and depression among medical students: across-sectional study. Medical Education, New Jersey, v. 39, n. 1, p.594-604, 2005.

DIAS, João Carlos Ramos; et al. Qualidade de vida em cem alunos do curso de Medicina de Sorocaba – PUC/SP. Revista Brasileira de Formação Médica. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Sorocaba - SP, v. 34, n. 01, p. 116 a 123,2010.

FIOROTTI, Karoline Pedroti et al. Transtornos mentais comuns entre os estudantes do curso de medicina: prevalência e fatores associados. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, Rio de Janeiro, v. 59, n. 1, p.17-23, 2010.

FRASQUILHO, Maria Antónia. Medicina, uma jornada de 24 horas? Stress e burnout em médicos: prevenção e tratamento. Revista Portuguesa de Saúde Pública, Lisboa, v. 23, n. 2, p.89-98, 2005.

GUTHRIE, E. et al. Psychological stress and burnout in medical students: a five-year prospective longitudinal study. Journal Of The Royal Society Of Medicine, Londres, v. 91, n. 1, p.237-239, 1998.

KAYA, Mine et al. Prevalence of Depressive Symptoms, Way sof Coping, and Related Factors Among Medical School and Health Services Higher Educa on Students. Türk Psikiyatri Dergisi, Turquia, v. 18, n. 2, p.1-9, 2007.

LIMA, Maria Cristina Pereira; DOMINGUES, Maria de Souza; CERQUEIRA, Ana Teresa de Abreu Ramos. Prevalência e fatores de risco para transtornos mentais comuns em estudantes de medicina. Revista Saúde Pública, Botucatu - SP, v. 40, n. 6, p. 1035-1041, 2006.

LOURENÇÃO, Luciano Garcia; MOSCARDINI, Airton Camacho; SOLER, Zaida Aurora Sperli Geraldes. Saúde e qualidade de vida de médicos residentes. Rev. Assoc. Med. Bras., São Paulo, v. 56, n. 1, p.81-91, 2010.

MORO, Adriana; VALLE, Juliana Barros do; LIMA, Leandro Prates de. Sintomas Depressivos nos Estudantes de Medicina da Universidade da Região de Joinville (SC). Revista Brasileira de Educação Médica, Rio de Janeiro, v. 29, n. 2, p.97-102, 2005.

NUZZARELLO, Angela; GOLDBERG, Julie H. How Perceived Risk and Personal and Clinical Experience Affect Medical Students’ Decisions to Seek Treatment for Major Depression. Academic Medicine, Washington, v. 79, n. 9, p.876-881, 2004.

PEREIRA, Ana Maria T. Benevides; GONÇALVES, Maria Bernadete. Transtornos emocionais e a formação em Medicina: um estudo longitudinal. Revista Brasileira de Educação Médica, Maringá-PR, v. 33, n. 1, p.10-23, 2009.

PERES, Maria Fernanda Tourinho et al. Exposição à violência, qualidade de vida, depressão, e burnout entre estudantes de medicina em uma universidade estadual paulista. RevMed, São Paulo, v. 93, n. 3, p.115-124, 2014.

ROSAL, Milagros C. et al. A Longitudinal Study of Students' Depression at One Medical School. Academic Medicine, Washington, v. 72, n. 6, p.542-546, 1997.

SAMPAIO, RF; MANCINI, MC. Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Rev. bras. fisioterapia, São Carlos - SP, v. 11, n. 1, p. 83-89. 2007.

WHOQOL Group. The World Health Organization Quality of Life Assessment (WHOQOL):Development and general psychometric properties. Social Science e Medicine, v. 46, n. 12, p. 1569-85, 1998.

ZOCCOLILLO, Mark; MURPHY, George E.; WETZEL, Richard D. Depression among medical students. Journal Of Affective Disorders, [s.l.], v. 11, n. 1, p.91-96, jul. 1986.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-233

Refbacks

  • There are currently no refbacks.