Relação entre doença periodontal e doenças cardiovasculares / Relation between periodontal disease and cardiovascular disease

Priscila Luzia Pereira Nunes, Taziane Mara da Silva, Cleidi Boing Voltolini, Eliézer Ferreira da Silva, Daniela de Cassia Faglioni Boleta- Cerant

Abstract


INTRODUÇÃO: Inflamação crônica de qualquer fonte está associada a risco cardiovascular aumentado, e doença periodontal é uma possível desencadeadora de inflamação crônica, que está associada ao aumento de marcadores inflamatórios sistemicamente e interferência na função endotelial. OBJETIVO: Revisar a literatura sobre associação entre doenças cardiovasculares e doença periodontal.  METODOLOGIA: Realizou-se uma revisão integrativa da literatura com buscas nas bases de dados Lilacs e Medline. Foram cruzados com o operador booleano and os descritores” doença periodontal” e “doenças cardiovasculares”. Os critérios de inclusão foram: artigos publicados em português, entre os anos de 2015 a 2020 e disponíveis na íntegra. Como critério de exclusão considerou-se a não pertinência ao tema. Foram identificadas 4 publicações que contemplavam os critérios e todas foram utilizadas. RESULTADOS: Um dos mecanismos fisiológicos para a correlação entre doença periodontal e alterações cardiovasculares é a periodontite severa a moderada,pois  aumenta o nível de inflamação sistêmica, e isso tem sido mostrado por meio de medições da proteína C-reativa e outros biomarcadores. É importante ressaltar também que na periodontite não-tratada, espécies bacterianas comumente encontradas nas bolsas periodontais também têm sido encontradas nas placas de ateroma. Fumo, diabetes mellitus, obesidade, inatividade física, história familiar das duas alterações supracitadas, idade avançada e sexo são fatores que exercem uma correlação indireta entre periodontite e alterações cardiovasculares ateroscleróticas. CONCLUSÃO: Portanto, a motivação da higiene oral bem como o tratamento periodontal pode exercer influência positiva na melhora dos níveis séricos dos marcadores cardiovasculares, tendo em vista que a presença de micro-organismos periodontais, nas artérias coronárias podem se correlacionar ao desenvolvimento e à progressão da aterosclerose.


Keywords


Doença periodontal, Doenças Cardiovasculares, Fatores de risco.

References


BATISTA, Rafaela das Mercês et al. Associação entre doença periodontal e aterosclerose subclínica: uma revisão sistemática. J. vasc. bras. [online]. 2011, vol.10, n.3, p.229-238.

SILVA, Beatriz Rainer; GANHITO, Juliana Assef; MICHELI, Giorgio de; et al. Influência do tratamento periodontal na função endotelial da doença cardiovascular. ImplantNewsPerio, São Paulo, VM Cultural Editora, v. 1, n. Ju 2016, p. 933-938, 2016.

Toregeani J, Nassar C, Toregeani K, Nassar P. Doença periodontal e aterosclerose. J Vasc Bras. 2014; 13(3):208-216.

VIEIRA, D. R et al. Associação entre Doença Periodontal e Alterações Cardiovasculares: Revisão Dos Achados Atuais. Odontol. Clín.-Cient. (Online) vol.10 no.4 Recife Out./Dez. 2011.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-065

Refbacks

  • There are currently no refbacks.