Promoção de Saúde em Educação em Doenças Tropicais e Parasitarias em Belém, Pará / Health Promotion in Education in Tropical and Parasitic Diseases in Belém, Pará

Priscila Castilho Nunes, Allan Jhones Costa Gomes, Érica Joziélen Cunha da Silva, Gilson Guedes de Araújo Filho, Gabriela Pereira da Trindade, João Victor Filgueiras Mota, Luciano Sami de Oliveira Abraão, Lucival Seabra Furtado Junior, Maria Josiérika Cunha da Silva, Marcelo Alves Costa

Abstract


Introdução: As doenças infecciosas e parasitárias ainda apresentam grande importância à saúde pública no Brasil, principalmente em estados das regiões Norte e Nordeste, nos quais persistem precárias condições de vida. O presente trabalho objetiva descrever o perfil epidemiológico de pacientes atendidos no ambulatório do Núcleo de Medicina Tropical da Universidade Federal do Pará. Metodologia: Trata-se de um estudo observacional, descritivo e transversal realizado no Ambulatório do Núcleo de Medicina Tropical mediante palestras educativas. Teve como público-alvo indivíduos com idade a partir de 18 anos, sendo selecionados 56 questionários tendo como critérios de inclusão o desejo de participar da pesquisa, explícito mediante assinatura de TCLE, e como critérios de exclusão, indivíduos que se recusaram a assinar o TCLE. Resultados: Foram respondidos 56 questionários sociodemográficos. Em relação a variável idade, têm-se que a média das idades dos participantes os quais optaram por informar foi de 44,21 anos. Em relação a escolaridade, 25% possuem apenas o ensino fundamental; 25%, apenas o ensino médio e 26,78%, afirmaram possuírem ensino superior. Sobre a atividade realizada, 87,50% afirmaram que a palestra proporcionou novos conhecimentos e autocuidado; 8,93%, negaram e 3,57% não responderam. Discussão: As doenças infecciosas e parasitárias envolvem diversos aspectos, entre eles enfatiza-se a importância da integração entre formas de aumentar a prevenção e realizar um maior controle da disseminação patógena. É evidente a necessidade de ações que promovam a prevenção e controle das doenças de cunho infeccioso de maneira multisetorial. Conclusão: Nota-se a importância de palestras educacionais de promoção de saúde para transmissão de conhecimento e de novos aprendizados para população, pois o projeto conseguiu repassar com êxito informações básicas e fundamentais de autocuidados em saúde. Diante disso, é fundamental a adoção de mais medidas de educação em saúde para minimizar riscos para sociedade.


Keywords


doenças infecciosas, prevenção, promoção de saúde.

References


SOUZA, H.P. et al. Doenças infecciosas e parasitárias no Brasil de 2010 a 2017: aspectos para vigilância em saúde. Rev Panam Salud Publica. 2020;44:e10.

AYI, I. et al. Research School-based participatory health education for malaria control in Ghana: engaging children as health messengers. Malaria Journal. 2010;9(1):98.

RIBEIRO, N. et al. Ações de educação e saúde e percepção sobre a transmissão da malária na comunidade de São Francisco do Uiratapuru, Laranjal do Jarí, Amapá. Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota). 2014;4(3):37-41.

ARAUJO, Jose Duarte de. Polarização epidemiológica no Brasil. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 21, n. 4, p. 533-538, 2012.

ARAÚJO, Maria Rizoneide Negreiros; ASSUNÇÃO, Raquel Silva. A atuação do agente comunitário de saúde na promoção da saúde e na prevenção de doenças. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 57, n. 1, p. 19-25, 2004.

DUARTE, Elisabeth Carmen; BARRETO, Sandhi Maria. Transição demográfica e epidemiológica: a Epidemiologia e Serviços de Saúde revisita e atualiza o tema. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 21, n. 4, p. 529-532, 2012.

GONÇALVES, N. V. et al. Leptospirosis space-time distribution and risk factors in Belém, Pará, Brazil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 21, n. 12, p. 3947-3955, 2016.

PASTERNAK, Suzana. Habitação e saúde. Estudos Avançados, v. 30, n. 86, p. 51-66, 2016.

PIOLI, Márcio et al. Influência de fatores de risco na mortalidade por doenças infecciosas e parasitárias. Saúde e Pesquisa, v. 9, n. 3, p. 491-498, 2016.

SILVA, Tiago Pessoa Tabosa; FERREIRA, Israel de Lucena Martins. Doenças infecciosas e parasitárias: guia de bolso. Cadernos de Saúde Pública, v. 22, n. 11, p. 2498-2498, 2006.

VASCONCELOS, Eymard Mourão. Educação popular como instrumento de reorientação das estratégias de controle das doenças infecciosas e parasitárias. Cadernos de Saúde Pública, v. 14, p. S39-S57, 1998.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-062

Refbacks

  • There are currently no refbacks.