Tecnologias da informação e comunicação: ferramentas essenciais para a atenção primária a saúde / Communication and information technologies: essential tools for primary health care

Rodrigo Nunes Cardoso, Renata de Santana Silva, Deyse Mirelle Souza Santos

Abstract


Introdução: O uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s) tem se intensificado em todos os espaços da atuação humana. A nova dinâmica de dados e fluxo constante de informações em saúde tem auxiliado a tomada de decisão de gerentes e gestores, especialmente na Atenção Primaria à Saúde. Objetivo: Identificar na literatura evidências sobre a contribuição e aplicabilidade das Tecnologias da Informação e Comunicação na Atenção Primária à Saúde. Metodologia: Trata-se de uma revisão sistemática realizada a partir das bases de dados do Scielo, Lilacs, Medline, Science Direct e Pubmed. A revisão incluiu estudos com desenho quantitativo e qualitativo de revisão de literatura, revisão sistemática, síntese narrativa, transversais e estudos de campo, publicados em qualquer ano nos idiomas inglês e português. Foram excluídos da revisão capítulos de livro, normas técnicas, manuais, enciclopédias, duplicatas ou artigos que não estiveram disponibilizados na versão completa. A seleção dos estudos ocorreu de forma independente nas três fases de inclusão (título, resumo e texto completo) e os relatos foram descritos com base nos itens do checklist (PRISMA). Após a análise e leitura dos artigos devidamente orientada pelos critérios de inclusão e exclusão foi realizado a extração de dados elencando todos os artigos que estiveram ou não relacionados a temática. Resultados: A busca identificou um total de 3295 publicações, após a aplicação dos critérios 14 artigos foram selecionados para leitura e análise na íntegra e destes apenas 9 artigos foram selecionados ao final do estudo. A análise das publicações identificou maior concentração de estudos entre os anos de 2012 e 2013, sendo 9 (100%) publicados nos continentes europeu e americano em idioma de língua inglesa. As publicações versaram que as TIC’s são elementos que favorecem a interface de ações entre os serviços de saúde e os usuários, promovendo maior horizontalidade e integralidade das práticas do fazer saúde. Conclusão: A implementação de TIC’s no campo da Atenção Primária permite maior alcance e interação entre os usuários e equipe facilitando o processo de gestão intersetorial. No entanto, a literatura demonstra um contorno desafiador quanto a popularização das TIC’s no âmbito da saúde necessitando assim de maiores investimentos nesse campo especialmente na Atenção Primária.


Keywords


Tecnologia da Informação e Comunicação, Gestão em Saúde, Atenção Primária a Saúde, Cuidado de Enfermagem.

References


ACETO, Giuseppe; PERSICO, Valerio; PESCAPÉ, Antonio. The role of Information and Communication Technologies in healthcare: taxonomies, perspectives, and challenges. Journal of Network and Computer Applications, v. 107, n. 7, p. 125-154, 2018. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1084804518300456. Acesso em: 13 out. 2020.

AGUIAR, Fábio Campos; MENDES, Vera Lúcia Peixoto Santos. Comunicação organizacional e Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na gestão hospitalar. Perspectivas em Ciência da Informação, v. 21, n. 4, p. 138-155, 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S141399362016000400138&script=sci_arttext. Acesso em: 24 set. 2020.

ÅKESSON, Kerstin M.; SAVEMAN, Britt-Inger; NILSSON, Gunilla. Health care consumers’ experiences of information communication technology—a summary of literature. International journal of medical informatics, v. 76, n. 9, p. 633-645, 2007. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1386505606001742. Acesso em: 18 out. 2020.

BARBOSA, Fabiano Timbó et al. Tutorial para execução de revisões sistemáticas e metanálises com estudos de intervenção em anestesia. Brazilian Journal of Anesthesiology, v. 69, n. 3, p. 299-306, 2019. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0034709418301417. Acesso em: 10 out. 2020.

BELANGER, Emmanuelle et al. Examining the evidence of the impact of health information technology in primary care: an argument for participatory research with health professionals and patients. International journal of medical informatics, v. 81, n. 10, p. 654-661, 2012. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1386505612001359. Acesso em: 16 out. 2020.

CRESSWELL, Kathrin; SHEIKH, Aziz. Organizational issues in the implementation and adoption of health information technology innovations: an interpretative review. International journal of medical informatics, v. 82, n. 5, p. 73-86, 2013. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1386505612001992. Acesso em: 14 out. 2020.

CRUZ, José Anderson Santos; BERMEJO, Lucas Justiniano; CUNHA, Arielly Kizzy. Comunicação e mídia: uma questão social no serviço da saúde. Temas em Educação e Saúde, v. 13, n. 1, p. 124-146, 2017. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/tes/article/view/10541. Acesso em: 29 set. 2020.

DEMIRIS, George et al. Innovative Tools to Support Family Caregivers of Persons with Cancer: The Role of Information Technology. In: Seminars in oncology nursing. WB Saunders, v. 35, n. 4, p. 384-388, 2019. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0749208119300919. Acesso em: 15 out. 2020.

DONATO, Helena; DONATO, Mariana. Etapas na Condução de uma Revisão Sistemática. Acta Médica Portuguesa, v. 32, n. 3, p. 227-235, 2019. Disponível em: https://d1wqtxts1xzle7.cloudfront.net/62421081/Stages_for_Undertaking_a_Systematic_Review20200320-31418-7eur0o.pdf?1584699058=&response-content-disposition=inline%3B+filename%3DEtapas_na_Conducao_de_uma_Revisao_Sistem.pdf&Expires=1606088853&Signature=a9~hNlKpyh3S2R53ZX66pgWyYJq0VrrYk8AzPE~-sftPZgDCaIeAWEJLsRtjY08rI0jym-dt0mKnj9KQVj1FsiFfCngdUjbIhGhhhY33aYttI2SWE0Vn4FO17a1GIlBmIjMGAx~sgv-C4ruiqUAxtm1dT3Fyr5-H1n62a5Ud736fluVQZBvGhHBl9KIRbMkF4XZfbICSPPR3-37Iv8b9VHqcUpIyITXf2bJN8En6ZZ-4KLzDKHmFJN~dL5xmJ3dJeKACGt9jqY0ihQgyWyv4F6LmT4S1K8o1c5NMiFFsIW-4mDdsBg9UdJZErFU6HgQh-abwuGKdUNhZwxbGxOp~XQ__&Key-Pair-Id=APKAJLOHF5GGSLRBV4ZA. Acesso em: 12 out. 2020.

FARIAS, Quitéria Larissa Teodoro et al. Implicações das tecnologias de informação e comunicação no processo de educação permanente em saúde. Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde, v. 11, n. 4, p. 1-11, 2017. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/24033/2/13.pdf. Acesso em: 22 set. 2020.

GALVÃO, Taís Freire; PANSANI, Thais de Souza Andrade; HARRAD, David. Principais itens para relatar Revisões sistemáticas e Meta-análises: A recomendação PRISMA. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 24, n. 2, p. 335-342, 2015.

Disponível em: https://www.scielosp.org/article/ress/2015.v24n2/335-342/pt/. Acesso em: 20 set. 2020.

GALVÃO, Maria Cristiane Barbosa; RICARTE, Ivan Luiz Marques. Revisão sistemática da literatura: conceituação, produção e publicação. Logeion: Filosofia da informação, v. 6, n. 1, p. 57-73, 2019. Disponível em: http://revista.ibict.br/fiinf/article/view/4835/4187. Acesso em: 19 out. 2020.

KUMAR, Mayank et al. “Contexto” na resistência à tecnologia da informação em saúde: Uma revisão sistemática da literatura existente e agenda para pesquisas futuras. International Journal of Information Management, v. 51, n. 5 p. 1-13, 2020. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0268401219305043. Acesso em: 14 out. 2020.

LLUCH, Maria; ABADIE, Fabienne. Exploring the role of ICT in the provision of integrated care—evidence from eight countries. Health policy, v. 111, n. 1, p. 1-13, 2013. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0168851013000699. Acesso em: 14 out. 2020.

LOPES, Juliana Evangelista; HEIMANN, Candice. Uso das tecnologias da informação e comunicação nas ações médicas a distância: um caminho promissor a ser investido na saúde pública. Journal of Health Informatics, v. 8, n. 1, p. 26-30, 2016. Disponível em: file:///C:/Users/habel/Downloads/364-1801-1-PB%20(1).pdf. Acesso em: 20 set. 2020.

MOTA, Daniele de Norões et al. Tecnologias da informação e comunicação: influências no trabalho da estratégia Saúde da Família. Journal of Health Informatics, v. 10, n. 2, p. 45-49, 2018. Disponível em: http://www.jhi-sbis.saude.ws/ojs-jhi/index.php/jhi-sbis/article/view/563. Acesso em: 24 set. 2020.

NOVAES, Hillegonda Maria Dutilh; SOÁREZ, Patricia Coelho De. A Avaliação das Tecnologias em Saúde: origem, desenvolvimento e desafios atuais. Panorama internacional e Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 36, n. 9, p. 1-10, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.phppid=S0102311X2020000900503&script=sci_arttext&tlng=pt Acesso em: 26 set. 2020.

RAO, Shaline et al. Health information technology: transforming chronic disease management and care transitions. Primary Care: Clinics in Office Practice, v. 39, n. 2, p. 327-344, 2012. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22608869/. Acesso em: 15 out. 2020.

SALAHUDDIN, Lizawati; ISMAIL, Zuraini. Classification of antecedents towards safety use of health information technology: A systematic review. International journal of medical informatics, v. 84, n. 11, p. 877-891, 2015. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1386505615300216. Acesso em: 13 out. 2020.

SANTOS, Tamyres Oliveira dos; PEREIRA, Leticia Passos; SILVEIRA, Denise T olfo. Implantação de sistemas informatizados na saúde: uma revisão sistemática. Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde, v. 11, n. 3, p. 1 –11, 2017. Disponível em: https://www.reciis.icict.fiocruz.br/index.php/reciis/article/view/1064/2133. Acesso em: 07 out. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-216

Refbacks

  • There are currently no refbacks.