Incidência das doenças exantemáticas infantis nas regiões brasileiras/Incidence of child exanthematic diseases in brazilian regions

Sabrina Siqueira Porto, Ana Luiza Carneiro Rodrigues Souza, Bruna Carolina Pereira Cruz, Débora Braga Soares Bispo, Hillary Luísa de Oliveira Silva, João Carlos Cassimiro, Wilson Salgado Junior, Natália de Fátima Gonçalves Amâncio

Abstract


As doenças exantemáticas são consideradas infecções por vírus ou bactérias que apresentam como característica dominante erupções cutâneas geralmente acompanhadas com outras manifestações clínicas. O presente artigo tem como objetivo identificar as regiões brasileiras com maior incidência de rubéola e sarampo. Trata-se de um estudo transversal, quantitativo e descritivo. Foram analisados por meio da plataforma de dados DATASUS que disponibiliza o Tabnet, nele se encontram os casos confirmados de sarampo e rubéola nas cinco regiões brasileiras entre 2010 a 2014. Dessa forma, após a análise dos dados disponíveis pelo sistema, identificou-se 427 casos confirmados na faixa etária entre zero a nove anos, sendo o Nordeste e o Sudeste com as maiores incidências, 87,12% (N=372) e 7,96% (N=34), respectivamente. Diante da porcentagem de casos confirmados das doenças em pauta, a região Nordeste apresentou os maiores índices; dessa forma, afirma-se como a região com maior incidência, seguida pelo Sudeste, Norte, Centro-Oeste e Sul.


Keywords


Doenças exantemáticas, Regiões Brasileiras, Doenças incidentes.

References


ALMEIDA FILHO, N. D. 1952- Epidemiologia & saúde: fundamentos, métodos, aplicações / Naomar de Almeida Filho, Mauricio Lima Barreto. - Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

BAHIA, Secretaria de Saúde. Protocolo de vigilância – sarampo, rubéola e síndrome da rubéola congênita, Superintendência de vigilância epidemiológica, Salvador – BA, 2017. Disponível em: http://www.saude.ba.gov.br/wp-content/uploads/2019/05/2017-Protocolo-de-Vigil%C3%A2ncia-Sarampo-Rub%C3%A9ola-e-S%C3%ADndrome-da-Rub%C3%A9ola-Cong%C3%AAnita.pdf

BAHIA, Secretaria da Saúde. Boletim Epidemiológico das Doenças Exantemáticas. N. 1, 2019. Disponível em: http://www.saude.ba.gov.br/wp-content/uploads/2018/05/2019-Boletim-Epidemiol%C3%B3gico-Doen%C3%A7as-Exantem%C3%A1ticas-Sarampo-e-Rub%C3%A9ola-n.-02.pdf

BOSTON, Comissão de saúde pública; Rubéola, Ficha técnica – Departamento de doenças infecciosas, Boston – MA, abril de 2015. Disponível em: https://www.bphc.org/whatwedo/infectious-diseases/Infectious-Diseases-A-to-Z/Documents/Fact%20Sheet%20Languages/Rubella/Portuguese.pdf

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico. Brasília: v. 51, n. 34, 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico. Brasília: v. 50, n. 39, 2019.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Coordenação-Geral de Desenvolvimento da Epidemiologia em Serviços. Guia de Vigilância em Saúde. Brasília: 3 ed. 2019.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 264, de 17 de fevereiro de 2020. Diário Oficial da União, Brasília: DF, fevereiro de 2020a.

BRASIL, Ministério da Saúde/SVS - Sistema de Informação de Agravos de Notificação - Sinan Net, 2020. DataSUS: Sarampo e Rubéola. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sinannet/cnv/exantbr.def, 2020b.

BRASIL. Ministério da Saúde. Universidade de Brasília. Guia de implementação do quesito raça/ cor/ etnia. Brasília: 2018.

CARVALHO, A. L. et al. Sarampo: atualizações e reemergência, Revista Médica de Minas Gerais, Vol. 29, Supl 13: S80-S85, Belo Horizonte – MG, 2019.

CAVALCANTI, N. V. et al. Doenças Exantemáticas em Pediatria. In: LIMA, Eduardo Jorge da Fonseca Lima; SOUZA, Márcio Fernando Tavares de; BRITO, Rita de Cássia Coelho Moraes de. Pediatria ambulatorial / organização Eduardo Jorge da Fonseca Lima; coordenação Márcio Fernando Tavares de Souza; compilação Rita de Cássia Coelho Moraes de Brito. 2. ed. - Rio de Janeiro: MedBook, 2017.

HAY JR., William W. et al. CURRENT pediatria: diagnóstico e tratamento / William W. Hay ... [et al.]; [tradução: Daniel Bueno ... et al.]; [revisão técnica: Paulo Roberto Antonacci Carvalho, Clarissa Gutiérrez Carvalho, Valentina Coutinho Baldoto Gava Chakr.]. – 22. ed. – Porto Alegre: AMGH, 2016.

MACHADO, L. F. B. et al. Recusa vacinal e o impacto no ressurgimento de doenças erradicadas. Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research: Contagem, v. 32, n. 1, p. 12- 16, 2020.

LEÃO, E. et al. Pediatria Ambulatorial. 4 ed. Belo Horizonte: COOPMED, 2005.

LEITE, R. A. F. et al. Acesso à informação em saúde e cuidado integral: percepção de usuários de um serviço público. Interface, v.18, n. 51, p:661-71, 2014.

OLIVEIRA, D. D. M. Desenvolvimento de sistema de apoio à decisão clínica no diagnóstico de doenças exantemáticas na infância. 2018. 85 f. Monografia (Grau de Engenheiro de Controle e Automação) - Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.

PASSOS, F. D. T; FILHO, I. M. D. M. Movimento antivacina: revisão narrativa da literatura sobre fatores de adesão e não adesão à vacinação. Revista JRG de Estudos Acadêmicos: v. 3, n. 6, p. 170- 181, 2020.

RAFAEL, R. D. M. R et al. Epidemiologia, políticas públicas e pandemia de Covid-19: o que esperar no Brasil? Rev enferm UERJ, Rio de Janeiro, v.28, e49570, 2020.

RIBEIRO, C. et al. Sarampo: achados epidemiológicos recentes e implicações para a prática clínica. ALMANAQUE MULTIDISCIPLINAR DE PESQUISA, [s. l.], v. 1, ed. 2, 2015.

SBIM. Sociedade Brasileira de Imunizações. Calendário de Vacinação da Criança, 2020. Disponível em: https://sbim.org.br/images/calendarios/calend-sbim-crianca.pdf

SMP. Sociedade Mineira de Pediatria; Alerta sarampo, Boletim científico eletrônico informativo, ano 4 – nº 52, 02 de março de 2018; Disponível em: https://www.smp.org.br/arquivos/site/boletim_cient_smp_52.pdf

SBP, Sociedade Brasileira de Pediatria. Tratado de pediatria: Sociedade Brasileira de Pediatria / [organizadores Dennis Alexander Rabelo Burns... [et al.]]. --4. ed. --Barueri, SP: Manole, 2017.

XAVIER, A. R; et al. Diagnóstico clínico, laboratorial e profilático do sarampo no Brasil. Jornal Brasileiro de Patologia Médica Laboratorial: Rio de Janeiro, v. 55, n. 4, p. 390- 401, 2019.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-141

Refbacks

  • There are currently no refbacks.