Conhecimento dos professores primários de dois Municípios sobre o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade/ Primary school teachers' knowledge of two Municipalities about attention deficit hyperactivity disorder

Maricilda Costa Oliveira, Marcos Arturo Ferreira Agüero, Kevyn Felipe Mendes

Abstract


Introdução: O transtorno do déficit de atenção com hiperatividade é um transtorno com manifestações como desatenção e hiperatividade, o transtorno tem origem biológica marcada pela hereditariedade, tem seu início na infância e pode permanecer até a idade adulta. Metodologia: Foi uma pesquisa exploratória e transversal, cujo objetivo principal foi conhecer o nível de conhecimento dos professores do município de Ponta Porã, (PP), Brasil e Pedro Juan Caballero, (PJC), Paraguai sobre o TDAH, o As variáveis avaliadas foram preparo durante a formação, professores que já possuíam alunos com TDAH, ambiente de trabalho preparado para lidar com alunos com TDAH, nível de conhecimento dos professores sobre aqueles com TDAH. Para a coleta de dados, informações importantes dos professores, foi utilizado um questionário auto elaborado. Resultados: Foi apresentado o número total de professores, de acordo com a instituição que atua e seu nível de conhecimento sobre o TDAH, onde foi observado que 100% dos professores conhecem o assunto, 95% tiveram contato, fornecido pela escola, o número sobre o assunto na graduação era em torno de 34%, 23% já corresponde a quem teve formação específica em TDAH com um profissional de saúde, seja psiquiatra ou psicólogo. Os professores responderam de forma unânime que é extremamente importante ter um curso sobre o TDAH, mostrando que mesmo já tendo o primeiro contato com o assunto, ainda se sentem inseguros e precisam de treinamentos e cursos. Conclusão: Construir mais conhecimento dos professores primários durante a graduação é essencial para o sucesso com alunos portadores de TDAH, bem como cursos de atualização sobre o tema.


Keywords


TDAH, déficit de atenção, hiperatividade

References


AL-MOGHAMSI, Esra’a Yahya e ALJOHANI, Abdulaziz. Elementary school teachers’ knowledge of attention deficit/hyperactivity disorder. Journal of family medicine and primary care, v. 7, n. 5, p. 907–915, 2018. Disponível em: /articles/PMC6259519/?report=abstract>. Acesso em: 25 ago 2020.

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. DSM-5 Fact Sheet, Update: Attention-Deficit/Hyperactivity Disorder (ADHD). American Psychiatric Association. 2013. Disponível em: .

BARKLEY, Russell A. e PETERS, Helmut. The Earliest Reference to ADHD in the Medical Literature? Melchior Adam Weikard’s Description in 1775 of “Attention Deficit” (Mangel der Aufmerksamkeit, Attentio Volubilis). Journal of Attention Disorders, v. 16, n. 8, p. 623–630, 2012.

BENER, Abdulbari e colab. The prevalence of attention deficit hyperactivity symptoms in schoolchildren in a highly consanguineous community. Medical Principles and Practice, v. 17, n. 6, p. 440–446, 2008.

CARREIRO, Luiz Renato Rodrigues e colab. Estudo exploratório sobre o conhecimento do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade entre professores de escolas públicas e privadas da cidade de São Paulo. Cadernos de Pós-graduação em Distúrbios do Desenvolvimento, v. 7, n. 1, p. 34–52, 2007.

DE JOU, Graciela Inchausti e colab. Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade: Um olhar no ensino fundamental. Psicologia: Reflexao e Critica, v. 23, n. 1, p. 29–36, 2010.

DESIDÉRIO, Rosimeire C. S. e MIYAZAKI, Maria Cristina de O. S. Transtorno de Déficit de Atenção / Hiperatividade (TDAH): orientações para a família. Psicologia Escolar e Educacional, v. 11, n. 1, p. 165–176, 2007.

HAVEY, J. Michael e colab. Teachers’ perceptions of the incidence and management of attention-deficit hyperactivity disorder. Applied Neuropsychology, v. 12, n. 2, p. 120–127, 2005.

KOS, Julie M. e RICHDALE, Amanda L. e JACKSON, Mervyn S. Knowledge about Attention-Deficit/Hyperactivity Disorder: A comparison of in-service and preservice teachers. Psychology in the Schools, v. 41, n. 5, p. 517–526, 2004.

LANDSKRON, Lílian Marx Flor e SPERB, Tania Mara. Narrativas de professoras sobre o TDAH: um estudo de caso coletivo. Psicologia Escolar e Educacional, v. 12, n. 1, p. 153–167, 2008.

LEAHY, Laura G. Attention-deficit/hyperactivity disorder: A historical review (1775 to present). Journal of Psychosocial Nursing and Mental Health Services, v. 55, n. 9, p. 10–16, 2017.

LIMA TELES DA HORA, Ana Flávia e colab. A prevalência do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH): uma revisão de literatura. Psicologia, v. 29, n. 2, p. 47–62, 2015.

REINHARDT, Marcelo C. e REINHARDT, Caciane A.U. Attention deficit-hyperactivity disorder, comorbidities, and risk situations. Jornal de Pediatria, v. 89, n. 2, p. 124–130, 2013.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-166

Refbacks

  • There are currently no refbacks.