Promoção de saúde, educação e qualidade de vida para os residentes e cuidadores de uma instituição de longa permanência para idosos (ILPI): um relato de experiência/ Health promotion, education and quality of life for residents and caregivers of a long-stay institution for the elderly (ILPI): an experience report

Isabelle de Farias Oliveira, Jeremias Antunes Gomes Cavalcante, Joice Kelly Cordeiro de Souza, Luís Eduardo Oliveira da Silva, Leônia Maria Batista

Abstract


As mudanças no contexto econômico e as melhorias sociais têm proporcionado avanços nas condições de saúde em grande parte do mundo. Esse novo panorama tem promovido um aumento na expectativa de vida resultando no aumento da população idosa. Nesse âmbito, o processo de envelhecimento pode ser acompanhado do aparecimento de doenças que em determinados casos pode provocar danos ao autocuidado do idoso que necessitará de cuidados especiais. Em alguns casos eles acabam sendo abandonados pela família ou até mesmo sofrendo maus tratos, sendo necessária a institucionalização, no qual passam a residir em instituições de longa permanência (ILPIs) e receberem assistência de profissionais cuidadores. Dessa forma, este projeto teve como objetivo promover oficinas de atualização para os profissionais cuidadores visando melhorias para o processo de cuidado ao idoso. Foi desenvolvido em 2017, por meio da atuação de equipes de extensionistas que realizaram as oficinas com os temas: primeiros socorros em idosos, cuidados com a higiene pessoal dos idosos e utilização de plantas medicinais. Durante as oficinas observou-se a criação de um espaço de comunicação mútua que permitiu a transmissão da atualização do conhecimento para os profissionais, criando um espaço de educação em saúde que contribui para a melhoria da qualidade de vida dos idosos e cuidadores, além de promover um espaço de vivência sobre saúde-doença para os extensionistas.


Keywords


Educação, Saúde, Idoso.

References


Kilsztajn S, Rossbach A, Camara MB, Carmo MSN. Serviços de saúde, gastos e envelhecimento da população brasileira. In: XIII Encontro da Associação Brasileira de Estudos Populacionais, 2002 nov 4-8; Minas Gerais. Ouro Preto: Associação Brasileira de Estudos populacionais, 2016. 1- 22.

Parahyba MI, Simões CCS. Disability prevalence among the elderly in Brazil. Ciên. saúde coletiva. 2006 out-dez;11(4): 967-74.

Oliveira JM, Rozendo CA. Instituição de longa permanência para idosos: um lugar de cuidado para quem não tem opção?. Rev Bras Enferm. 2014 set-out;67(5):773-9.

Veloso C, Brito AAO, Rodrigues LP, Veloso LUP. Perfil socioeconômico e epidemiológico de idosos residentes em instituições de longa permanência. Rev de Enferm UFPE. 2016 jul;10(7):2504-12.

Camarano AA, Kanso S. Previdência Social no Brasil: Contornos e horizontes. In G. Biasoto Junior, & L. A. P. Silva (Orgs.), Políticas Públicas em questão. São Paulo, SP: Fundação do Desenvolvimento Administrativo. 2006:27-57.

Araujo JS, Silva SED, Santana ME, Conceição VM, Vasconcelos EV. O processo do cuidar/cuidado nas representações sociais de cuidadores de pacientes sequelados por acidente vascular cerebral. Rev Enferm em Foco. 2011;2(4):235-38.

Araujo JS, Silva SED, Santana ME, Vasconcelos EV, Conceição VM. Yes, i know what is the spill. The social representation of caregivers about the stroke. Rev Pesquisa: Cuidado é Fundamental. 2012;4(1):2849-59.

Souza AAF, Vitorino SS, Ninomya SAC. Atenção ao idoso em uma instituição de longa permanência. Rev Diálogos Interdisciplinares. 2015;4(2):01-13.

Reis DC. Educação em saúde: aspectos históricos e conceituais. In: Gazzinelli MF, Reis Dc, Marques RC (Orgs.), Educação em saúde: teoria, método e imaginação. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006. P. 19-24.

Alves VS. Um modelo de educação em saúde para o Programa Saúde da Família: pela integralidade da atenção e reorientação do modelo assistencial. Interface – Comunic., Saúde, Educ. 2005 fev;9(16):39-52.

Lopes MMB. Educação em enfermagem na UFPA e a práxis da enfermeira na atenção básica de saúde. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina; 2009.

Silva PHA. Queda em idosos: implantação de prevenção em um município no estado do Maranhão [Monografia]. Santa Catarina: Universidade Federal de Santa Catarina; 2014.

Lojudice DC,Laprega MR, Rodrigues RAP, Júnior ALR. Quedas de idosos institucionalizados: ocorrência e fatores associados. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol. 2010 ;13(3):403-12.

Conceição L F S. Saúde do idoso: orientações ao cuidador do idoso acamado. Rev Med Minas Gerais 2010; 20(1): 81-91.

Bosse, T S. Fitoterápicos no SUS [Monografia]. Criciúma: Universidade do Extremo Sul Catarinense; 2014.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n6-342

Refbacks

  • There are currently no refbacks.