Espiritualidade e religiosidade como estratégias de enfrentamento do câncer de mama: Revisão integrativa da literatura / Spirituality and religiosity as strategies for facing breast câncer: Integrative literature review

Marcela Guaritá Borges, Anna Cláudia Yokoyama dos Anjos, Cristiane Soares Campos

Abstract


O câncer de mama é o tipo de neoplasia mais frequente em mulheres acima dos 35 anos de idade, devido alterações genéticas de células mamárias. Compreende-se por espiritualidade a busca de significado, e relação com o eu, os outros e, com Deus. Já a religiosidade é a manifestação da experiência religiosa realizada por pessoas expressa em orações, crenças e celebrações, ou seja, a fé em um ser superior. Sendo assim, é possível utilizar a espiritualidade e religiosidade como estratégias para o enfrentamento durante o adoecimento e tratamento do câncer de mama. O objetivo do estudo é reunir, analisar, sintetizar e integrar estudos primários que abordaram a espiritualidade e a religiosidade como estratégias de enfrentamento do câncer de mama durante a doença e o tratamento, apresentando o estado atual do conhecimento. O estudo foi realizado nas bases de dados CINAHL, BVS e PubMed. Há evidências da necessidade de atendimento e assistência, para o uso de estratégias de enfrentamento espiritual e religiosa durante a doença e tratamento, além de maior compreensão, valorização e conhecimento por parte dos profissionais de saúde. Ressalta-se ainda a importância de novos estudos, a fim de aprimorar e explorar o conhecimento sobre este relevante tema, bem como para a assistência.


Keywords


Neoplasias da mama, Espiritualidade, Religião, Adaptação psicológica, Enfermagem oncológica.

References


ANDRADE, G.N; PANZA, A.R; VARGENS, O.M.C. As redes de apoio no enfrentamento do câncer de mama: uma abordagem compreensiva. Cienc Cuid Saúde, Brasília, v. 10, n.1, p. 082-088, Jan-mar 2011. Disponível em: . Acesso em: 11 mar. 2020.

BRASIL. Instituto Nacional do Câncer (INCA). Estimativas 2020 - Incidência de câncer no Brasil. 2019. Disponível em:. Acesso em: 22 de maio de 2020.

BRASIL. Instituto Nacional do Câncer (INCA). Tipos de câncer - câncer de mama. 2019. Disponível em: . Acesso em: 27 de junho de 2020.

BRUM, I.V. et al. Câncer de mama metastático: aspectos clínico patológicos e sobrevida segundo o sítio de metástase. Revista de Medicina, Ribeirão preto -SP, v.50, n.3, p.158.168, 2017. Disponível em:. Acesso em: 27 de junho de 2020.

COUTO, R.C.A; JUNIOR, C.S.D. Câncer de mama, religiosidade e espiritualidade. 2015. Disponível em: http://187.45.187.130/~abeporgb/xxencontro/files/paper/264-409.pdf. Acesso em: 14 fev. 2020.

CHOUMANOVA, I et al. Religion and Spirituality in Coping with Breast Cancer: Perspectives of Chilean Women. The Breast Journal, USA, v. 12, n. 4, p. 349–352, 2006. Disponível em:

X.2006.00274.x/epdf?r3_referer=wol&tracking_action=preview_click&show_checkout

&purchase_referrer=www.ncbi.nlm.nih.gov&purchase_site_license=LICENSE_DENIED>. Acesso em: 03 out. 2020.

GALL, T.L; CHARBONNEAU, C; FLORACK, P. The relationship between religious/spiritual factors and perceived growth following a diagnosis of breast câncer. Psychology and Health, UK, v. 26, n. 3, p. 287-305, mar. 2011. DOI:http://dx.doi.org/10.1080/08870440903411013.

GALL, T.L et al. A longitudinal study on the role of spirituality in response to the diagnosis and treatment of breast cancer. Journal of behavioral medicine, USA, v. 32, n. 2, p. 174-186, 2009. Disponível em:. Acesso em: 19 fev. 2020.

GALL, T.L et al. The trajectory of religious coping across time in response to the diagnosis of breast cancer. Psycho‐Oncology, USA, v. 18, n. 11, p. 1165-1178, 2009. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2020.

GERONASSO, M.C.H; COELHO, D. A influência da religiosidade/espiritualidade na qualidade de vida das pessoas com câncer. Saúde e ambiente: Revista interdisciplinar, Santa Catarina, v. 1, n. 1, p.173-187, jun.2012. Disponível em: . Acesso em: 08 fev. 2020

GIOVELLI, G et al. Espiritualidade e religiosidade: uma questão bioética?.Revista SORBI- Sociedade Rio-Grandense de Bioética, Rio Grande do Sul, v.10, 2009. Disponível em:. Acesso em: 11 fev. 2020.

HEBERT, R et al. Positive and negative religious coping and well-being in women with breast cancer. Journal of Palliative Medicine, USA, v. 12, n. 6, p. 537-545, 2009. Disponível em: . Acesso em 06 maio. 2020.

HOFFMANN, F.S; MULLER, M.C; RUBIN, R. A mulher com câncer de mama: apoio social e espiritualidade. Mudanças-Psicologia da saúde, São Paulo v.14, n. 2, p.143-150, jul-dez. 2006. Disponível em:. Acesso em: 12 de maio de 2020.

JOHANSSON, F et al. The Relationships Among Coping Strategies, religious coping, and spirituality in African American women with breast cancer receiving chemotherapy. Oncology Nursing Forum. USA, v.40, n. 2, march. 2013. DOI: 10.1188/13.ONF.120-131.

MACHADO, A.C. A et al. Enfrentamento e câncer de mama: revisão sistemática da literatura nacional. Diaphora-Revista da Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul, [s.i], v.12, n.1, p.31-39, 2014. Disponível em: . Acesso em: 17 jan. 2020.

MENDES, K.D.S; SILVEIRA, R.C.C.P; GALVÃO, C.M. Revisão Integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto Enfermagem, Florianópolis, v.17, n. 4, p. 758-64, out-dez. 2008. Disponível em: . Acesso em: 01 fev. 2020.

NINDREA, R.D; ARYANDONO, T; LAZUARDI, L. Breast cancer risk from modifiable and non-modifiable risk factors among women in Southeast Asia: a meta-analysis. Asian Pacific Journal of Cancer Prevention, v. 18, n. 12, p. 3201-3206, 2017. Disponível em:. Acesso em: 27 de junho de 2020.

OLIVEIRA, J.L.M. Antropologia da religião. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pró-reitoria de Extensão (proex), Centro de Reflexão Sobre Ética e Antropologia da Religião (crear), Universidade Católica de Brasília. Brasília, [2005?], p.1-17. Disponível em: . Acesso em: 04 mar. 2020.

PAVÃO, Z.M. Pesquisa prática: seus principais instrumentos. Revista Diálogo Educacional, Paraná, v.2, n.4, p. 85-94, jun-dez. 2001. Disponível em: Acesso em: 10 dez. 2019.

POMPEO, A.D; ROSSI, A.L; GALVÃO, M. C. Revisão integrativa: etapa inicial do processo de validação de diagnóstico de enfermagem. Acta paulista de enfermagem, São Paulo, v. 22, n. 4, p. 434-438, 2009. Disponível em: . Acesso em: 07 jan. 2020.

SILVA, C.L. Câncer de mama e sofrimento psicológico: aspectos relacionados ao feminino. Psicologia em estudo, Maringá, v.13, n.2, p.231-237,2008. Disponível em: . Acesso em: 17 jan. 2020.

SILVA, S.D.J; COSTA,J.F. Mensuração e escalas de verificação: uma análise comparativa das escalas de Likert e Phrase completion. Revista Brasileira de Pesquisas de Marketing, Opinião e Mídia - PMKT, São Paulo, v.15, p.1-16, out. 2014. Disponível em: . Acesso em: 09 jan. 2020.

SOUZA, V.D; DRIESSNACK, M; MENDES, I.A.C. Revisão dos desenhos de pesquisa relevantes para Enfermagem. Parte 1: desenhos de pesquisa quantitativa. Revista Latino-americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v.15, n.3, p.01-09, maio-junho. 2007. Disponível em: . Acesso em: 06 jan. 2019.

SOUZA, A. et al. Câncer de mama em mulheres jovens: estudo epidemiológico no nordeste brasileiro. SANARE, Sobral - Ceará, v.16, n.2, p.60-67, 2017. Disponível em:. Acesso em: 27 de junho de 2020.

SWINTON, J et al. Moving inwards, moving outwards, moving upwards: the role of spirituality during the early stages of breast câncer. European Journal of Cancer Care, UK, v.20, n.5, p. 640–652, 2011. Disponível em: . Acesso em: 3 out. 2019.

THUNÉ-BOYLE, INGELA C.V. et al. Religious/spiritual coping resources and their relationship with adjustment in patients newly diagnosed with breast cancer in the UK. Psycho‐Oncology, UK, v. 22, n. 3, p. 646-658, 2013. DOI: 10.1002/pon.3048.

URBAN, L.A.B.D. et al. Breast cancer screening: updated recommendations of the Brazilian College of Radiology and Diagnostic Imaging, Brazilian Breast Disease Society, and Brazilian Federation of Gynecological and Obstetrical Associations. Radiol Bras, v.50, n.4, p.244-249, 2017. Disponível em:. Acesso em: 27 de junho de 2020.

URSI, E.S. Prevenção de lesões de pele no perioperatório: revisão integrativa da literatura. 2005. Dissertação (Mestrado em Enfermagem Fundamental) - Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005. Disponível em: . Acesso em: 07 de janeiro de 2019.

VEIT, C.M.; CASTRO, E.K. Coping religioso/espiritual em mulheres com câncer de Mama. Arquivos Brasileiros de Psicologia, Rio de Janeiro, v. 65, n.3, p. 421-435, 2013. Disponível em: < http://seer.psicologia.ufrj.br/index.php/abp/article/view/818/804>. Acesso em: 05 de março de 2020.

VEIT, C. M.; DE CASTRO, E. K. Coping religioso/espiritual positivo em mulheres com câncer de mama: um estudo qualitativo. Psico, Porto Alegre, v. 44, n. 3, p. 331-341,jul-set. 2013. Disponível em: . Acesso em: 06 de Maio de 2020.

ZWINGMANN, C et al. Religious commitment, religious coping and anxiety: a study in German patients with breast cancer. European journal of cancer care, UK, v. 17, n. 4, p. 361-370, 2008. DOI: 10.1111/j.1365-2354.2007.00867.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-088

Refbacks

  • There are currently no refbacks.