Úlcera de Lipschütz (LU) em adolescente, como manifestação da primoinfecção por Epstein-Barr (EBV). Relato de caso / Lipschütz ulcer (LU) in adolescent, as a manifestation of the primoinfection by Epstein-Barr (EBV). Case report

Marcela Ignacchiti Lacerda, Ana Ximena Zunino, Mariana de Sousa Ribeiro de Carvalho, Maria Roberta Meneguetti Seravali, Claúdia Maria de Azevedo Jacyntho

Abstract


Introdução:A ulceração genital aguda, também conhecida como "Úlcera de Lipschütz”, é uma condição incomum, autolimitada, não sexualmente transmissível, caracterizada pelo início rápido de ulcerações dolorosas na vulva ou vagina inferior. Materiais e Métodos: Relatamos um caso de uma adolescente, sem vida sexual ativa com faringite e  úlceras vulvares dolorosas de ínicio súbito, além de sorologia positiva para EBV. Discussão: A úlcera de Lipschütz, tem diagnóstico essencialmente clínico e tratamento de suporte na maioria dos casos. Auto-resolução sem cicatrizes e recidivas é o curso normal. Embora as causas e mecanismos específicos ainda não sejam bem compreendidos, estudos mostraram associação com infecções virais como EBV, assim como no nosso relato. Conclusão: Ressaltamos a importância do diagnóstico acertado e diferencial nas úlceras vulvares afim de se evitar intervenções e procedimentos desnecessários e angustiantes para as pacientes.

 

 


References


Huppert JS. Lipschütz ulcers: evaluation and management of acute genital ulcers in women. Dermatol Ther.2010; 23(5):533–540.

Farhi D, Wendling J, Molinari E, Raynal J, Carcelain G, Morand P, Avril MF, Frances C, Rozenberg F, Pelisse M, Dupin N. Non-sexually related acute genital ulcers in 13 pubertal girls: a clinical and microbiological study. Arch Dermatol; 2009. 145:38–45.

Vismara SA, Lava SAG, Kottanattu L, et al. Lipschütz’s acute vulvar ulcer: a sysematic review. European Journal of Pedoatrics; 2020. Published online: 15 abril 2020.

Vismara SA, Lava SAG, Kottanattu L, et al. Lipschütz’s acute vulvar ulcer: a systematic review. European Journal of Pediatrics. 2020; 179, 1559–156.




DOI: https://doi.org/10.34119/bjhrv3n6-264

Refbacks

  • There are currently no refbacks.