Sinais de depressão em estudantes dos cursos da área da saúde / Signs of depression in students of healthcare courses

Mariana Araújo Brito, Olguimar Pereira Ivo, Alessandra Souza de Oliveira, Aline Márcia Ribeiro Dias Tinôco, Arianna Oliveira Santana Lopes, Camila Rocha Santos, Roberta Alves Cardoso, Viviane Moreira Dos Santos Teixeira

Abstract


Objetivo: verificar os sinais de depressão mais prevalentes em estudantes dos cursos da área da saúde. Metodologia:Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, de abordagem quantitativa, realizado com 47 estudantes de diferentes cursos da saúde matriculados em uma instituição de ensino superiorprivada, realizado entre os meses de setembro a novembro de 2020. Para a coleta foi utilizado o questionário sociodemográfico e econômicoe a escala de ansiedade de Beck. A coleta ocorreu de forma online, através da ferramenta Kobotoolbox®. A análise foi realizada com o auxílio do programa estatístico Microsoft Office Excel® (2016). O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade Independente do Nordeste com parecer nº 4.320.719. Resultados: Os participantes são predominantemente do sexo feminino (85,1% n= 40), com idade entre 20 e 25 anos (72,3 n=34), de cor parda (53,2% n= 25), e de religião católica, grande parte está matriculado no curso de Enfermagem (36,2%, n=17) cursando o último semestre (36,2%, n=17). No que se refere ao nível de depressão, 21,3% está com nível leve e 36,2% com nível moderado, sendo a perda do interesse sexual o sintoma mais relatado (91,5%, n=43). Considerações Finais: Todos os estudantes apresentaram, mesmo que de forma leve, algum sinal de depressão, o que mostra a susceptibilidade dessa população para a doença e revela a necessidade de cuidado da saúde dos jovens universitários.


Keywords


Depressão, Estudantes, Saúde.

References


AHNERT, B.A.A; DIAS, A.M. Depressão e religiosidade: uma busca pelo equilíbrio farmacêutico e espiritual. UNITAS-Revista Eletrônica de Teologia e Ciências das Religiões, v. 8, n. 1, p. 54-68, 2020.

ARAUJO, A. T. Estudo teórico da depressão em adolescentes. SciELO em Perspectiva: Humanas, v.5, n.12, 2017.

BARRETO, S. Depressão em jovens universitários. Revista Enfermagem Contemporânea, v. 9, n. 1, p. 6-8, 2020.

BRANDTNER, M; BARDAGI, M. Sintomatologia de depressão e ansiedade em estudantes de uma universidade privada do Rio Grande do Sul. Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia, v. 2, n. 2, p. 81-91, 2009.

BRASIL, Ministério da Saúde, 2018. Depressão: causas, sintomas, tratamentos,diagnóstico e prevenção. Disponível em: . Acesso em maio de 2020.

BRONDANI, M. A; HOLLERBACH, M. D; SILVA, G. P; PINTO, E. R; CORRÊA, A. S. Depressão em estudantes universitários: fatores de risco e protetivos e sua relação nesse contexto. Disciplinarum Scientia| Saúde, v. 20, n. 1, p. 137-149, 2019.

FACIOLI, A. M; BARROS, Â. F; MELO, M. C; OGLIARI, I. C. M. CUSTÓDIO, R. J. M. Depressão entre estudantes de enfermagem e sua associação com a vida acadêmica. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 73, n. 1, 2020.

GOMES, C.Ret al. Estudo da condição de saúde mental do estudante do IFS. Revista Expressão Científica, Aracaju , v. 4, n. 3, Ed. Especial SNCT, p. 48-52, 2019.

LEÃO, A. M; GOMES, I. P; FERREIRA, M. J. M; CAVALCANTES, L. P. G. Prevalência e fatores associados à depressão e ansiedade entre estudantes universitários da área da saúde de um grande centro urbano do Nordeste do Brasil. Revista brasileira de educação médica, v. 42, n. 4, p. 55-65, 2018.

MAZZETTO, Fernanda Moerbeck Cardoso et al. Ansiedade e depressão em mulheres climatéricas com e sem filhos atendidas na rede básica de atenção à saúde. 2018.Revista brasileira de educação médica, v. 42, n. 4, p. 55-65, 2018.

MESQUITA, A.M; LEMES, A.G; CARRIJO, M.V.N; MOURA, A.A.M; COUTO, D.S; ROCHA, E.M; VOLPATO, R. J. Depressão entre estudantes de cursos da área da saúde de uma universidade em Mato Grosso.Journal Health NPEPS, v. 1, n. 2, 2016.

MOIENI M,et al.: Cognitive Neuroscience and Neuroimaging. Biological Psychiatry, v. 4, n.7, 2019.

MOREIRA, L. C; BASTOS, P. R.Prevalência e fatores associados à ideação suicida na adolescência: revisão de literatura.Revista Quadrimestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, v. 19, n. 03, p. 445-453, 2015.

OMS. Aumenta o número de pessoas com depressão no mundo, 2017. Disponível em: . Acesso em maio de 2020.

OMS. Depression, 2020. Disponível em: .Acesso em maio de 2020.

PEDRELLI, P; SHAPERO, B; ARCHIBALD, A; DALE, C. Alcohol use and depression during adolescence and young adulthood: a summary and interpretation of mixed findings. CurrAddict Rep, v. 3, n. 1, p. 91-97, 2016.

RIBEIRO, G.C. et al. Bem-estar subjetivo e sintomas de depressão, ansiedade e estresse em estudantes brasileiros de ensino superior. In: XII Mostra de Iniciação Científica e Extensão Comunitária e XI Mostra de Pesquisa de Pós-Graduação IMED 2018. 2018.

SANTOS T. S. Por que a depressão é mais comum em mulheres? Novo estudo tenta responder. Disponível em: . Acesso em 02/12/2020.

TOTI, T. G; BASTOS, F. A; RODRIGUES, P. F. Fatores associados à ansiedade e depressão em estudantes universitários do curso de educação física. Revista Saúde Física & Mental, v. 6, n. 2, p. 21-30, 2019.

VASCONCELOS, T. C. et al. Prevalência de Sintomas de Ansiedade e Depressão em Estudantes de Medicina. Rev. bras. educ. med., Rio de Janeiro , v. 39, n. 1, p. 135-142, 2015.

VICTORIA, M.S; BRAVO, A; FELIX, A.K; NEVE, B.G, RODRIGUES, C.B, RIBEIRO, C.C.P; SILVA, J.A. Níveis de ansiedade e depressão em graduandos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Encontro: Revista de Psicologia, v. 16, n. 25, 163-175.2013.

VIZZOTTO, M.M; JESUS, S.N; MARTINS, A.C. Saudades de casa: indicativos de depressão, ansiedade, qualidade de vida e adaptação de estudantes universitários. Revista Psicologia e Saúde, v. 9, n. 1, p. 59-73, 2017.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-066

Refbacks

  • There are currently no refbacks.