Rotina dos residentes de Clínica Médica em hospital particular de Anápolis – GO durante a pandemia do COVID-19: Relato de experiência / Routine of Medical Clinic residents in a private hospital in Anápolis - GO during the COVID-19 pandemic: Experience report

Ana Cecília Conrado de Almeida

Abstract


Introdução: Em dezembro de 2019, surgiu na cidade de Wuhan na China, um novo coronavírus humano, chamado síndrome respiratória aguda grave do coronavírus 2 (SARS-CoV-2) ou doença por Coronavírus (COVID-19) pela Organização Mundial da Saúde. Pela extensa magnitude e pelos diversos insumos necessários ao seu controle, como a disponibilidade de testes diagnósticos para as populações afetadas, o enfrentamento à COVID-19 tem se tornado um desafio, especialmente para países de baixa e média renda como o Brasil. Objetivo: O objetivo desse relato de experiência é evidenciar pontos importantes da rotina dos médicos residentes em um hospital particular no município de Anápolis-GO, mostrando o que mudou com o surgimento da pandemia. Método: Trata-se de um relato de experiência, com uma análise qualitativa, cujo início ocorreu com o aparecimento de casos da COVID-19 no município de Anápolis, no estado de Goiás, por uma residente de Clínica Médica de um hospital particular, começando no mês de março de 2020 e estendendo-se até dezembro desse mesmo ano. Resultados: A partir da observação, foi possível notar que houve várias dificuldades a respeito da condução dos casos de Coronavírus por parte dos residentes, levando estes ao esgotamento físico e mental. Apesar disso, como ponto positivo importante, o Programa de Residência, juntamente com a direção do próprio hospital, realizou aulas e cursos para melhor preparar esses atendentes. Conclusão: É evidente que foi um período repleto de dificuldades e desafios, mas teve um empenho comunitário para melhor lidar com a situação, além de deixar como lição a importância dos momentos e a valorização dos profissionais de saúde de uma forma geral.


Keywords


COVID-19, Coronavírus, Residência Médica, Pandemia.

References


BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de vigilância epidemiológica emergência de saúde pública de importância nacional pela doença pelo coronavírus 2019 [ Internet ]. Brasília: Ministério da Saúde; 2020. 34 p.

BRASIL. Secretaria de Vigilância em Saúde, Ministério da Saúde. Infecção humana pelo novo Coronavírus (2019-nCoV). Boletim Epidemiológico, n. 02, 2020.

CRODA, Julio Henrique Rosa; GARCIA, Leila Posenato. Resposta imediata da Vigilância em Saúde à epidemia da COVID-19. 2020.

FARIAS, Luis Arthur Brasil Gadelha et al. O papel da atenção primária no combate ao Covid-19: impacto na saúde pública e perspectivas futuras. 2020.

ISER, Betine Pinto Moehlecke et al. Definição de caso suspeito da COVID-19: uma revisão narrativa dos sinais e sintomas mais frequentes entre os casos confirmados. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 29, p. e2020233, 2020.

LA, Pereira et al. Prevenção relacionada à exposição ocupacional: covid-19.[en línea]. Rev enferm uerj, rio de janeiro, v. 28, p. e49596, 2020.

MARTINS, Rany Uchôa et al. SAÚDE MENTAL DOS PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO BÁSICA EM TEMPOS DE PANDEMIA. Cadernos ESP-Revista Científica da Escola de Saúde Pública do Ceará, v. 14, n. 1, p. 133-137, 2020.

RODRIGUES, Bráulio Brandão et al. Aprendendo com o Imprevisível: Saúde mental dos universitários e Educação Médica na pandemia de Covid-19. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 44, 2020.

RUSSELL, Timothy W. et al. Using a delay-adjusted case fatality ratio to estimate under-reporting. Centre for Mathematical Modeling of Infectious Diseases Repository, 2020.

SILVA FREIRE, Raquel Margarida et al. Profissional residente no enfrentamento da COVID-19: relato de experiência no contexto da enfermagem intensiva. Enfermagem Brasil, v. 19, 2020.

ZHANG, Yingfei; MA, Zheng Feei. Impact of the COVID-19 pandemic on mental health and quality of life among local residents in Liaoning Province, China: A cross-sectional study. International journal of environmental research and public health, v. 17, n. 7, p. 2381, 2020.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-170

Refbacks

  • There are currently no refbacks.