Transtornos hipertensivos da gestação na adolescente grávida no Brasil (2010-2019) / Hypertensive disorders of pregnant pregnant pregnancy in Brazil (2010-2019)

Thainá Bastos Mangueira Moreira, Mariana de Souza Vidal, Mariana Albuquerque Montenegro, Ana Beatriz de Sousa Moura, Fabíola de Castro Rocha, Giana Lobão Amaral

Abstract


1 INTRODUÇÃO

A Síndrome Hipertensiva Gestacional éuma importante complicação da gestação, estando entre as principais causas de morbimortalidade materna e fetal em especial em países em desenvolvimento. Objetivo: Avaliar a síndrome hipertensiva específica da gestação (SHEG) entre as adolescentes no Brasil.

 

2 MÉTODO

Estudo transversal e de análise documental e abordagem quantitativa, com amostra de 139.684 adolescentes (10 a 19 anos) internadas por edema, proteinúria e transtornos hipertensivos da gestação, parto e puerpério no Brasil (2010 - 2019) notificadas por meio do Sistema de Declaração de Morbidade Hospitalar do SUS do DATASUS. Avaliou-se as variáveis por local de residência, número de internações e faixa etária.

 

3 RESULTADOS

A SHEG é uma das principais causas de morbimortalidade materna e neonatal. Os fatores de risco observados foram: idade inferior a 17 anos, desinformação, nuliparidade e dificuldade de acesso ao SUS. Dentre as adolescentes, a faixa etária entre 15 e 19 anos foi a mais prevalente, representando 93,9% (131.157) das ocorrências. Fatores sociodemográficos, alimentação inadequada e dificuldade de assistência pré-natal mostraram-se importantes na ocorrência da SHEG, sendo a região nordeste a que apresentou o maior número de casos (57.744), seguida da região sudeste (41.747). No período pesquisado, houve uma redução no número de casos registrados nas regiões sul, sudeste e nordeste, podendo estar relacionada a um maior acesso ao pré-natal e melhoria na qualidade de assistência. Já as regiões norte e centro-oeste, sofreram um aumento de 37,96% (542 casos) e 12,63% (108 casos) de casos, respectivamente, neste período.

 

4 CONCLUSÃO

Conclui-se que a SHEG ainda é uma realidade, sendo importante identificação dos grupos com maior vulnerabilidade e expansão do acesso e melhoria na assistência ao pré-natal.

 


Keywords


Hipertensão Induzida pela Gravidez, Epidemiologia, Medicina do adolescente

References


AZEVEDO, Walter Fernandes de; DINIZ, Michele Baffi; FONSECA, Eduardo Sérgio Valério Borges da; AZEVEDO, Lícia Maria Ricarte de; EVANGELISTA, Carla Braz. Complications in adolescent pregnancy: systematic review of the literature. Einstein (São Paulo), [S.L.], v. 13, n. 4, p. 618-626, 9 jun. 2015. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/s1679-45082015rw3127.

PINTO, Kelly Cristina de Lima Ramos; EDERLI, Stela Faccioli; VICENTE, Luana Maria; BATISTA, Andressa Faustino; BIGNARDI, Beatriz; SANTOS, Danieli Aparecida; VICENTINI, Elaine Cristina. Principais complicações gestacionais e obstétricas em adolescentes. Brazilian Journal Of Health Review, [S.L.], v. 3, n. 1, p. 873-882, 2020. Brazilian Journal of Health Review. http://dx.doi.org/10.34119/bjhrv3n1-069.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv4n1-045

Refbacks

  • There are currently no refbacks.