Gestantes de 18 E 19 anos com alterações bucais e sífilis no Município de Divinópolis/MG/ Pregnant women aged 18 and 19 with oral alterations and syphilis in the City of Divinópolis/MG

Ana Paula Nogueira Godoi, Gilcelia Correia Santos Bernardes, Nívea Aparecida de Almeida, Fernanda Henriques Rocha Ribeiro, Luana Nogueira Godoi, Leilismara Sousa Nogueira, Gustavo Machado Rocha, Melina de Barros Pinheiro

Abstract


Introdução: A sífilis ainda se apresenta como um importante problema de saúde pública e acomete indivíduos em faixas etárias cada vez mais baixas. Na gestação, pode ser responsável por desfechos materno-fetais desfavoráveis, tais como aborto ou prematuridade, sendo importante o seu diagnóstico e tratamento precoce. Neste contexto, a identificação de lesões orais características no Pré-natal odontológico pode ser um importante aliado. Objetivo: O presente estudo teve como objetivo investigar os fatores associados às alterações orofaciais e à sífilis, entre gestantes com 18 e 19 anos, que realizam pré-natal nas Unidades de Saúde pública do Município de Divinópolis/MG, entre setembro de 2019 e março de 2020. Métodos: estudo longitudinal, retrospectivo e descritivo, cujos dados foram coletados por meio de entrevista, avaliação orofacial e consulta aos prontuários e exames laboratoriais. As análises estatísticas foram realizadas pelo teste Qui-quadrado no software Epi-info versão 7. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFSJ pelo parecer número 3.614.386. Resultados: Das 30 gestantes avaliadas, 33,3% apresentaram histórico de sífilis, sendo que duas destas tiveram sífilis gestacional e fizeram uso de penicilina injetável. Foi identificada associação positiva entre o histórico de sífilis e a ocorrência de alterações bucais: inflamação e infecções, tanto do tecido mole (periodonto) quanto do tecido duro (dentes). A higiene bucal deficiente também foi um achado frequente neste estudo. Todas as gestantes com alterações bucais e/ou sistêmicas foram referenciadas para tratamento. Conclusão: Os achados reforçam a importância da realização do Pré-natal odontológico para o diagnóstico precoce da sífilis, através da identificação de lesões características. No entanto, são necessários mais estudos para avaliar a extensão da associação entre as alterações bucais e a ocorrência de sífilis em gestantes adolescentes.


Keywords


Gravidez na Adolescência, Gravidez, Saúde bucal, Sífilis Congênita, Sífilis.

References


BRASIL. SÍFILIS Estratégias para Diagnóstico no Brasil. Disponível em: . Acesso em: 30 nov. 2020.

BRASIL. Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas para prevenção da transmissão vertical de HIV, sífilis e hepatites virais. Disponível em: .

BRASIL. Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis. Disponível em: . Acesso em: 30 nov. 2020.

CONCEIÇÃO, W. M. et al. Casos notificados de sífilis congênita e seus impactos no sistema hospitalar em. Brazilian Journal of health Review Braz. J. Hea. Rev, n. 5, p. 11659–11669, 2010.

COTIS;, A.; GUERRA, M. E. Enfermedad periodontal en embarazadas adolescentes. Revisión bibliográfica. Disponível em: . Acesso em: 30 nov. 2020.

CUNHA, A. R. C. DA; MERCHAN-HAMANN, E. Sífilis em parturientes no Brasil: prevalência e fatores associados, 2010 a 2011. Rev Panam Salud Publica, v. 6, n. 12, p. 479–486, 2011.

DE FIGUEIREDO, D. C. M. M. et al. Relationship between the supply of syphilis diagnosis and treatment in primary care and incidence of gestational and congenital syphilis. Cadernos de Saude Publica, v. 36, n. 3, p. e00074519, 1 jan. 2020.

DOMINGUES, R. M. S. M. et al. Prevalence of syphilis in pregnancy and prenatal syphilis testing in Brazil: Birth in Brazil study. Revista de Saude Publica, v. 48, n. 5, p. 766–774, 2014.

DOMINGUES, R. M. S. M.; LEAL, M. DO C. Incidência de sífilis congênita e fatores associados à transmissão vertical da sífilis: Dados do estudo Nascer no Brasil. Cadernos de Saude Publica, v. 32, n. 6, 2016.

EGGLESTONE, S. I.; TURNER, A. J. Serological diagnosis of syphilis. PHLS Syphilis Serology Working Group. Communicable disease and public health / PHLS, v. 3, n. 3, p. 158–162, 1 set. 2000.

GAETTI-JARDIM, J. E.; RAFAEL, C.-M. V.; AVILA-CAMPOS, M. J. Infecções bucais. Disponível em: . Acesso em: 30 nov. 2020.

KAMRA, P. et al. Microbial Flora and Periodontitis: A Comprehensive Review. Journal of Advanced Medical and Dental Sciences Research, v. 6, n. 6, p. 89–91, 2018.

LAFAURIE, G. I. et al. Periodontal condition is associated with adverse perinatal outcomes and premature rupture of membranes in low-income pregnant women in Bogota, Colombia: a case–control study. Journal of Maternal-Fetal and Neonatal Medicine, v. 33, n. 1, p. 16–23, 2 jan. 2020.

NONATO, S. M.; MELO, A. P. S.; GUIMARAES, M. D. C. Sífilis na gestação e fatores associados à sífilis congênita em Belo Horizonte-MG, 2010-2013. Disponível em: . Acesso em: 30 nov. 2020.

PADOVANI, C.; DE OLIVEIRA, R. R.; PELLOSO, S. M. Syphilis in during pregnancy: Association of maternal and perinatal characteristics in a region of southern Brazil. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 26, 2018.

SILVA, L. A. M. et al. Pré-natal odontológico: a atuação do cirurgião-dentista no diagnóstico da sífilis congênita. Brazilian Journal of health Review, v. 2, 2019.

SOARES SANTANA, G. et al. A IMPORTÂNCIA DA SAÚDE BUCAL NO PERÍODO GESTACIONALJornada Odontológica dos Acadêmicos da Católica. [s.l: s.n.]. Disponível em: . Acesso em: 30 nov. 2020.

TALUNGCHIT, P.; LERTBUNNAPHONG, T.; RUSSAMEECHAROEN, K. Prevalence of Repeat Pregnancy Including Pregnancy Outcome of Teenage Women. Siriraj Medical Journal, v. 69, n. 6, p. 363–369, 20 dez. 2017.

VALVERDE PAGANI, M. SÍFILIS GESTACIONAL E CONGÊNITA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 2007-2014: ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE ADOLESCENTES E ADULTAS. 2017.

WARINNER, C.; LEWIS, C. Evolution and Ecology of the Human Oral Microbiome | Max Planck Institute for the Science of Human History. 2015.

YOUSEFI, L. et al. Oral spirochetes: Pathogenic mechanisms in periodontal disease. Microbial Pathogenesis, v. 144, p. 104193, 1 jul. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-048

Refbacks

  • There are currently no refbacks.