O profissional de enfermagem frente ao paciente com ideação suicida / The nursing professional in front of the patient with suicidal ideation

Marília Gabrielle Silva Cavalcanti, Maria Roberta da Silva, Laís Maria da Silva, Allexya Sthefany Santos, Sidrailson José da Silva, Beatriz Veloso Cardoso, Viviane Ferreira do Amaral

Abstract


Introdução: A ideação suicida é o conjunto de idéias persistentes e irredutíveis onde a pessoa pensa que tirar a própria vida é a única forma de acabar com sua dor e sofrimento, podendo estar relacionado a uma vivência ou conflito. Ao considerar a atuação do profissional de enfermagem na perspectiva da clínica ampliada, e acolhimento integral, a identificação de fatores indicativos ligados a possibilidade do suicídio é algo que deve ser manejado pelo profissional para a manutenção de uma saúde mental. Objetivo: O presente trabalho busca levantar se os profissionais de enfermagem estão preparados para lidar com pacientes que tenham ideação suicida, e quais atividades são desenvolvidas pela unidade de saúde como meio de prevenção para tal. Metodologia: Trata-se de uma revisão da literatura científica de publicações nacionais, realizada em janeiro de 2020 na banca de dados GoogleAcademic, utilizando as palavras chave: enfermagem, ideação suicida, suicídio e atenção primaria. Foram utilizados como critérios de inclusão,artigos no idioma português,com disponibilidade de textos completos e relatos de casos, sendo estes publicados no intervalo de tempo entre 2016 e 2020. Foram excluídos os,artigos que não se encontrava no tempo determinado, em língua estrangeira, teses, dissertações e capítulos de livros. 6.330 artigos foram identificados na primeira busca. Após refinamento e leituras dos títulos 3 foram selecionados. Revisão de Literatura: Através dos estudos realizados conclui-se que, os profissionais de enfermagem necessitam de capacitação para prestar o atendimento adequado ao paciente que procurar sua ajuda. Uma vez que, a atenção básica é de suma importância na abordagem, prevenção e tratamento dos casos, sendo o nível de primeira escolha para acessar a rede de atenção a saúde, gerando um elo entre a comunidade e o sistema de saúde. As atitudes dos profissionais em relação ao comportamento suicida, a disposição em ajudar o paciente pode influenciar de forma positiva ou negativa, a prevenção e busca pela continuidade do tratamento. Conclusão: A capacitação dos profissionais trata-se de uma questão de saúde pública, que deve ser priorizada pelos órgãos responsáveis e pelo Estado, havendo condição para que a capacitação ocorra, assim, sendo possível um acolhimento livre de julgamentos, com escuta qualificada e demonstração de interesse em ouvir, e na identificação, realizar encaminhamento para centros especializados. A equipe de enfermagem e demais profissionais devem atuar na educação em sociedade de forma abrangente, alertando e mostrando a importância de diálogos e observações em todos os contextos que o indivíduo vive.


Keywords


Enfermagem, ideação suicida, suicídio, atenção primária.

References


MARÇAL, S. R. S.; GONÇALVES, J.R. ; Estratégias de Intervenção do Enfermeiro diante do comportamento e tentativa do autoextermínio. Revista JRG de Estudos Acadêmicos -Ano III (2020), volume III, n.6 (jan./jun.)

STORINO, B. D. ; CAMPOS, C. F. ; CHICATA, L. C. O. ; CAMPOS, M. A. ; MATOS, M. S. C. ; NUNES, R. M. C. M. ; VIDAL, C. E. L. ; Atitudes dos profissionais de saúde em relação ao comportamento suicida. Cad. saúde colet. vol.26 no.4 Rio de Janeiro Oct./Dec. 2018

LOPES, C. E. ; ARAUJO, M. G. L. S. ; NERI, R. S. A. ; NAME, K. P. O. ; A importância da capacitação do enfermeiro frente ao paciente com risco de suicídio. ReBIS [Internet]. 2019; 1(2):29-36.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-085

Refbacks

  • There are currently no refbacks.