Vulnerabilidade às infecções sexualmente transmissíveis de adolescentes privados de liberdade / Vulnerability to sexually transmitted infections of adolescents deprived of their liberty

Bruna Menezes Aguiar, Luana Gabriele Souza Alves, Ana Paula Ferreira Holzmann, Aline Gonçalves Lima, Jéssica Caroline Soares Pereira, Ana Paula Nogueira Machado, Edna de Freitas Gomes Ruas, Renata Bastos Souza

Abstract


INTRODUÇÃO: A população carcerária tem se destacado globalmente por apresentar uma considerável prevalência de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), configurando-se como um potencial grupo de risco em virtude de fatores vinculados ao nível socioeconômico, escolaridade, estrutura familiar e práticas de risco, principalmente quando se trata de adolescentes. OBJETIVO: Objetivou-se conhecer aspectos relacionados à vulnerabilidade às IST de adolescentes privados de liberdade, assim como investigar a prevalência da infecção pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), hepatites B e C e sífilis, nesta população. MATERIAL E MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal, descritivo, com abordagem quantitativa e análise documental. A coleta dos dados foi realizada no Centro de Testagem e Aconselhamento em IST/Aids (CTA) de uma cidade do norte de Minas Gerais. Atende às diretrizes e normas determinadas pela resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde (CNS) e foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Unimontes. RESULTADOS: A amostra do estudo foi composta por 181 adolescentes, sendo todos do sexo masculino (100%) e com idades variando de 12 a 21 anos. A maioria (70,6%) já fez uso de alguma substância psicoativa, sendo a maconha a mais frequente (90,6%).  O uso regular do preservativo no último ano foi relatado por 32,4% dos adolescentes nas relações sexuais fixas e por 39,2%, nas relações eventuais. Quanto aos exames realizados, nenhum resultado foi reagente para o HIV e hepatite C, dois foram reagentes para hepatite B (1,1%) e 10 (5,5%), para sífilis. CONCLUSÃO: O presente estudo demonstrou que a população de adolescentes privados de liberdade possui múltiplos fatores de riscos que predispõem à transmissão de IST, sendo os principais deles relacionados a não adesão ao preservativo nas relações sexuais e ao uso de drogas.


Keywords


Análise de Vulnerabilidade. Infecções Sexualmente Transmissíveis. Adolescentes. Prevalência

References


ALMEIDA, I.S; SILVA, P.M.A.; CARDOSO, P.J.M.; QUINAN, P.V.M.; GARCIA, L.R; SANTOS, A.M.S. O uso de álcool e outras drogas por adolescentes: consequências na vida familiar e escolar. Revista Adolescência e Saúde, v. 16, n04, pág. 91 – 103, 2019.

BARROS, L.A.S.; PESSONI, G.C.; TELES, S.A.; SOUZA, S.M.B.; MATOS, M.A.; MARTINS, R.M.B.; DEL-RIOS, N.H.A.; MATOS, M. A.D.; CARNEIRO, M.A.S. Epidemiology of the viral hepatitis B and C in female prisoners of Metropolitan Regional Prison Complex in the State of Goiás, Central Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, Uberaba , v. 46, n. 1, p. 24-29, 2013. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2020. https://doi.org/10.1590/0037-868216972013 .

BRASIL, Ministério da Saúde. Boletim Epidemiológico: Sífilis. Secretaria de Vigilância em Saúde, v.49, n45, 2018. 12 pág.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais. Recomendações para a Atenção Integral a Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/AIDS. Brasília, 2013.

DANA D.; ZARY N.; PEYMAN, A.; BEHROOZ, A. Risk prison and hepatitis B virus infection among inmates with history of drug injection in Isfahan, Iran. Scientific World Journal, v. 2013, Article ID 735761, 4 pág., 2013. ttps://doi.org/10.1155/2013/735761

ELICKER, E; PALAZZO, L.S.; AERTS, D.R.G.C.; ALVES, G.G.; CÂMARA, S. Uso de álcool, tabaco e outras drogas por adolescentes escolares de Porto Velho-RO, Brasil. Epidemiologia e Serviços de Saúde, Brasília, v. 24, n. 3, pág. 399-410, 2015. Disponível em: . Acessoe em: 22 set. 2020.

MALTA, D.C.; SILVA, M.A.I.; MELLO F.C.M.; MONTEIRO, R.A.; PORTO, D.L.; SARDINHA, L.M.V.; FREITAS, P.C. Saúde sexual dos adolescentes segundo a Pesquisa Nacional de Saúde dos Escolares. Revista Brasileira de Epidemiologia, São Paulo , v. 14, supl. 1, pág. 147-156, 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-790X2011000500015&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 22 set. 2020. https://doi.org/10.1590/S1415-790X2011000500015.

MIRANDA, A.E.; ZAGO, A. M. Prevalência de infecção pelo HIV e sífilis em sistema correcional para adolescentes. Jornal Brasileiro de Doenças Sexualmente Transmissíveis, v.13, n.4, pág.35-39, 2001.

MONTEIRO, E.M.L.M.; NASCIMENTO, C.A.D.; FILHO, A.J.A.; ARAÚJO, A.K.A.; CARMO, D.R.B.; GOMES, I.M.B. Percepção de adolescentes infratoras submetidas à ação socioeducativa sobre assistência à saúde. Escola Anna Nery, Rio de Janeiro , v. 15, n. 2, pág. 323-330, 2011. Disponível em : http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452011000200015&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 22 set. 2020. https://doi.org/10.1590/S1414-81452011000200015.

NEGREIROS, D.E.H.; VIEIRA, D.S. Prevalência de hepatites b, c, sífilis e hiv em privados de liberdade -Porto Velho, Rondônia. Revista Interdisciplinar, v. 10, n. 1, pág. 43-52, 2017.

PECHANSKY, F.; SZOBOT, C.M.; SCIVOLETTO, S. Uso de álcool entre adolescentes: conceitos, características epidemiológicas e fatores etiopatogênicos. Revista Brasileira de Psiquiatria, São Paulo , v. 26, supl. 1, p. 14-17, 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-44462004000500005&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 22 set. 2020. https://doi.org/10.1590/S1516-44462004000500005.

SAIZ DE LA HOYA, P.; MARCO, A.; GARCÍA-GUERRERO, J.; RIVERA, A. Prevalhep study group. Hepatitis C and B prevalence in Spanish prisons. European Journal of Clinical Microbiology & Infectious Diseases, v. 30, n. 07, pág. 857-862, 2011. doi:10.1007/s10096-011-1166-5

SILVA, A.A.S.; Araújo, T.M.E., Teles, S.A.; Magalhães, R.L.B.; Andrade, E.L.R. Prevalência de hepatite B e fatores associados em internos de sistema prisional. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 30, n. 1, pág. 66-72, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002017000100066&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 22 set. 2020. https://doi.org/10.1590/1982-0194201700010.

SILVEIRA, F. Fique vivo: cidadania e prevenção de aids com jovens da Febem -reflexões de uma prática. Temas em Psicologia, v. 21, n 3, pág. 723-733, 2013. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/tp/v21n3/v21n3a05.pdf. Acesso em: 22 jul. 2020.

SOARES, S.C.L.; SPAGNO O.; SOUSA, C.; LIMA, A.A.M.; LIMA, E.K.V. Sífilis em privados de liberdade em uma unidade prisional no interior de Rondônia. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v. 2, n. 2, pág. 2195-2205, 2019. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BJHR/article/view/1632/0 .Acesso em: 22 jul. 2020.

STIEF, A.C.F.; Martins, R.M.B.; Andrade, S.M.o.; Pompilio, M.A.; Fernandes, S.M.; MURAT, P.G.; Mousquer, G.J.; TELES, S.A.; Camolez, G.R.; FRANCISCO, R.B.L.; Motta-Castro, A.R.C. Seroprevalence of hepatitis B virus infection

and associated factors among prison inmates in state of Mato Grosso do Sul, Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, Uberaba , v. 43, n. 5, pág. 512-515, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0037-86822010000500008&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 22 set. 2020. https://doi.org/10.1590/S0037-86822010000500008

TANNER , J.M. Growth at Adolescence. 2 ed. Oxford: Blackwell, 1962.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-214

Refbacks

  • There are currently no refbacks.